sábado, 29 de setembro de 2012

Futebol

Tupi-MG 1 x 1 Vila Nova-GO

Gols: Tupi:-Alexandro, aos 18’do 1T; Vila Nova: Marion, aos 26’do 1T

Tupi: Rodrigo, Alex Tavassos, Wesley Ladeira, Sílvio e Fabrício Soares (Henrique); Assis, Leo Salino (George),Glauber e Allan (Hugo); Fabinho e Alexandro. Técnico: Antonio Carlos Roy.

Villa Nova: Ruan, Nego, César Gaúcho, Rafael Vaz e André Luiz; Russo, Jorginho (Diego), Ricardinho e Léo Costa (Evandro); Pedro Júnior e Marion (Eduardo Amparo). Técnico: Ney da Mata
Arbitragem: Marielson Alves Silva/BA, Carlos Emanuel Mazolillo Sautchuk/TO, Elicarlos Franco de Oliveira/BA e 04ª:Marcus Vinícius Sá dos Santos/MG

Cartões Amarelos: Villa Nova:-André Luiz, Russo e Eduardo Amparo
Público: 892 pagantes
Público total: 977
Renda: R$ 8.737,50

Taça Minas


Em jogo válido pela quinta rodada da Taça Minas Gerais, o Boa venceu o Uberaba, neste sábado, de virada, por 2 a 1, na casa do adversário. Os gols da equipe boveta foram marcados por Jonatas Obina e Rafael (contra), ambos na etapa final. Daniel Moraes, no primeiro tempo, marcou o único gol da equipe do Triângulo Mineiro.

Com a vitória, o Boa assumiu a terceira colocação, com cinco pontos e um jogo a menos que os dois primeiros colocados.

Já o Uberlândia, em jogo válido pela sexta rodada, superou o Nacional de Nova Serrana, no Parque do Sabiá. O gol foi marcado por Bruno, aos 30 minutos do segundo tempo. Com o triunfo, o Uberlândia chegou aos nove pontos, um a menos que o líder Villa Nova.

Hebe Camargo

Morre em São Paulo, aos 83 anos, a apresentadora Hebe Camargo

A apresentadora Hebe Camargo morreu na madrugada deste sábado (29), aos 83 anos, após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, no Morumbi, em São Paulo. Hebe lutava contra um câncer no peritônio, diagnosticado em janeiro 2010.
A saúde de Hebe se agravou nos últimos seis meses. Em março, ela passou por uma cirurgia de emergência para a retirada de um tumor no intestino, em junho ela precisou retirar a vesícula. Um mês depois, Hebe não estava conseguindo se alimentar adequadamente e ficou cinco dias internada para um tratamento de suporte nutricional e metabólico. O mesmo aconteceu em agosto.
Na quinta (27), o SBT anunciou que a apresentadora voltaria à emissora, de onde havia saído para apresentar um programa na Rede TV!. 

 Na Rede TV!, onde ficou contratada 2011 até agosto de 2012, ela apresentou dez programas inéditos. O último “Hebe” inédito foi ao ar foi no dia 19 de junho. Desde então, devido ao afastamento de Hebe por conta da doença, foram exibidas reprises, sempre às terças, às 22h30.
A última gravação em vídeo feita por Hebe foi em julho, após a alta hospitalar, quando ela recebeu em sua casa a visita de amigos, como a apresentadora Astrid Fontenelle e o cantor Pedro Leonardo. Na ocasião, ela também lançou seu canal oficial no YouTube, site de compartilhamento de vídeos, para mandar recados aos seus fãs e internautas.

Apresentadora participou da primeira transmissão ao vivo da TV brasileira
Hebe Camargo nasceu na cidade de Taubaté, no interior de São Paulo, no dia 8 de março de 1929. Cursou somente até o quarto ano primário e um de seus primeiros empregos foi de arrumadeira, na casa de um parente rico.

Aos 11 anos, participava de programas de calouros em emissoras de rádio para ajudar a sustentar a família. Em 1943, formou com a irmã Stella a dupla musical Rosalinda e Florisbela.
Seguiu na carreira de cantora com apresentações de sambas e boleros em boates até que abandonou a música para se dedicar ao rádio e à TV. Estava no grupo que foi ao porto de Santos, em São Paulo, para buscar os equipamentos de televisão para a formação da primeira rede brasileira, a TV Tupi. Também foi convidada por Assis Chateaubriand para participar da primeira transmissão ao vivo da TV brasileira, no bairro do Sumaré, em São Paulo, em 1950.

Estreou na TV em 1955, no primeiro programa feminino da TV brasileira, "O Mundo é das Mulheres", da emissora de TV carioca, na qual chegou a apresentar cinco programas por semana.
Em 10 de abril de 1966 foi ao ar, pela primeira vez, o programa dominical de Hebe pela TV Record. Passou por quase todas as emissoras de TV do Brasil, entre elas a Record e a Bandeirantes, nas décadas de 1970 e 1980.

Em 1986 foi para o SBT, emissora na qual apresentou três programas: "Hebe"; "Hebe Por Elas"; e "Fora do Ar". Em 1995, gravou um CD com seus maiores sucessos pela EMI. Em 1999, voltou a lançar outro CD. Além da carreira de apresentadora e cantora, atuou em alguns filmes e foi convidada especial de novelas e programas humorísticos.

Em dezembro de 2010, Hebe deixou o SBT, depois de 24 anos. Dias antes de anunciar sua saída da emissora de Silvio Santos, Hebe teve a permissão do canal para gravar com o apresentador Fausto Silva o “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, onde recebeu uma homenagem.
Hebe fechou um contrato para apresentar um programa semanal na RedeTV!, onde comandou todas as terças – desde o dia 15 de março de 2011 – uma atração nos mesmos moldes dos tempos no SBT


                Fonte:www.uol.com.br/

  A Diva Hebe 

por Ataíde Lemos*

Hoje a televisão brasileira
Está de luto, pois, uma estrela
Que quase uma vida inteira
Iluminou o palco se foi.
Sua partida abriu uma lacuna
Que é a ausência do brilho
Que dela reluzia
Pela sua espontaneidade
Alegria que esta diva
Do rádio e da televisão possuía.

Apresentadora, cantora,
Interprete...
De um carisma invejável,
Incontestável...
Que construiu uma história
E agora, transforma em saudade
Que permanecerá na memória
Dos artistas e todos os brasileiros.

Mesmo diante da doença
Seu sorriso era marcante
E confortante
Ainda com uma dor imensa
Que sofria, transmitia esperança,
Pela fé em sua crença.

*Ataíde Lemos é escritor e poeta

 

 

 

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Literatura

"Erratas pensantes: Relações entre Machado e Proust"
Resultado das palestras que integraram as atividades culturais das exposições Le sacre moderne e Doce França, realizadas pelo Museu de Arte Murilo Mendes, em parceria com o Museu Mariano Procópio, o livro Erratas pensantes, de autoria de Rachel Jardim e Lúcia Bettencourt, discute as relações entre o escritor brasileiro Machado de Assis e o francês Marcel Proust. Intitulado Erratas pensantes – os eus sucessivos em Machado e Proust, o texto de Rachel aborda a crítica psicológica, a época, a questão das cidades e a linguagem não cronológica – repleta de idas e vindas no tempo – como os principais pontos de convergência entre os dois autores. “O romance chega à modernidade com Balzac e à plenitude com Proust, a partir do qual a ordem cronológica é rompida. Passado, presente e futuro se fundem, então, em constantes idas e voltas”, defende a escritora, apontando que a importância de ambos reside na radical transformação da concepção do romance.
Fonte: www.ufjf.br/

Série C 2012

Tupi-MG: Rodrigo, Alex Travassos, Wesley Ladeira (Adalberto), Sílvio e Jean Batista (Fabício Soares), Assis, Léo Salino, Michel Cury e Glauber; Fabinho e Alexandro. Técnico: Antonio Carlos Roy.
Villa Nova-GO:  Ruan; Nêgo, Rafael Vaz, César e Reivan; Russo, Ricardinho, Jorginho e André Luiz; Marion e Pedro Júnior. Técnico: Nei da Mata.
Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), Carlos Emanoel Manzolillo (BA) e Eli Carlos Franco Oliveira (BA). 

Foram dispensados:
Alex (goleiro), Magalhaes (lateral) e Deon (atacante).

"Jejum"
A última vitória do Vila fora de Goiãnia aconteceu no dia 20 de setembro do ano passado, quando venceu o ABC de Natal-RN, por 2 a 1, ainda pela Série B. De lá pra cá foram mais 12 jogos (seis na B e outros seis na C de 2012), sendo oito derrotas e quatro empates.

Literatura

"Num reino à beira do rio"

O poeta Murilo Mendes (1901-1975), quando adolescente, em Juiz de Fora, transcreveu diversos poemas no "caderno de moça" de sua vizinha, Maria Luiza. Anos mais tarde, Maria Luiza legou o caderno à sua filha, a escritora Rachel Jardim. Num reino à beira do rio é dividido em três partes: um relato memorialístico que passeia por tempos e espaços de uma antiga Juiz de Fora; os manuscritos de Murilo Mendes e a análise crítica dos poemas, com um breve perfil dos poetas transcritos, feita pelo conceituado crítico Alexei Bueno.  
Fonte: www.ufjf.br/

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Eleições 2012

No dia 07 de outubro, eleitor votará para prefeito e vereador em todo o país.
Quociente eleitoral e partidário definem quantas vagas cada partido terá.

São mais de 449 mil candidatos a uma vaga no Legislativo e mais de 15,5 mil disputando o comando do Executivo nos 5.568 municípios do Brasil.
As duas escolhas, no entanto, seguem procedimentos distintos de contagem de votos. Na eleição para as prefeituras, o sistema utilizado é o majoritário, e na de vereador, o proporcional.

O candidato a prefeito é eleito com mais de 50% dos votos válidos (excluídos brancos e nulos). O sistema majoritário é usado nas eleições de presidente, governador, prefeito e senador.
No sistema proporcional, adotado nas eleições para o Legislativo – exceto o Senado –, a quantidade de votos nem sempre elege um candidato. O que determina o preenchimento das vagas é a votação obtida pelo partido ou coligação.

Quociente eleitoral
Votar para vereador significa: escolher o próprio candidato ou votar na legenda. No final da eleição, todos esses votos serão somados para o partido.
Se mais de um partido se une, formando uma coligação, esta também concentra os votos válidos, como se fosse um partido só.
O que define quais partidos ou coligações têm direito de ocupar as vagas em disputa é o quociente eleitoral.
Esse número é obtido pela divisão do total de votos válidos apurados pelo número de vagas a serem preenchidas. Se o número não for inteiro, fica desprezada a fração igual ou menor do que meio. Se for superior, é equivalente a mais um.
Em seguida é feito o cálculo do quociente partidário. Os votos válidos recebidos pelos partidos da coligação (nominais ou de legenda) são divididos pelo quociente eleitoral, resultando no número de cadeiras que a coligação pode ocupar. Os melhores colocados de cada partido ou coligação preenchem as vagas.

Exemplo
Em uma cidade com 100 mil habitantes, por exemplo, a Câmara Municipal tem 17 vagas a serem preenchidas.
Se os votos válidos somam 85 mil, o quociente eleitoral é de 5 mil votos (85 mil dividido por 17).
Assim, se uma coligação consegue 20 mil votos, tem direito a eleger quatro vereadores (20 mil dividido por 5 mil).
Por essa conta, um candidato com poucos votos pode chegar a ser eleito, se fizer parte de uma coligação que conte com um “puxador de votos”.
O chamado "puxador" é um candidato que acumula uma quantidade de votos tão grande que leva para cima o quociente eleitoral e acaba garantindo – além da dele – mais vagas para a coligação, nas quais entram candidatos que tiveram poucos votos.
Os "puxadores" normalmente são celebridades ou personalidades muito conhecidas, que os partidos e coligações lançam como candidatos na eleição proporcional para alavancar a votação e aumentar o quociente eleitoral.
Foi o caso do deputado federal Tiririca (PR) nas eleições de 2010. Com a maior votação do Brasil, ele “puxou” mais três candidatos que, sozinhos, não seriam eleitos.
Naquela eleição, o quociente eleitoral para deputado federal em São Paulo foi de 304.533 votos.
Dividindo o total de votos do deputado (1.353.820) pelo quociente eleitoral, o resultado foi 4,45. Isso significa que os votos de Tiririca foram suficientes para eleger quatro deputados na coligação – ele mesmo e mais três.
Isso foi possível graças à chamada "sobra", que alçou à Câmara dos Deputados Otoniel Lima (PRB), o delegado Protógenes Queiroz (PC do B)  e Vanderlei Siraque (PT), membros da coligação de Tiririca. Cada um obteve, respectivamente, 95.971, 94.906 e 93.314 votos.
Quanto mais votos a legenda ou coligação conseguir, maior será o número de cadeiras  destinadas a ela no parlamento. Quem não atinge o quociente eleitoral, não tem direito a nenhuma cadeira.

Fonte: www.gmc.com.br/

Literatura

"Confissões de um Padre Cientista"

Este livro é uma compilação fidedigna dos MANUSCRITOS do Cientista e Padre Roberto Landell de Moura, datado no ano de 1906 a 1907, sem alterar absolutamente nada em relação à linguagem da época. Nele, a autora, Vânia Maria Abatte, narra o estudo e comprovação científica sobre os Exorcismos e, o que Landell de Moura descobriu em relação ao PERIANTO, a energia que envolve os corpos vivos denominados pela ciência atual de Corpo Bioplasmático e conhecida popularmente como aura humana. Esta obra conduz o leitor a voltar ao século passado e ler as Confissões de um Padre Cientista e Inovador.

Villa Nova Atlético Clube

O Villa Nova fará um jogo-treino nesta sexta-feira, 28/09, contra o Ponte Nova Futebol Clube, às 19h, no Estádio do Palmeirense. A equipe adversária, que foi fundada recentemente por empresários da região, fará a estreia de seu uniforme diante do Leão do Bonfim.
                            Ponte Nova é o município em que nasceu o atual técnico do Leão do Bonfim, Reinaldo Lima.
                            A única baixa do Leão é o volante Marcus Pinguim, que se recupera de uma contusão no joelho. Alemão deverá ser o substituto.
                            O último jogo do Villa pela competição estadual. a Taça Minas, foi no dia 09 de setembro (vitória sobre o Uberaba por 1x0). A próxima partida será no dia 10 de outubro, quando o Leão abrirá o returno, no Triângulo Mineiro, contra o Zebu.
                            O Villa é o líder e invicto da Taça Minas, com 10 pontos ganhos.

Literatura



“Mineiro Maneiro”
Livro de crônicas, escrito  pelo médico e escritor Recreiense, Ary Guilherme Ferreira.

O autor
Ary Guilherme Ferreira nasceu em Recreio-MG, cidade de 10.194 de habitantes (IBGE/2010). Filho de João Guilherme(i.m.) e Prazires Ferraz Guilherme(i.m) , reside no Rio de Janeiro e é casado com Marlene Maria Moraes Ferreira. O autor é médico há mais de 50 anos, foi um dos primeiros recreienses a se formar na profissão. É pós- graduado em Otoneurologia  (PUC) , parapsicólogo clínico do sistema Grisa e membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
A arrecadação com a venda do livro está sendo doada para a APAE (Associação de Pais e Amigos do Excepcional) de Recreio.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

E tudo mudou...

O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss
O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib, Que virou silicone

                    A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
                    A escova virou chapinha
                   'Problemas de moça' viraram TPM
                    Confete virou MM

A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose.
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou musse
Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal

                  Ninguém mais vê...
                  Ping-Pong virou Babaloo
                  O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão

                  O que era praça virou shopping
                  A areia virou ringue
                  A caneta virou teclado
                  O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email

                  O namoro agora é virtual
                  A cantada virou torpedo
                  E do 'não' não se tem medo
                  O break virou street
                  O samba, pagode
                  O carnaval de rua virou Sapucaí
                  O folclore brasileiro, halloween
                  O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bis

                 Polícia e ladrão virou Counter Strike

Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato

                 Chico sumiu da FM e TV

Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita ?
Gal virou fênix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...
A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência esta coisa maldita!

                A maconha é calmante

O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...
... De tudo.

Inclusive de notar essas diferenças.

(Luiz Fernando Veríssimo)

Radiodifusão



                                     Rádio Bradesco Esportes FM
O Grupo Bandeirantes de Comunicação lança nesta quarta-feira, 26/09, a rádio Bradesco Esportes FM 91,1, no Rio de Janeiro. A programação será totalmente voltada para o esporte, com dicas de saúde e bem-estar, e estará em rede com as emissoras de São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte. O início das transmissões será marcado pelo jogo Flamengo e Atlético Mineiro, a partir das 21h, no estádio Engenhão. Desportivas e autoridades já confirmaram presença na festa de lançamento que acontecerá no Hotel Copacabana Palace.
O locutor esportivo José Carlos Araújo comanda a principal equipe da emissora carioca composta pelo comentarista Gerson (o “canhotinha de ouro”), o apresentador Gilson Ricardo, o repórter Jorge Eduardo e o produtor Bruno Cantarelli. Todos deixaram a Rádio Globo para participar deste novo projeto. O técnico de basquete medalha de prata na Olimpíada de Atlanta, Miguel Ângelo da Luz, e as gêmeas do nado sincronizado Bia e Branca Feres também estarão no ar.

A Bradesco Esportes, iniciativa que tem o apoio do Grupo Bel, entra no ar no momento oportuno em que o País se prepara para sediar a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as Olimpíadas.
Fonte: