sexta-feira, 31 de maio de 2013

Piquitito

Francisco Osvaldo Pereira Reis, o Piquitito, filho do Senhor Wenceslau, nasceu em Monte Santo de Minas, no Sul do Estado.
por Carlos Ferreira
Primeira vez que o vi foi no dia 17 de setembro de 1994, no Mineirão, por ocasião do jogo Atético 0 x 0 São Paulo, pelo campeonato brasileiro, em que serviu de teste para a Rádio Inconfidência selecionar seus candidatos a narrador (uma vaga) e repórteres (duas vagas). Piquitito foi o narrador aprovado e Magela Martins (de Sete Lagoas) e Luiz Donizete (de Ponte Nova) foram os repórteres aprovados. Depois Silas Ferreira, de Congonhas, Jorge Kilerse, de Sete Lagoas (acho que é assim que se escreve), Flávio Júnior, Marcio Elias, Fausto Baia, um calvo, de sobrenome Guerra, da região de Itabira, posteriormente foram chamados e trabalharam na emissora.

Luiz Carlos Silva, de Mariana e que hoje está na Itatiaia de Ouro Preto também esteve lá mas não participou do teste. Lembro que fizerem o teste para narrador o Jorge Eustáquio, de Araxá, o Da Cruz Diniz, de Itabira e outros que não lembro mais os nomes.

A Inconfidência tinha Waldir de Castro, Luiz Chaves, Toni José (que no dia viajou para São Paulo para fazer Santos e Cruzeiro), Luiz Otávio de Melo Pena, Mário Savaget, Marcos Russo, Jota Moreira e outros nomes, que me fogem agora.

Lembro que nesse dia Paulo Soares e Romeu Cesar fizeram o jogo pela Globo São Paulo, Reinaldo Costa pela Record e Nilson César pela Jovem Pan. Todos ficaram naquelas cabines que ficavam próximas ao teto do Mineirão.

Com mérito,  Piquitito deixou o interior e foi para a capital e manteve a humildade de sempre receber bem nós, da crônica esportiva do interior. Em 2002, com a criação da Globo Brasil, trocou de casa e manteve a humildade. Hoje, merecidamente, é tão destacado na mídia pela emoção demonstrada na defesa do penalti, quanto a importante classificação do Atlético.

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá, sou Luiz Donizete, citado nesta matéria, hoje estou na Rádio Montanhesa de Ponte Nova, e proprietário do site www.unidadenoticias.com
Vale lembrar que foram mais de 150 inscrito de todos o Brasil para disputar as duas vagas de repórter.

Um abraço,

Luiz Donizete F. Alves

Anônimo disse...

De todos estes aí deste timaço da Rádio Inconfidência, este Mário Savaget pra mim é o narrador mais técnico que já ouvi. Sou de Divinópolis e tenho ouvido ele ultimamente pela Rádio Minas Estadão ESPN - www.radiominasam.com.br, onde tem feitos jogos da Libertadores e Campeonato Brasileiro. Como sou muito novo, não lembrava dele na Inconfidência, mas meu pai sim e concrdo comigo.