domingo, 12 de maio de 2024

Notável personalidade

Jorge Vieira nasceu em Juiz de Fora em 03 de junho de 1942.
Família Filho de José Francisco Vieira e Dagmar da Silva Arantes Vieira, casado com Sebastiana e pai de 05 filhos: Alex, Agnaldo, Anderson, Marciano e Elaine. Fábrica Trabalhou na fábrica de tecidos São João Evangelista até a aposentadoria. Mecânico Consertava fogão a gás industrial e doméstico e também máquina de costura Floresta Torcedor do Flamengo, sempre residiu no bairro Floresta. Jorge Vieira morreu em Juiz de Fora, aos 73 anos, em 08 de maio de 2016.

terça-feira, 7 de maio de 2024

"Urbanos e Sacanas" - Crônicas do Amilcar Rebouças, com ilustrações do chargista Bello, organizado por Maria Angèlica Rebouças.
A obra reúne crônicas de Amilca Rebouças (1955/2023) publicadas em jornais e revistas de Juiz de Fora e Bicas. O Cronista Amilcar Monteiro da Silva Rebouças (Amilquinha) nasceu em Bicas em 23 de janeiro de 1955.
Família Filho de Amilcar Verlangieri Rebouças (ex-prefeito de Bicas) e Zélia Monteiro da Silva Rebouças, casado com Vitória Lúcia de Paula Rebouças, e pai da Thereza e da Mariana e irmão da Maria Angélica Rebouças, nascida no Rio de Janeiro. Formação Engenheiro civil, formado pela Universidade FUMEC, em Belo Horizonte/MG. Carreira Proprietário da Rebouças Arquitetura e Engenharia, trabalhou na AMPAR (Associação dos Municípios do Vale do Paraibuna), foi Secretário de Obras da Prefeitura de Juiz de Fora em duas oportunidades e era cronista. Amilcar Rebouças morreu aos 68 anos, em 06 de maio de 2023.

Foto histórica

Notável personalidade

Erimar Toledo (Erimar Moreira Toledo) nasceu em Juiz de Fora em 21 de janeiro de 1947.
Família Filho de Nelson Zanotti Toledo e Elazir Gertrudes Moreira Toledo. Carreira Foi diretor de futebol do Tupi, administrador do estádio municipal de Juiz de Fora e representante da Intercar Veículos. Erimar Toledo morreu em Belo Horizonte, aos 71 anos, em 26 de outubro de 2018. Nota: Durante sua gestão à frente do estádio, Juiz de Fora recebeu, por seu intermédio, jogos importantes de clubes brasileiros.

Foto histórica

domingo, 5 de maio de 2024

Allan Kardec Affonso de Moraes nasceu no Rio de Janeiro/RJ, em 03 de outubro de 1937.
Família Filho de Manoel Affonso de Moraes e Guiomar Puccetti de Moraes, casou-se com Maria Honorina Garcia de Moraes em 25 de julho de 1971.Filhos: Aline, Ariane e Allan Henderson Irmãos: Miracy, Jacó, Manoel, Elias, Messias e Davi. Carreira  Foi atleta de futebol, tendo atuado em clubes do interior Paulista. Fábrica   Trabalhou na S.A. Fábrica de Tecidos São João Evangelista (Fábrica da Floresta) por cerca de 30 anos, iniciando em 1952, aos 15 anos, e se aposentando em 1982.  Fazenda Na Fazenda da Floresta, foi administrador de janeiro de 1990 a outubro de 1992. Representante Comercial Trabalhou ainda por alguns anos como representante comercial. Allan morreu em Juiz de Fora, aos 84 anos, em 20 de outubro de 2021. CONSIDERAÇÕES Um dileto amigo que me foi apresentado pelo saudoso amigo Miguel Priamo Carbogim (1942/2010), no segundo semestre de 2001. Em que pese a impressão de ser uma amizade recente, parecia que nos conhecíamos há anos. Um papo sempre inteligente e agradável.

Foto hstórica

sábado, 4 de maio de 2024

Notável personalidade do futebol

Paulão (Paulo Roberto Souza de Oliveira) nasceu em Juiz de Fora, em 20 de dezembro de 1956.
Família Casado com a Ronilda e pai da Pâmella e da Raíssa. Carreira Zagueiro, iniciou carreira em Juiz de Fora no time do Esporte Clube Floresta. Outros clubes Comercial (Ribeirão Preto/SP), Independente (Limeira/SP), Operário (Ponta Grossa/PR), Sport (Juiz de Fora), Tupi (Juiz de Fora), Entrerriense (Três Rios), Portuense (Astolfo Dutra). Treinadores de renome com os quais trabalhou: Fernando Ozório (Sport), Moacyr Toledo (Tupi) e Oscar Amaro (Independente de Limeira/SP). Atletas de destaque com o quaís atuou: Betinho Inhan (Sport), Júlio Maravilha (Tupi).

Foto histórica

quarta-feira, 1 de maio de 2024

Notável personalidade

Nelson Manoel, o Teco, nasceu em Juiz de Fora em  11 de agosto de 1943.
Família Filho de Sebastião Manoel e Djanira da Silva Manoel, casado com Ana dos Santos Manoel (in memoriam), pai da  Wanderlene e do Wanderson, o Zico. Torcedor do Vasco da Gama e do Tupi, foi operário na Fábrica São João Evangelista por mais de 40 anos. Teco morreu em Juiz de Fora,  aos 78 anos, em  04 de fevereiro de 2022, sendo seu corpo velado e sepultado no cemitério Parque da Saudade.

Foto histórica

quinta-feira, 25 de abril de 2024

Notável personalidade

Geraldo Pereira (Geraldo Theodoro Pereira) nasceu em Juiz de Fora, em 23 de abril de 1918. Carreira Sambista e compositor Rio de Janeiro Mudou-se para o Rio de Janeiro ainda criança, juntando-se ao seu irmão mais velho, Manoel Araújo, o Mané, no Morro de Santo Antônio, na Mangueira, Zona Norte da cidade. Gravações Sua primeira composição gravada, "Se você sair chorando", interpretada pelo cantor Roberto Paiva, fez algum sucesso no Carnaval de 1940. Depois participou, com Wilson Batista, na feitura do samba de breque "Acertei no milhar", sucesso nacional na voz de Moreira da Silva. Cyro Nogueira A primeira gravação de Cyro Monteiro foi "Acabou a sopa", em 1940, depois seguiram, entre outras, "Ela não teve paciência" (1941), "Quando ela samba" (1942), "Você está sumindo" (1943), "Falsa baiana" (1944). Outros sucessos "Escurinha", "Sem compromisso", "Pisei num despacho" e "Bolinha de Papel". Geraldo Pereira morreu no Rio de Janeiro, aos 37 anos, em 08 de maio de 1955. Versões Morreu dias após uma briga com o capoeirista João Francisco dos Santos, o "Madame Satã" (1900/1976), que teria sido provocado por Geraldo. A briga ocorreu, porém, não foi fator decisivo na morte prematura, já que, de acordo com os biógrafos do compositor, ele já vinha sofrendo de sangramento intestinal que foi agravando no decorrer dos últimos anos de vida.

Foto histórica

Notável persnalidade

Maria Alcina (Maria Alcina Leite)  nasceu em Cataguases/MG, em  22 de abril de 1949. Carreira Iniciou como artista circense em sua cidadede natal. Rio de Janeiro Foi para o Rio aos 17 anos. No início da década de 1970, se apresentava em clubes e casas de shows de Ipanema e Copacabana, como a boate Number One. Em 1971, no Teatro Copacabana, ocorrera o lançamento de Maria Alcina como estrela de destaque, ao lado do cantor paulista Tony Tornado e da banda niteroiense MPB4. Sucessos Entre seus maiores sucessos estão "Fio Maravilha" (Jorge Ben) — vencedora da fase nacional do Festival Internacional da Canção de 1972 e "Kid Cavaquinho" de João Bosco e Aldir Blanc (1946/2020). Festivais Ganhou projeção nacional em 1972, na sétima e última edição do Festival Internacional da Canção (FIC). Logo após o Festival, em 1973, lança seu primeiro disco e em 1974, a cantora lançou o segundo álbum. Censura No mesmo ano, 1974, Maria Alcina foi proibida de se apresentar em público e a veiculação de suas músicas em rádio e televisão foi vetada pela Ditadura Militar. Samba Em 1976, foi destaque principal no Desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro pela escola Beija-flor, se destacando em uma alegoria onde representava o animal veado no enredo "Sonhar com rei dá leão" do carnavalesco Joãosinho Trinta  (1933/2011). Hino Em 1978, grava um disco com o hino do Sport Club Corinthians Paulista e a canção “Transplante de Corintiano”. Atualmente, residindo em São Paulo, continua realizando shows.

Foto histórica

terça-feira, 23 de abril de 2024

Notável personalidade

Sebastião Lucindo Severino nasceu na fazenda dos Machados, no município de Bicas/MG, em 12 de setembro de 1915. Família Foi casado com Maria de Jesus Severino (1913/2006), e pai de oito filhos: Lourdes, Sebastião, José (in memoriam), Pedro (in memoriam), Ida, Ana (in memoriam), Afonso (in memoriam) e Estela. Juiz de Fora Foi operário na S/A Fábrica de Tecidos São João Evangelista (Fábrica da Floresta).  Sebastião Lucindo Severino morreu em Juiz de Fora/MG, aos 72 anos, em 19 de janeiro de 1988. Notas:  Lourdes foi casada com____ Sebastião foi casado com Ciléia Sales, Ilda é casada com Washington Joaquim Gervásio Ana foi casada com Nelson Manoel, o Teco (in memoriam). Afonso foi diácono na igreja da Glória e padre em Acesita. É nome de rua no bairro.

segunda-feira, 22 de abril de 2024

Foto histórica

Granja Comary - Teresópolis/RJ Sábado - 12 de janeiro de 2008. Cobertura dos treinos da seleção brasileira:
Ivan Costa (Ivan Antônio Costa), Marco Aurélio (Marco Aurélio (Marco Aurélio Vieira de Assis) e Carlos Ferreira (Carlos Alberto Fernandes Ferreira). Retratista: Ricardo Wagner (Ricardo Wagner de Campos Rosa).

sábado, 20 de abril de 2024

Série C 2024

Começa neste sábado, 20/04, o Campeonato Brasileiro da Série C. Tombense (Tombos) e Athletic (São João del-Rei) são os dois representantes de Minas na competição. O Tombense desceu da B para a C e o Athletic subiu da D para a C. O Confiança de Sergipe, atualmente na B, é a equipe brasileira que mais participou da competição, com 20 edições. O Tupi (Juiz de Fora), fora de qualquer série nacional, é o quarto brasileiro e o primeiro de Minas, com 16 participações. O Volta Redonda, vai para a sua 15ª participação. O Villa Nova (Nova Lima) é o segundo mineiro que mais participou, com 11 participações, mesmo número do América/RJ.

Literatura

“Juiz de Fora: da Bruxa Silvina e do voo de Darioli – notícias da cidade nas páginas da imprensa” Organizado por Heliane Casarin Henriques, Jefferson de Almeida Pinto e Rogério Rezende Pinto, o livro reúne 56 textos publicados na imprensa de Juiz de Fora, entre os séculos XIX e XX, e que abordam os anseios da cidade com a modernidade. A obra, com 240 páginas, está dividida em seções como: indústria, trabalho, escravidão, setores populares e expectativas do futuro, entre outros e entre os periódicos de referência estão O Pharol, Jornal do Comércio e O Dia (antiga publicação local).

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Notável personalidade do futebol

Anderson (Anderson Marcelino Hérico) nasceu em Juiz de Fora em 18 de abril de 1977. 


Clubes
Tupi (1992, 1999, 2001 e 2004), 
América/MG (1996/1997), 
Publikus da Eslovênia (1998), 
SAK  Klagenfurt da Áustria (1998)  
São José/SP (1999),
15 De Novembro de Campo Bom/RS (2000), 
Juventude de Caxias do Sul (2000),
 América de São José do Rio Preto/SP (2001),  

Atuou ainda no Sport de Juiz de Fora, Juazeirense/BA, Flamengo de Guarulhos, Botafogo de Ribeirão Preto/SP e Princesa do Solimões de Manacapuru/AM. 

Títulos
Campeão infantil com o Tupi na Liga de Futebol de Juiz de Fora (1992);
Campeão da Copa São Paulo de futebol júnior com o América/MG em 1996;
Bi-campeão mineiro de juniores pelo América/MG (1996/1997).

Foi treinado por: Jesus Vieira, o Fia, no Infantil, Evaldo Carolino no Juvenil e Edinho Peixoto nos Juniores (Tupi), Rcardo Drúbsky, Givanildo Oliveira e Hélio dos Anjos (América/MG), Walace Lemos (Tupi), Valmir Louruz (1944/2015) no Juventude de Caxias do Sul, 

Jogou com: Anselmo, Gedeon, Marinho, Júlio Terceiro e Leandro Lino (Tupi), Somália (América/MG e Eslovênia), Marco Antônio Boiadeiro, Marco Antônio Milagres, Toninho Cerezo
Gilberto Silva, Pintado e Tupãzinho (América/MG), Maurílio e Mário Tilico (Juventude).

Notas: 
Único atleta nascido em Juiz de Fora campeão da Taça São Paulo de futebol júnior;
Sobrinho do ex-árbitro Rogério Prancha (in memoriam).

segunda-feira, 15 de abril de 2024

Foto histórica

 Luiz Alberto (Luiz Alberto Campos da Silva) nasceu em Juiz de Fora em 17 de maio de 1957. Iniciou carreira no Florestinha, time amador do bairro Floresta, região Sudeste de Juiz de Fora e teve passagem pelo time do Acadêmicos Luzianos, do bairro Santa Luzia, zona Sul da cidade.




Notável personalidade

 Miracema Futebol Clube - 1989


Da esquerda para a direita:
Em pé: Milson, Márcio Leitão, Gisvaldo, Nanando, Junei e Tachinha;
Agachados: Gilmar, Irapuan, Perci, Manoel e Arlindo.
Nota: Milson é irmão do ex-zagueiro Célio Silva.

segunda-feira, 8 de abril de 2024

Notável personalidade do futebol

Léo Condé (Leonardo Rodrigues Condé) nasceu em Piau/MG, em 21 de abril de 1978.

Juiz de Fora

Mudou para Juiz de Fora com cinco anos de idade e começou sua carreira de treinador nas categorias de base do Tupi.

Carreira/base
Tupi (Juiz de Fora),
América (Belo Horizonte),
Atlético (Belo Horizonte).

Carreira/profissional
Tupi (2009/2010, 2011 e 2014),
Ipatinga (2010),
Villa Nova/MG (2011),
Nova Iguaçu (2012/2013), 
Caldense (2014/2015),
Sampaio Corrêa (2015, 2020/2021 e 2022/2023), 
Bragantino (2015/2016),  
Goiás (2016), 
CRB (2017),
Botafogo/SP (2017/2019), 
Paysandu (2019), 
São Bento/SP (2020), 
Novorizontino (2021/2022), 
Vitória/BA (desde 2023).

Títulos/base
América/MG
Campeonato Mineiro sub-20 de 2004,
Torneio de Stemwede/Alemanha sub-20 de 2004,
Campeonato Mineiro sub-17 de 2006. 

Atlético/MG
Torneio de Gradisca/Itália sub-17 de 2006 e 2007, 
Torneio de Terborg/Holanda sub-20 de 2006 e 2008, 
Torneio de Ennepetal/Hoanda sub-20 de 2008.

Títulos/profissional
Nova Iguaçu - Troféu Edilson Silva: 2012 e Copa Rio de 2012.
Caldense - Campeonato Mineiro do Interior de 2015.
CRB - Campeonato Alagoano de 2017 
Sampaio Corrêa - Campeonato Maranhense de 2020 e 2022 
Novorizontino - Campeonato Paulista do Interior de 2021 
Vitória - Campeonato Brasileiro - Série B de 2023 e Campeonato Baiano de 2024

Magela
Geraldo Magela Tavares (1927/2015), um gênio com o qual tive o privilégio de trabalhar, certa vez chegou na redação e disse: 
"O Tupi tem na base um treinador muito promissor. Esse rapaz, muito organizado tem futuro na carreira".
Esse "rapaz muito organizado" é o Léo Condé.


Literatura

domingo, 7 de abril de 2024

1964 - vítimas do golpe

Bambirra/Riani/Dazinho
Sinval de Oliveira Bambirra
☼ Betim/MG - 10/01/1933
┼ Belo Horizonte/MG - 10/12/2003.

Clodesmidt Riani
☼ Rio Casca/MG - 15/10/1920
┼ Juiz de Fora/MG, 04/04/2024

José Gomes Pimenta (Dazinho)
☼ Virginópolis/MG - 1922
┼ Belo Horizonte/MG -16/03/2007.

sábado, 6 de abril de 2024

Literatura

 "Juiz de Fora apresentada por Pedro Nava"


Nos seis livros que escreveu como memorialista, Pedro Nava deixou marcado no papel um amplo painel da sociedade brasileira e também a ligação com sua terra natal, Juiz de Fora, a partir de suas experiências e das histórias que ouviu nas primeiras décadas de vida. Tantos são os relatos que é possível, através deles, traçar um panorama histórico, político, urbanístico, cultural, social, religioso e de costumes. É o que fez a escritora, professora e pesquisadora Ilma Salgado.

 

Ao misturar a memória histórica, afetiva e os registros oficiais, Ilma preferiu não seguir uma linha cronológica rígida, ainda que os escritos de Nava consigam abranger um período que vai de 1840 a 1940. “Juiz de Fora apresentada por Pedro Nava” é dividida por tópicos, entre eles “Saúde”, “Os primórdios”, “Henrique Halfeld”, “As elites e a política”, misturando história e ficção em passagens tanto pitorescas quanto reveladoras.


Bambirra, Dazinho e Riani

Eleito deputado estadual em 1962 pelo PTB, Clodesmidt Riani tornou-se célebre como um dos três parlamentares de esquerda que tiveram seus mandatos arbitrariamente cassados pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em 08 de abril de 1964, logo no início da ditadura militar que eliminou a democracia brasileira nos 20 anos seguintes.  Além de Riani, foram cassados Sinval Bambirra, também eleito pelo PTB, e José Gomes Pimenta, o Dazinho, que elegeu-se pelo Partido Democrata Cristão (PDC). O requerimento para a cassação foi baseado em discursos realizados enquanto eles eram deputados estaduais e em documentos do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), cujos arquivos os descreviam como “agitadores comunistas”.

Os três foram os primeiros detentores de mandato a serem cassados no País, após o golpe de 1964. No total, 4.862 brasileiros perderam seus direitos políticos durante a ditadura que se seguiu. Além de terem perdido os seus mandatos, os três deputados também foram presos pela repressão militar.

Bambirra, Dazinho e Riani

Sinval de Oliveira Bambirra nasceu em Betim em 10 de janeiro de 1933 e morreu em Belo Horizonte, aos 70 anos, em 10 de dezembro de 2003.

José Gomes Pimenta, o Dazinho, nasceu em Virginópolis/MG em 1922 e morreu em Belo Horizonte, aos 84 anos, 16 de março de 2007.  O corpo foi velado no Cemitério Bosque da Esperança e o sepultamento no Cemitério da Consolação, no bairro Jacqueline, em Belo Horizonte, em 17/03. Portador de silicose, doença pulmonar que acomete trabalhadores de mineradoras, ele estava internado no Hospital Felício Rocho acometido por insuficiência respiratória. , às 10 horas.

Clodesmidt Riani nasceu em Rio Casca/MG em 15 de outubro de 1920 e morreu em Juiz de Fora/MG, aos 103 anos, em 04 de abril de 2024, sendo seu corpo velado e sepultado no cemitério Parque da Saudade, bairro de Santa Teresinha, região nordeste da cidade, em 05/04. Ele estava internado numa unidade hospitalar da cidade, acometido de pneumonia.

sexta-feira, 5 de abril de 2024

Literatura

"Na boca do gol"

O livro relata nos mínimos detalhes toda a vivência e trajetória de um grande jogador, Valdir Appel, goleiro que entrou na história por um acidente de trabalho, um lance que o marcou por toda a vida. Neste seu primeiro livro, Valdir conta histórias bem humoradas que viveu nos bastidores do futebol, revelando ainda curiosidades históricas sobre jogos, craques e clubes. Ainda garoto era uma das sensçãoes do futebol catarinense, na década de 1960. Brilhou em campo vestindo a camisa número 1 do Clube Esportivo Paysandú e do Clube Atlético Carlos Renaux, até ser contratado por times de expressão nacional: Vasco da Gama, Sport Club do Recife, Alecrim e América de Natal, Bonsucesso, Volta Redonda, Ceub de Brasília e Atlético de
Goiás.

terça-feira, 2 de abril de 2024

Foto histórica

Seção da LEL (Liga Esportiva Leopoldinense) 

Da esquerda para a direita
Em pé: Joãozinho, Carlinhos, Bené Guedes, Ronaldo, Mauro e Jairo;
Agachados:  Popota, Márcio Domingues, Cici, Juca Buião e Geraldinho.


segunda-feira, 1 de abril de 2024

Um nome que marcou época na comunicação

Jonas Conti nasceu em Colatina, no Espírito Santo, em 26 de junho de 1957.

Família
Filho de João Conti (in memoriam) e Catarina Rosa dos Prazeres Conti (residente em Vitória/ES), casado com Onícia Maria Gonçalves (natural de Goiânia), pai do Alessandro e da Milena, irmão de Marlene, Marilene, Jarbas e Carlos.    

Carreira
Radialista (locutor esportivo), militou no rádio de Ipatinga (Rádio Vanguarda), Coronel Fabriciano (Rádio Educadora), Timóteo (Itatiaia), Belo Horizonte (rádios Itatiaia e Inconfidência), Uberlândia (Rádio Cultura), Lagoa Formosa (Rádio Princesa) e Patos de Minas (Rádio Patos). 
Ele estava radicado em Patos há mais de 20 anos.  

Jonas Conti morreu aos 55 anos,  Hospital São Lucas, de Patos de Minas, em 04 de outubro de 2012. 

Nota: É nome de rua no bairro Morada da Serra, em Patos de Minas. 

sexta-feira, 22 de março de 2024

GATD - Grupo de Apoio e Tratamento da Dor

Presidente: Sílvia Martins*

CNPJ:  31.649.685/0001-25

Fundado em maio de 2011 com a finalidade de acolher os (as) pacientes acometidos (as) por diversos tipos de dores crônicas, decorrentes de condições biopsicossociais e espirituais.  

O grupo não tem fins lucrativos e conta com ajuda de profissionais voluntários para fazer o atendimento multidisciplinar em conjunto com a Rede de Apoio.  

* O QUE ELE SE PROPÕE  
Promover um acesso fácil, com acolhimento humanizado visando a integralização do cuidado com o objetivo reduzir, controlar e aliviar a dor com ênfase na autonomia e melhorar a qualidade de vida.  

* PÚBLICO ALVO 
Pacientes que sofrem de dores agudas e crônicas.

* DOR/DEFINIÇÃO
De acordo com a International Association for the Study of Pain, dor é uma sensação ou experiência emocional desagradável, associada com dano tecidual real ou potencial, ou descrito nos termos de tal dano.

- Dor aguda 
É uma dor que, até certo ponto, tem consequências benéficas para o organismo. É um sinal de alarme que avisa da ocorrência de um traumatismo, uma queimadura, um derrame articular ou uma úlcera gástrica, por exemplo.

Dor crônica 
É geralmente definida como uma dor persistente ou recorrente durante pelo menos 3-6 meses, que muitas vezes persiste para além da cura da lesão que lhe deu origem, ou que existe sem lesão aparente.

* EQUIPE
Enfermeira Carla Santiago (Coordenadora) 

* PARCEIROS (AS)
Gustavo César Casagrande, Luiz Bento, Maura Costa e Janaína Oliveira.

* LOCALIZAÇÃO
Rua engenheiro Pedro Gomes, nº 21, bairro Nossa Senhora das Graças - Juiz de Fora/MG.

Sílvia Martins é enfermeira formada


Foto histórica

quinta-feira, 21 de março de 2024

Literatura

 "Mulheres capixabas e suas histórias"


Dedicado às mulheres, o mês de março foi o período escolhido pela escritora e pesquisadora Bárbara Pérez para o lançamento do livro.

As 180 páginas da obra são inteiramente dedicadas às mulheres que simbolizam a riqueza cultural e a diversidade capixaba, que viveram ou vivem no Espírito Santo. Mais que prestar homenagem a elas, a autora apresenta à nova geração os valores dessas mulheres, a partir de suas vivências e realizações. 

Uma dessas personagens é a parteira Dona Benedita, responsável por trazer ao mundo inúmeras crianças do município, incluindo a própria autora. Sua história é resgatada em “As parteiras de Mimoso do Sul”. Já em “As lavadeiras do Rio Muqui”, Bárbara Pérez conta sobre o trabalho das lavadeiras do Córrego do Rochedo e seus dramas. Entre elas, destaca-se Maria de Jesus, negra escravizada que foi estuprada pelo patrão, um fazendeiro branco e rico.

Outra homenageada na obra é Maria Antonieta Tatagiba (1895-1928), principal poetisa, que se tornou a primeira mulher capixaba a escrever e publicar um livro de poemas. Em reconhecimento à sua breve trajetória e importância, o dia de sua morte – 13 de março – foi instituído como o Dia Estadual da Poetisa Capixaba.  

Cada história é um tributo à identidade e ao legado das mulheres que, por meio de suas vivências, contribuíram para a história e cultura do Espírito Santo. Entre elas, Maria Laurinda Adão, que, em suas oito décadas de vida, é considerada uma das figuras mais importantes para a preservação das raízes e tradições do povo afrodescendente, autodefinindo-se como missionária, viajando pelo Brasil e pelo mundo para difundir a cultura que aprendeu na comunidade quilombola de Monte Alegre, em Cachoeiro de Itapemirim.

Futebol

Henrique (José Henrique Fernandes Marques) nasceu em Campello, distrito de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, em 13 de setembro de 1983.

Carreira
Meio-campista

Clubes
Itaperuna/RJ (2003),
Rioverdense/GO (2004),
Atlético/MG (2006),
Remo/PA (2007),
Gama/DF (2007),
Aperibeense/RJ (2008),
Mineiros/GO (2005/2006 e 2009),
Canedense/GO (2009),
Rio Verde/GO (2009),
Anápolis/GO (2010),
Trindade/GO (2010/2011),
Anapolina/GO (2011),
CRAC/GO (2012),
Aparecidense/GO (2012).

Atuou com:
Diego Alves, Éder Luiz, André Santos, Dinélson e Danilinho (Atlético/MG), Val Baiano (Gama) e Finazzi (Anapolina).

Henrique morreu, aos 29 anos, em 23 de outubro de 2012, na estrada Campello/Miracema, em consequência de um acidente automobilístico, sendo seu corpo sepultado no cemitério de Paraoquena, distrito de Pádua/RJ.


Foto histórica

domingo, 17 de março de 2024

Poema - Miracema

por Rhannya Pinheiro*

Nas terras do interior, meu lar encantado,
Onde o tempo se perde, sereno e abençoado.
Ruas calmas, praças acolhedoras a brilhar,
Minha cidade no coração, a me inspirar.
Casinhas coloridas em meio ao verde a dançar,
O cheiro do café, no ar a se espalhar.
Patrimônios, majestosos a contemplar,
Neste cantinho do mundo, eu sei me encontrar.
Caminhos de terra, memórias a recordar,
Histórias contadas, noite a adentrar.
Igreja antiga, sinos a ecoar,
Minha cidade no interior, é onde quero ficar.
Amigos de infância, laços a fortalecer,
Sorrisos sinceros, é fácil perceber.
Tradições a reviver, Neste pedaço de céu,
é sempre bom viver.
Minha cidade no interior, tesouro a preservar,
Onde a simplicidade é riqueza a se encontrar.
Em cada esquina, um pedaço de meu ser,
Neste chão que me viu nascer e crescer.
*Rhannya Pinheiro é escritora e poeta

Foto histórica

terça-feira, 12 de março de 2024

Notável personalidade eclesiástica

Frei Alano Porto de Menezes nasceu em 17 de dezembro de 1919.

Diários Associados
Foi colunista do Diário Mercantil em Juiz de Fora.

Pároco
Foi pároco na Paróquia Jesus Menino Deus em Recreio/MG.
 
Escritor
"Livro das Delicadezas - O mundo de Maria amada"

Convento São José
Viveu os últimos dias de sua vida no Convento São José (extinto) dos Padres Dominicanos no Bairro Serro Azul (conhecido como Chácara dos Dominicanos), região do bairro São Pedro, em Juiz de Fora.

Frei Alano morreu em Juiz de Fora, aos 83 anos, em  26 de outubro de 2003.

Foto histórica

segunda-feira, 11 de março de 2024

Campeonato Paulista 20

Campeonato Paulista e uma injustiça por força do regulamento


Citado por muitos como o campeonato "bam bam bam" do país e com 16 equipes divididas em 04 grupos com 04 times em cada grupo e equipes de um grupo enfrentando equipes dos outros 03 grupos, classificando os 02 primeiros de cada grupo e rebaixando os 02 últimos na soma geral de pontos. 

No Grupo A o Santos se classificou em primeiro, com 25 pontos e a Portuguesa em segundo, com 10 pontos. Santo André com 08 e Ituano com 06, foram as equipes rebaixadas. Coincidentemente, ambas do grupo A.

São Bernardo com 21 pontos (03º do D), Água Santa com 15 (03º do B), Corinthians e Mirassol, com 14 (ambos do C) e Botafogo com 12 (04º do D) somaram mais pontos que a Portuguesa e por força do regulamento, ficaram de fora.

O São Bernardo com 21 pontos teve a mesma pontuação que o Bragantino (01º do grupo C) e mais pontos que a Ponte Preta com 17 (02ª no B) e Inter de Limeira também 17 (02ª no C).

Foto histórica

Aida de Acosta (1884/1962) e Alberto Santos Dumont (1973/1932).



quarta-feira, 6 de março de 2024

Futebol amador

Time do Tozza

Em pé: Ismael, Dení (Valdenir Batista Leite - in memoriam), Elias, Deraldo, Evair, Pepedro e Jair (in memoriam); 
Agachados: Betinho, Liquinho (Paulo César Santana), Amaral (Adriano Pacheco), Joaquim (Joaquim Rodrigues Barbosa Filho), Cido, Sandro, Adilson e Formiga (Luiz Antônio)
Colaboração: Arlindo Luiz Neto, o Dico.

Notável personalidade

sábado, 2 de março de 2024

Futebol amador

Time do bairro Floresta - região sudeste de Juiz de Fora

Em pé: Tionin, Miguel (Miguel Priamo Carbogim), Chico Garcia, Ildefonso, Zé Augusto e Borracha (José Rufino de Souza).

Agachados: Zequinha (José Moreira), Cacau, Alan (Allan Kardec Morais), Nezio e Dr. Sergio (Sérgio Pinheiro de Assis).

quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

“Benfica da Gente - Elos entre memórias do passado e memória do futuro”

De autoria da jornalista Aline Junqueira, a obra é inspirada, com adaptações, no documentário da autora, "Benfica da Gente - A história do bairro-cidade contada por seus moradores", de 2007, 

Benfica, que no passado foi Benfica de Minas e um sub-distrito de Juiz de Fora, pode ser dividida em em três etapas de intensa ocupação urbana:

01 - O primeiro, quando se instalou a FEEA (Fábrica de Explosivos e Espoletas de Artilharia), hoje, IMBEL (Indústria de Material Bélico), cuja produção começa na década de 1940. Nesta época, a região era tipicamente rural. A própria fábrica precisou criar uma estrutura urbana para funcionar (escolas, hospital-maternidade, casa para os operários, etc).  

02 - O segundo momento é na década de 1960. A Fazenda Bemfica já havia sido dividida entre os herdeiros. A parte que hoje é o “centro” da região foi comprada por uma família que promoveu um loteamento popular. O bairro passou a ser visto como uma boa região comercial por presença de público e ausência ou baixa concorrência. No período, obras de infraestrutura foram realizadas pela Prefeitura de Juiz de Fora. O atual Distrito Industrial I foi criado. Surge então um movimento de emancipação do subdistrito Benfica de Minas, o que foi abortado, com a transformação do sub-distrito em bairro.  

03 - O último movimento de ocupação veio na década de 1990, com novos loteamentos populares construídos em outras áreas da antiga Fazenda (Vila Esperança I e Nova Benfica). Também houve posse ilegal de terras que dão origem, posteriormente, ao Bairro Vila Esperança II. Implantou-se o Distrito Industrial II para a instalação de uma montadora de automóveis. Assim, houve uma migração de operários para a região. Desde então, o crescimento populacional é visível.

A autora
Aline da Rocha Junqueira é jornalista, graduada em Comunicação Social pela UFJF, com mestrado em Comunicação e Cultura pela UFRJ, ex-assessora parlamentar, ex-presidente da associação de moradores de Benfica e atual secretária de Sustentabilidade em Meio Ambiente e Atividades Urbanas da prefeitura de Juiz de Fora

Foto histórica

domingo, 25 de fevereiro de 2024

Literatura

Memórias de uma família mineira: os Assis de Juiz de Fora

De autoria da historiadora Graça Salgado, a obra descreve com precisão os três séculos de existência de um grupo familiar, em cujas raízes seculares se encontra boa parte da memória da cidade de Juiz de Fora/MG.  

Com grande destaque e influência em seu local de origem, a história contada neste livro também se constitui num precioso documento para a abordagem da vida privada de certo tipo de família brasileira, percorrendo cinco gerações e mostrando sua convivência com personagens de relevo da política nacional, como Getúlio Vargas, muitas vezes presentes nas relações sociais dos Assis. 

Gente de ascendência rural afeita à lida com a terra, embora imersa na cultura decorrente desse tipo de experiência, consegue o feito de migrar, com igual sucesso, para a indústria e para os serviços necessários ao bom andamento da vida na cidade. Nesse rumo, os Assis atuaram no que havia de mais moderno na primeira metade do século XX no transporte.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Campeonato Mineiro do módulo dois /2024

Primeira fase - de 04 de maio a 22 de junho.


Chave A: Aymorés (Ubá), Betim, Democrata (Sete Lagoas), Nacional (Muriaé), Tupi (Juiz de Fora) e Valeriodoce (Itabira).

Chave B: Boa Esporte (Varginha), Caldense (Poços de Caldas), Mamoré (Patos de Minas), North (Montes Claros), Varginha e URT (Patos de Minas).

Jogos do Tupi

04/05 - Tupi x Betim
11/05 - Democrata/SL x Tupi
15/05 - Aymorés x Tupi
18/05 - Tupi x Valério
25/05 - Nacional x Tupi
01/06 - Tupi x Nacional
05/06 - Valério x Tupi
08/06 - Tupi x Aymorés
15/06 - Tupi x Democrata/SL
22/06 - Betim x Tupi.

Foto histórica

O Sousa Esporte Clube foi fundado em 10 de julho de 1991, que tem como mascote o dinossauro, manda seus jogos no estádio Antônio Mariz, o Marizão, com capacidade para 14 mil espectadores.

O lateral juizforano, Edvaldo Alves Vidal, atuou pela equipe paraibana na temporada de 1995.