terça-feira, 14 de junho de 2011

Literatura

"Humberto Mauro: o pai do cinema brasileiro"

O livro, de André Felippe Di Mauro, é o resultado de um intenso trabalho de pesquisas realizadas por André Felippe Mauro e, especialmente, de entrevistas com seu avô Haroldo Mauro - irmão e maior fã de Humberto Mauro - sobre a vida e obra do "Pai do Cinema Brasileiro", cujo objetivo inicial era desenvolver o roteiro para um longa-metragem.

O roteiro já estava em fase de conclusão quando o autor atentou ao fato do centenário de nascimento de Humberto Mauro, completado em em 30 de abril de 1997 e lançou o em Cataguases.

Documentários, livros, matérias em revistas e jornais já abordaram a obra de Humberto Mauro, porém o que diferencia esta obra das outras é o fato de que o autor dramatiza, o contexto da vida do personagem, implicando na redescoberta de várias fases e faces da cultura e história do país.

A figura, o caráter, o sentimento e o pensamento de Humberto Mauro estarão descritos em linguagem cinematográfica, ilustrados com mais de oitenta fotografias do acervo próprio do autor e também de terceiros, recriando o ambiente factual e emocional do Brasil em quatro momentos que resultam reveladores, pelas transformações então ocorridas e articuladas para formar o país de hoje.

Esses quatro momentos correspondem a: primeiro, a infância de Humberto Mauro na virada do século, em uma comunidade do interior, com sua cultura urbana em contato direto com a natureza; segundo, a adolescência do futuro cineasta, que é também a adolescência da nova sociedade influenciada pelo automóvel, o cinematógrafo e a luz elétrica; terceiro, a juventude, com o início da massificação do cinema e a entrada na era das comunicações via radiodifusão; e, quarto, a identidade adulta, onde o potencial da pessoa Humberto Mauro se realiza plenamente na profissão e na vida pessoal, atravessando inúmeras dificuldades.
Fonte: www.painet.com.br
Humberto Mauro, filho de Gaetano Mauro, imigrante italiano, e de Teresa Duarte, mineira culta e poliglota, ele nasceu em Volta Grande-MG, em 30 de abril de 1987 e morreu em 05 de novembro de 1983. Quando criança, mudou-se com a família para Cataguases-MG e em 1916 foi para o Rio de Janeiro-RJ.

Filmografia
Longas-Metragens
1925 - Valadião, o Cratera
1926 - Na Primavera da Vida
1927 - Thesouro Perdido
1928 - Brasa Dormida
1930 - Lábios sem Beijos
1930 - Sangue Mineiro
1933 - A Voz do Carnaval
1933 - Ganga Bruta
1935 - Favela dos Meus Amores
1936 - Cidade-Mulher
1937 - Descobrimento do Brasil
1940 - Argila
1952 - O Canto da Saudade
Curtas-Metragens
1945 - Brasilianas: chuá-chuá e casinha pequenina
1948 - Brasilianas: azulão e pinhal
1954 - Brasilianas: aboio e cantigas
1955 - Brasilianas: engenhos e usinas
1955 - Brasilianas: cantos de trabalho
1955 - Brasilianas: manhã na roça: o carro de bois
1956 - Brasilianas: meus oito anos
1956 - O João de Barro
1958 - São João Del Rei
1964 - A Velha a Fiar
1974 - Carro de bois.

Nenhum comentário: