terça-feira, 31 de maio de 2011

Literatura

"Município de Guarani, Esboço Histórico e Cronológico"

O pequeno município de Guarani teve a felicidade, talvez incomum, de despertar em um de seus habitantes o desejo de perpetuar a história de suas origens. Após trabalho incansável, devido aos poucos recursos do historiador e da época, Pedro Lopes de Abreu concluiu em agosto de 1931 o livro "Município de Guarani - Esboço Histórico e Cronológico", pela editora "O Lutador", de Belo Horizonte.
Os originais permaneceram durante todo este tempo guardados com carinho e sendo usados como fonte de pesquisa para jovens estudantes interessados na história da município para a prática de trabalhos escolares. 

"Guarani, terra querida"

Publicado em 1998 por Maria Aparecida Gaudereto de Abreu, "Guarani, terra querida", editora "O Lutador", obra que dá continuidade ao livro do avô e à história de Guarani entre os anos de 1921 e 1996. Guarani, cidade importante e de famílias tradicionais:
Abreu, Baesso, Buzinari, Delvaux, Cordeiro, Gaudereto, Guelber, Lopes, Moreira, Neves, Oliveira, Vieira e muitas outras de destacada relevância.
Colaboração: Pablo Pinto de Abreu
Fonte: www.cidadeguarani.com.br

CONSIDERAÇÕES:
Guarani é a moeda, o idioma e nome de clube de futebol no Paraguai.
Quatro clubes no futebol no Brasil adotaram o nome:
Guarani de Campinas-MG, Guarani de Divinópolis-MG, Guarani de Pouso Alegre-MG e Guarany de Sobral-CE.
Uma importante emissora de rádio do grupo associados de Belo Horizonte é a Rádio Guarani AM/FM/OC.
Em 1857 José de Alencar escreveu escreveu "O GUARANI" e dez anos mais tarde, em Milão, Carlos Gomes compôs a ópera "O GUARANI".

Nenhum comentário: