segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Literatura

"O Pega de Mar de Espanha"
A surpreendente história de uma família brasileira que teve seu destino marcado por uma tragédia, baseado em fatos reais, ao longo de 17 anos o autor revela o drama e mostra a luta pelo que conhecemos por justiça.
Pela primeira vez no Brasil houve a mudança no entendimento a respeito; de que nem todo acidente de trânsito deveria ser interpretado como crime culposo, ou seja, uma "mera" fatalidade, sem levar em consideração a conduta delitiva dos infratores.
Iniciava-se no Brasil uma jurisprudência, atendendo o clamor dos conflitos e a necessidade por mudanças, onde a coragem e a determinação da família sobrevivente ultrapassou barreiras, quase intransponíveis, para pessoas que tem absurdamente sua voz silenciada, num país cheio de contrastes sociais.
Assim, pela primeira vez no Brasil, uma pessoa que gerou, através de "pega" ou "racha", a morte de 5 pessoas da mesma família, se vê agora sentado no banco dos réus e sendo julgado pelo povo; não por crime de trânsito (homicídio culposo), como era o entendimento doutrinário e jurisprudencial até aquela época, mas sim por homicídio doloso (dolo eventual), previsto no artigo 121 do Código Penal.
Uma história repleta de amor e surpresas, leva o conhecimento profundo da concepção atual jurídica, num drama a espera de algo que lhe traga o conforto e a paz, na certeza de que viver é mais do que simplesmente existir, afinal, temos o eterno direito de lutar por aqueles que amamos.
Fonte: www.clubedeautores.com.br

Nenhum comentário: