terça-feira, 6 de setembro de 2011

José Américo Barcellos (10/07/32-05/09/11)

Morre radialista José Américo Barcellos
Morreu ontem na Casa de Caridade de Leopoldina, aos 79 anos, o radialista José Américo Barcellos. De acordo com a assessoria do Hospital, José Américo estava internado na UTI daquela unidade hospitalar desde a manhã de sábado e morreu no começo da tarde desta segunda-feira, 05/09, vítima de sepcemia (infecção generalizada).

Dentista e professor por formação, José Américo, que era contemporãneo de Mário Helênio de Lery Guimarães e Dirceu Costa Ferreira (1937-2000), fez sucesso nas Rádios Cataguases AM 550, Leopoldina AM 1560 e 104 FM, tendo exercido várias funções na radiofonia, inclusive de Gerência.

Nascido em Dom Silvério-MG, em 10/07/1932, José Américo iniciou carreira no rádio na década de 1950 na Rádio Sciedade de Leopoldina. Viúvo de Wanda Bella Barcelloos, deixa o filho Helder Bella Barcellos, a nora Walkíria Tomé Barcellos e as netas Letícia e Lara.

O velório está sendo realizado na capela mortuária do Lions Club e o sepultamento está marcado para às 13 horas desta terça-feira, 06/09, no cemitério de Nossa Senhora do Carmo, em Leopoldina.

Nenhum comentário: