segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

A despedida de ZICO

30 anos depois
Data: 02 de dezembro de 1989
Local: Juiz de Fora-MG
Flamengo: Zé Carlos, Josimar, Júnior, Rogério e Leonardo (Marcelinho Carioca); Aílton, Luís Carlos e , Zico (Uidemar); Renato Gaúcho, Bujica e Zinho. Técnico: Waldir Espinosa
Fluminense: Ricardo Pinto, Carlos André, Edson Mariano, Alexandre Torres e Marcelo Barreto; Vítor Pereira, Donizete Oliveira, Wander Luiz e Franklin (Marcelo Henrique); Sílvio e João Santos (Dedei). Técnico: Telê Santana. 
Gols: Zico aos 21 do primeiro tempo, Renato aos 07, Luís Carlos aos 22, Uidemar aos 31 e Bujica aos 43, do segundo tempo.
Árbitro: Aloisio Viug 
CA: Rogério, Júnior, Ailton e Luiz Carlos (Flamengo) e Alexandre Torres e Marcelo Henrique (Fluminense).
Público: 13.783 pagantes
Renda: NCz$ 287.370

EU ESTAVA LÁ:
A rádio Capital de Juiz de Fora transmitiu o jogo: 
Narração: Lúcio Andrade (primeiro tempo) e Jurandi de Oliveira (segundo tempo),
Comentários: Humberto Zaghetto e Randall de Oliveira,
Reportagens: Tony Martins (Flamengo) e Carlos Ferreira (Fluminense),
Plantão: Chico Cícero.

- O goleiro Ricardo Pinto até então, nunca havia sofrido um gol de Zico. Aos 21 minutos do primeiro tempo, Zico recebeu a bola próximo à área e deu um drible debaixo das pernas de Donizete Oliveira. Falta, Zico bateu e fez Flamengo 1 x 0. No segundo tempo, antes de ser substituído por Uidemar, Zico deu o passe para Renato Gaúcho marcar o segundo do Flamengo. 
- Zico ainda fez uma festa de despedida em um amistoso entre o Flamengo e a Seleção do Mundo, em fevereiro de 1990. Jogou no Kashima Antlers, do Japão, e na Seleção Brasileira de Beach Soccer. Mas o jogo de Juiz de Fora foi o último em uma competição oficial pelo Flamengo. Um dos vestiários do estádio recebe o nome de Artur Antunes Coimbra, o outro, inexplicavelmente, recebe o nome de Edson Arantes do Nascimento.  

Nenhum comentário: