sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Literatura

“O Samba de Juiz de Fora – Vinte Biografias”
Reunindo caricaturas e pequenas biografias de 20 compositores de samba da cidade, reconhecidos pela importância de suas obras na formação do repertório musical juiz-forano, a obra  é uma iniciativa do pesquisador Daniel Difilippo. Os textos são assinados pelo músico Márcio Gomes e as caricaturas pelo ilustrador Luiz Felipe Gonçalves.

Desde compositores pioneiros, da década de 1930, até nomes atuais do samba:
Alfredo Toschi, Armando Fernandes Aguiar (Mamão), Armando Toschi (Ministrinho), Danilo Soares, Djalma de Carvalho, Edynel Raimundo Vieira, Ernâni Ciuffo, Felisberto Alonso Perez, Flávio Aloísio Carneiro (Flavinho da Juventude), Geraldo Batista Teixeira (Camarão), Geraldo Santana, João Cardoso, José Almada Moreira (Zezé do Pandeiro), José Benedito da Silva (“Biné”), José Miranda Ribeiro (Juquita), Nilton Santos (Mestre Cocada), Paulo Messias, Paulo José Reis (Paulinho Jalão), Roberto Faria de Medeiros e Waldyr de Souza (Jaú).

Um comentário:

Carlos Ferreira disse...

O CD “Ponto do Samba” é coordenado pelos artistas Roger Resende, Juliana Stanzani e Carlos Fernando, com doze faixas que traz as vozes de Alessandra Crispin, Sandra Portella, Juliana Stanzani e Dionysia Moreira. Entre as músicas estão composições de Carlos Fernando e Roger Resende - que também assinam a direção musical, Kadu Mauad, Bruno Tuler, Tiago Rattes, Gilbert Salles, João Cardoso, Nely Gonçalves, Cacaudio, Dudu Costa, Fabrício Nogueira, Renato da Lapa, Douglas Poerner, Ministrinho, Mamão, Toinho Gomes, Carioca e Alfredo Toschi.