terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Não perca a esportiva

Affonso Gonçalves Soares nasceu no bairro do Catumbi-Rio de Janeiro em 11 de setembro de 1923. Filho de Abel Gonçalves Soares e Olìvia Mazzuca Soares.

Casado com Elizabeth Conrado Soares e pai de três filhos, Lana Beth Gonçalves Soares (advogada), Celso Roberto Gonçalves Soares (falecido em 13 de março de 2007), e Márcia Cristina dos Conrado Soares, sendo essa filha de criação.

Torcedor do Fluminense e da Portela, Affonso Soares trabalhou nas Rádios: Globo durante 23 anos, Tupi durante 19 anos e outras de menor expressão na cidade do Rio de Janeiro. Destacou-se em suas transmissões de copas do mundo a partir de 1950 no Brasil, criador de programas como "Patrulha da cidade" e "Do outro lado da vida" (Rádio Tupi), "Não perca a esportiva" e "Alerta Geral" (Rádio Globo), e tambem teve passagem pela Televisão gravando diversos comercias e apresentando o programa policial "Rio Cidade Alerta" (antiga TV Rio, hoje Rede Record).

Além dos programas policiais, transmissões esportivas e carnavalescas, fez muito sucesso no rádio matutino apresentando o seu "não perca a esportiva", em dois tempos, às 07:30 e 08:30, primeiro na Rádio Globo, dentro do programa do Paulo Giovanni, e posteriormente, na Rádio Tupi, dentro do programa do Francisco Barbosa.

Affonso Soares morreu na madrugada de 27 de maio de 2007, em Sepetiba-RJ, vítima de um infarto fulminante.
Colaboração: Carlos Eduardo Gonçalves Soares Neves

2 comentários:

ALEXANDRE MAGNO disse...

Quanta saudade!
Ai de quem falasse besteira contra o Fluminense, pois Affonso os respondia com todas as letras, sem mandar recado!

Anônimo disse...

Ele foi sem sombra de dúvidas o maior comediante do Rádio Brasileiro de todos os tempos, mas acho que ele era meio pé frio, pois o Fluminense começou a ganhar título de maior expressão após a sua morte...Deixou muitas Saudades !!!