segunda-feira, 8 de julho de 2013

Futebol

Botafogo tem prejuízo de R$ 41 mil com clássico na Arena Pernambuco, que foi o  maior prejuízo do clube nesse Brasileiro.
Botafogo 1 x 0 Fliminense
Público pagante:  7.882 torcedores
Público não pagante: 1.787
Público total:  9.669.
Renda b ruta: R$ 368.550

O principal motivo para que o Botafogo tivesse prejuízo na partida (apesar do maior público do clube no Brasileiro) foi a taxa de aluguel da Arena Pernambuco, que foi de R$ 270 mil reais. Além disso, o clube carioca teve como principais despesas a taxa paga à Federação Estadual do Rio de Janeiro (R$ 36.855) e a confecção de ingressos (R$ 26 mil). Além disso, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) embolsou R$ 18.475,50 com o clássico.

Somadas, as despesas da partida chegaram a R$ 410.015,24, contra R$ 368.550 da renda bruta.

Se o Botafogo lamenta o prejuízo financeiro na Arena Pernambuco, o Náutico não tem do que reclamar do seu primeiro jogo oficial no estádio. Isso porque a renda líquida do clube pernambucano na partida contra a Ponte Preta foi de R$ 423.866,69, mais que a soma da renda líquidas dos dois jogos nos Aflitos, contra Vitória (R$ 137.447,84) e Portuguesa (R$ 181.581,69).
Vale lembrar que, como parceiro do consórcio que administra o estádio, o Náutico não paga a taxa de aluguel da Arena, mas divide a renda com os administradores da praça esportiva.

Náutico 1 x 3 Ponte Preta
Público pagante: 19.414
Renda bruta: R$ 469.420

Série C
Santa Cruz 1 x 0 Cuiabá
Público pagante: 18.550 torcedores
Renda: R$ 214.110,00

Nenhum comentário: