sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Perdas

Marcelo Di Lallo
Morreu na manhã desta quarta-feira, 19\10, aos 50 anos, o jornalista esportivo Marcelo Di Lallo. Di Lallo estava praticando exercícios físicos quando se sentiu mal e desmaiou. Apesar do socorro, ele não resistiu. Di Lallo trabalhou nas rádios Record, Capital, Gazeta e CBN. Em 2007, ajudou a criar a Rádio Estadão/ESPN e lá ficou até 2012.

Orival Pessini
Morreu na madrugada desta sexta-feira, 14\10 em São Paulo, aos 72 anos, Orival Pessini, criador do Fofão e Patropi. Nascido em Maurília, no oeste do estado de São Paulo, em 1944, o ator e humorista de tinha câncer no baço e estava internado no Hospital São Luiz, no bairro do Morumbi, Zona Sul da capital Paulista.

Zuleide Ranieri
Morreu na manhã desta sexta-feira, 14\10, Zuleide Ranieri radialista que marcou época como narradora de futebol na Rádio Mulher, nos anos de 1970. O sepultamento está marcado para sábado, 15\190, no Cemitério dos Jesuítas, em Embu das Artes, na região Metropolitana de São Paulo. Além da Rádio Mulher de São Paulo, Zuleide trabalhou nas rádios Piratininga de São José dos Campos e Cacique, de Santos.

Flávio Gikovate
O psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Flávio Gikovate morreu aos 73 anos em São Paulo nesta quinta-feira, 13\10. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital, para tratar de um câncer descoberto em março. 

José de Barros
O radialista José de Barros morreu em Juiz de Fora na manha deste sábado, 01\10, aos 84 anos, na Santa Casa de Misericórdia e o sepultado está marcado para domingo, no cemitério Parque da Saudade. Nascido em 18 de janeiro de 1932, em Conceição do Formoso, distrito de Santos Dumont, José de Barros chegou a Juiz de Fora em 1944 e ficou 55 anos ininterruptos “no ar” numa mesma emissora de rádio da cidade. José de Vicente de Barros, que também foi vereador ( ) era pai de dois filhos (os médicos Rogério de Barros e José Vicente de Barros Júnior) e avô de três netos.



Nenhum comentário: