segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Explosão demográfica

Um Planeta com sete bilhões de pessoas
A Organização das Nações Unidas (ONU) convencionou que esta segunda-feira (31) marca o dia em que a população mundial chegará à marca de sete bilhões de pessoas.

Um dos grandes desafios impostos por esse contingente populacional, que cresceu a taxas assustadoras nos últimos 50 anos, é o rápido envelhecimento da população em alguns países, enquanto outros têm taxas de natalidade mais altas, criando um número inédito de jovens e idosos.

Homens/mulheres
O planeta tem 57 milhões de homens a mais do que mulheres, segundo relatório das Nações Unidas (ONU).

De acordo com o documento, a maior parte dos países tem mais mulheres do que homens, como é o caso do Brasil, onde existem 97 homens para cada 100 mulheres. Porém, os países mais populosos do mundo têm mais homens do que mulheres, o que explica a disparidade.

A China, por exemplo, tem 108 homens para cada 100 mulheres. A Índia tem 107 homens para cada 100 mulheres; o Paquistão, 106, e Bangladesh, 102. A média mundial é de 102 homens para cada 100 mulheres.

Segundo o relatório, a disparidade entre o número de homens e mulheres pode ser “consequência de uma preferência por filhos em vez de filhas”. “A detecção antecipada do sexo do feto pode levar a um número maior de abortos de fetos femininos”, afirma o documento. Na China, a política do filho único, que teve como consequência um grande número de abortos, principalmente de meninas, completou 30 anos em setembro.

Mais senhoras
O estudo mostra ainda que há mais homens nas camadas mais jovens da população, enquanto as mulheres dominam os grupos mais velhos. Na média global, as mulheres com mais de 60 anos constituem mais de 50% da população. Na Europa Ocidental, por exemplo, elas são 63% dos idosos.

Apesar de as mulheres se casarem cada vez mais tarde, no Níger 20% das meninas com menos de 15 anos já estão casadas, afirma o relatório.

As mulheres são mais propensas do que os homens a morrer de doenças cardiovasculares. Em níveis globais, essas doenças foram a principal causa de morte em 2004, matando 32% das mulheres e 27% dos homens.

Tupi (Juiz de Fora-MG)

A delegação do Tupi desembarcou no Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitanana de Horizonte, às 15h25 desta segunda-feira, 3110, vinda de Goiânia (GO). Porém, os Heróis do Acesso que conseguiram a tão sonhada vaga na Série C em 2012 ficaramm pouco tempo em Minas Gerais. Às 16h, os Carijós embarcaram em ônibus para Araraquara (SP), onde permanecem até o meio de tarde da quarta-feira, 02/11, dia do primeiro jogo das semifinais da Série D, contra o Oeste, marcado para às 20h30, no Estádio Municipal de Itápolis (SP). A previsão de chegada a Araraquara é às 02h de terça-feira, 01/1.Na cidade, o Galo faz um treino às 17h de amanhã.

SUBIU
Está escrito – ou deveria estar - nas regras dos deuses de futebol (e também nas do Deus único) que aqueles que perseguem uma glória com paixão a conseguem um dia. O dia e a hora do Tupi Futebol Clube chegaram: 30 de outubro de 2011, em Anápolis (GO), por volta das 18h50, ao final da partida contra a Anapolina: empate em 2 a 2. Foi o bastante: o Galo está nas semifinais da Série D e, principalmente, na Série C de 2012 – ano do centenário dos Carijós.

E como escreveu Homero, não há glória maior para um homem que aquela conquistada com os pés e as mãos. As mãos de Rodrigo e os pés de Adalberto, Wesley Ladeira, Silvio e Augusto; Assis, Marcel, Luciano Ratinho e Vitinho; Ademilson e Allan. Henrique, Chrys e Michel.

E não foi fácil, mas bem ao estilo Carijó. O time levou um golpe, aos 30 minutos do primeiro tempo (através de Nonato). No segundo tempo ficou com um jogador a mais e perdeu um caminhão de gols. Todos inacreditáveis. Com Allan, cara a cara, para fora; com Henrique, cara a cara, defesa do goleiro; Com Luciano Ratinho e com Ademilson, que demorou a chutar.

Os Deuses do Futebol costumam castigar e Celso fez o segundo gol do Anapolina, aos 30.
Mas, com o Tupi os Deuses do Futebol apenas avisam. E três minutos depois, Augusto cruzou, Wesley Ladeira escorou e Ademilson só cumprimentou. E aos 43 minutos, Henrique fez grande jogada e Ademilson colocou a bola no ângulo.

O Tupi jogou, empatou e se classificou com Rodrigo, Adalberto, Wesley Ladeira, Silvio e Augusto; Assis, Marcel, Luciano Ratinho (Chrys) e Vitinho (Henrique); Ademilson e Allan (Michel). Técnico: Ricardo Drubscky.
A Anapolina, do técnico Nivaldo Lancuna, atuou com Edinho, Flávio, Duda, Celso e Jadilson (Dill); Emerson Cris, Jacó e Cleiton; Valdanes (Rivaldo), Nonato e Raylan (Potita).
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR), auxiliado por Marrubson Mello Freitas e Luciano Benevides de Sousa (ambos do Distrito Federal – DF)
Cartões amarelos: Ademilson e Adalberto (Tupi), Duda e Flávio (Anapolina)
Cartão vermelho: Emerson Cris
Público: 2.720 pagantes
Renda: R$ 16.085

sábado, 29 de outubro de 2011

Mobilidade urbana

Linha Verde
A Linha Verde é uma via expressa lançada 24 de maio de 2005 pelo governo do estado de Minas Gerais. Trata-se de um conjunto de obras viárias que envolve Belo Horizonte e a sua região metropolitana.

A via, que incluiu intervenções nas avenidas Andradas, do Contorno, Cristiano Machado, e na rodovia MG-010, tem 35,4 km de extensão e liga o centro de Belo Horizonte ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, no município de Confins, passando pela Cidade Administrativa (nova sede do governo de Minas).

Os principais municípios beneficiados são Ribeirão das Neves, São José da Lapa, Santa Luzia, Pedro Leopoldo, Vespasiano, Confins, Lagoa Santa e Sete Lagoas.

Série D

A equipe esportiva da Rádio Cultura (www.radioculturasd.com.br) já está hospedada no Hotel Califórnia, em Goiãnia-GO e transmite neste domingo, 30/10, direto de Anápolis-GO, Tupi (Juiz de Fora-MG) e Anapolina (Anápolis-GO), com Edson Palma (narração), Carlos Ferreira (entrevistas), João Begati (plantão), Jorge de Castro (estúdio) e Guilherme Galdino (mesa de áudio).
 Anapolina-GO e Tupi-MG
Anapolina: Edinho, Flávio, Celso, Duda e Jadílson; Émerson Cris, Jacó e Cleyton; Raylan, Valdanes e Nonato. Técnico: Nivaldo Lancuna.
Tupi: Rodrigo, Adalberto, Sílvio, Wesley Ladeira e Augusto; Assis, Marcel, Vítor Hugo e Luciano Ratinho; Ademilson e Allan. Técnico: Ricardo Drubscky.
Arbitragem: Heber Roberto Lopes/PR, Marrubson Melo Freitas/DF, Luciano Benevides de Sousa/DF e Wellington Ferreira Branquinho/GO

Aeroportos

Governo de Minas transformou Confins no principal aeroporto
O aeroporto da Pampulha, hoje denominado Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, pode ter sido considerado um terminal de entrada para o interior.
Em 1933, ele servia de apoio às aeronaves do Correio Aéreo Militar (CAM), que ligavam a cidade do Rio de Janeiro à Fortaleza, voando ao longo do Rio São Francisco até as cidades de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Por muitos anos, a linha do São Francisco esteve ativada e proporcionava aos ribeirinhos e interioranos a possibilidade de deslocamento rápido na busca do atendimento de suas necessidades primárias. Se hoje as estradas de rodagem são precárias, o que pensar dos caminhos de 78 anos atrás? As aeronaves não proporcionavam apenas possibilidade de deslocamento rápido. A bordo, geralmente, seguia uma equipe médica com remédios para o atendimento básico a saúde. Não raras vezes, a tripulação era acionada para realizar uma evacuação emergencial. Apesar de todas as agruras, os pilotos do CAM e, posteriormente, do Correio Aéreo Nacional (CAN) cumpriam essas missões com grande satisfação. Aqueles voos representavam a presença do Estado em regiões remotas. Quem voou nas linhas do CAN se lembra com saudades dos bons serviços prestados pelas aeronaves militares, em especial os famosos DC-3.

Até 1984 o aeroporto da Pampulha era o único terminal aeroportuário de Belo Horizonte para atender a aviação regular.

Em 1985, foi inaugurado um terminal moderno e seguro no município de Confins. Começavam as idas e vindas das empresas aéreas de um para outro terminal. A TAM contribuiu para que o aeroporto da Pampulha levasse vantagem em relação ao aeroporto de Confins. Como ela fazia uma concorrência predatória %u2013 sendo na época uma empresa regional %u2013, todas as demais empresas migraram de Confins para a Pampulha.

Em 2004, o aeroporto da Pampulha acomodou 140 voos por dia e atendeu a uma demanda de mais de 3 milhões de passageiros/ano. O que foi um absurdo em termos de desconforto e insegurança. Chegaram até em pensar em construir um novo terminal de passageiros para acomodar a grande demanda.

Como o uso do cachimbo deixa a boca torta, os defensores do Aeroporto da Pampulha atribuíam a sua preferência à dificuldade de deslocamento até um terminal mais seguro e confortável, porém com ligação precária. Em 2004, o aeroporto de Confins, hoje denominado Aeroporto Internacional Tancredo Neves, apresentou uma demanda baixíssima: 388 mil passageiros/ano.

Algo tinha que ser feito para pôr um fim ao desconforto e insegurança do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade e a equipe do governador Aécio Neves teve o bom senso de eleger o aeroporto de Confins como o principal aeroporto da Região Metropolitana de Belo Horizonte. O governo Aécio Neves não agiu como tem sido comum fazer atualmente. Hoje se cria o problema e depois se busca a solução. Foram oferecidos aos usuários uma ligação confortável de ônibus e acesso que permitia atingir o terminal em cerca de 40 minutos. Aproximadamente 10 minutos a mais do que o tempo gasto para chegar ao Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, partindo do Centro da cidade.

A mudança para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, deixou para o Aeroporto Carlos Drummond de Andrade a demanda de voos regionais, com aeronaves de até 40 assentos, tendo atingido a marca de cerca de 750 mil passageiros/ano em 2010. Trouxe ainda a consolidação do uso de um terminal que já está ficando pequeno. O salto de mais de 100% no crescimento na demanda em seis anos foi muito expressivo. Passamos de 3,5 milhões para 8 milhões de passageiros embarcados e desembarcados/ano. Mais expressiva ainda é a demanda esperada até 2014, face aos indicadores de crescimento do transporte aéreo: já se fala em uma demanda de mais de 20 milhões de passageiros/ano.

Para atendê-la numa fase inicial, será construído um "puxadinho" para abrigar aproximadamente 05 milhões de passageiros/ano, independente do terminal atual. Bem situado, o terminal remoto ficará próximo a uma cabeceira de pista, que será ampliada.

O terminal 2 já teve o seu edital de concorrência publicado e mais de 150 mil metros quadrados serão oferecidos aos usuários, correspondendo ao dobro da área atual. Com ele, os terminais da Região Metropolitana de Belo Horizonte poderão atender a uma demanda de 23 milhões de passageiros embarcados e desembarcados/ano. Toda essa evolução é fruto do bom senso de equipes governamentais que enxergaram o futuro.
Fi=onte: www.uai.com.br

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Tupi

A delegação Carijó iniciou (às 15h15 desta sexta-feira, 28/outubro) a viagem para Anápolis (GO), onde, no domingo (30/outubro), decide a vaga para a Série C contra a Anapolina. O primeiro trajeto dessa viagem é até Belo Horizonte. Da capital mineira segue, às 22h47, o voo para Goiânia (GO).
    Hoje pela manhã, os jogadores fizeram  um treino recreativo, em Santa Terezinha. O lateral-direito Felipe Cordeiro não se recuperou da contratura do músculo posterior da coxa direita e não foi liberado pelo Departamento Médico para viajar. O técnico Ricardo Drubscky não definiu seu substituto.
     Seguiram para Goiás, os seguintes atletas: os goleiros Rodrigo e Douglas Borges, os laterais Marquinhos, Augusto e Michel; os zagueiros Wesley Ladeira, Silvio e Adalberto; os volantes Marcel, Assis e Denilson; os meio-campistas Luciano Ratinho, Vitinho e Henrique, e os atacantes; Ademilson, Allan, Chrys e Jefferson.
     Neste sábado (29/outubro), já em Goiânia, a equipe treina em um campo localizado nas dependências do próprio hotel, às 10h.

Galinho tenta, na Toca, reabilitaç​ão no campeonato
O time de Juniores do Tupi tentará, neste sábado (29/outubro) se reabilitar no Hexagonal final do Campeonato Mineiro da categoria. O Galinho vem de duas derrotas seguidas (3 x 0 para o Atlético e 2 a 1 para o Cruzeiro) e o adversário, na abertura do returno da competição, é de novo o Cruzeiro, em partida marcada para às 16h, na Toca da Raposa I em Belo Horizonte. Os Carijós, com quatro pontos, ocupam a quinta colocação no torneio, atrás de Itaúna (11), Cruzeiro e América (oito cada) e Funorte (sete pontos).

     O Galinho segue para Belo Horizonte às 8h15 deste sábado escalado, pelo técnico Claudinho, com Victor Hugo (1), Weverton (2), Augusto (4), Luan  (3) e Thiaguinho (6); Rodolfo (5), Douglas Santos (7), Renan (8) e Bruninho (10); Dennis (11) e Gladson (9). No banco ficam Mateus (12), Claudio (13), Lucas (14), Luiz Gustavo (15), Ruan (16), Michelzinho (17) e Renato (18)

Taça Minas

Resultados:
Villa Nova (Nova Lima) 1 x 2 Nacional (Nova Serrana)
Gols: Hugo aos 44'01T (Villa Nova); João Paulo aos 11'02T e Eder aos 16'2T (Nacional).
Público: 134
Renda: R$ 885,00

Boa Varginha 2 x 0 Ipatinga
Gols: Marques aos 26'1T e Valdo aos 30'2T (Boa).

Crises e separações atingem duplas sertanejas mais antigas

Crescimento do seguimento 'universitário' não significa cenário positivo para todos.
Álcool, problemas com empresários e desgaste são motivos apontados.

O anúncio da separação da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, feito no palco de um show em Curitiba nesta quinta-feita, 27/10, pegou o público de surpresa. Mas a crise vivida pela dupla não é surpreendente para o universo sertanejo: enquanto o sertanejo universitário e o "pop rural" florescem, várias duplas mais antigas e consolidadas vêm passando pro brigas e rompimentos nos últimos meses.

Depois de 25 anos de carreira e mais de sete milhões de discos vendidos, Rick e Renner anunciaram a separação em dezembro. Em comunicado oficial na época, declararam que a decisão foi “puramente profissional”, causada pelo desgaste da fórmula.

Em maio deste ano, foi a vez de Hugo Pena e Gabriel. Hugo Pena teve um desentendimento com o empresário, faltou a uma sequência de apresentações e a dupla deixou de existir – ele, que declarou estar se sentindo “despedido de seu próprio nome”, segue em carreira solo. Gabriel tem dupla com um novo Hugo.

No caso de Bruno e Marrone, a separação, pelo menos até agora, é temporária, já que há outros elementos além de relações pessoais e profissionais envolvidos. Marrone sofreu um acidente de helicóptero em maio. Quatro meses depois, a dupla anunciou oficialmente sua separação temporária – de acordo com o comunicado, Marrone estaria sofrendo de estresse pós-traumático e, para que os compromissos profissionais fossem cumpridos durante seu tratamento, Bruno seguiria fazendo os shows sozinho.

Tentando superar uma crise que já durava dois anos, os irmãos Edson e Hudson fizeram, há uma semana, seu primeiro show juntos desde que se separaram, em 2009. Os problemas de relacionamento entre os dois aconteceram principalmente por conta do alcoolismo de Edson.

CONSIDERAÇÕES:
Outras também separaram ao longo da história:
Mato Grosso e Matias, João Mineiro e Marciano, Milionário e José Rico, Tião Carreira e Pardinho, sendo que algumas "reconciliaram", por interesses meramente comerciais.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Taça Minas

Eliminado na Série D, o Villa Nova volta suas atenções para a Taça Minas
por Wagner Augusto*
O Villa Nova entra em campo nesta quinta-feira, 27/10, às 19h, para enfrentar o Nacional (Nova Serrana), no Estádio Municipal Castor Cifuentes, em partida adiada da quinta rodada da Taça Minas.

Com seis pontos ganhos em três jogos disputados, o Leão do Bonfim é o time que menos atuou no torneio estadual, que dá ao campeão vaga na Copa do Brasil de 2012.
Expulso na derrota para o Ipatinga, no dia 12 de outubro, o atacante Robson é desfalque certo para a equipe comanda por Leonardo Condé.

Na classificação geral do Campeonato Brasileiro da Série D, que contou com 40 participantes, o Leão terminou na décima colocação, com 19 pontos ganhos, em 10 jogos disputados, já desconsiderada a partida contra o Itumbiara, que foi anulada pelo CBF. Foram seis vitórias, três derrotas e um empate. O ataque leonino marcou 13 gols e a defesa sofreu oito. O atacante Luizinho foi o artilheiro do time nova-limense na Série D, com quatro gols marcados. Vinícius e Leo Salino marcaram dois gols e Hugo, Bruno Lourenço, Fabrício Soares, Everton e Alex Santos balançaram as redes adversárias uma vez.

Luiz Piñeda Mendes (09/06/1924-27/10/2011)

Morre Luiz Mendes
Morreu nesta quinta-feira, 27/10, aos 87 anos, no Rio de Janeiro, o radialista Luiz Mendes, após complicações decorrentes de uma leucemia linfocítica crônica.

Nascido em em 09 de junho de 1924, em Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul, Luiz Mendes, que era casado com a atriz Dayse Lúcidi, estava internado no Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, desde o dia 17 de outubro.

O radialista começou sua carreira em sua cidade natal. Mas foi em Porto Alegre, na Rádio Farroupilha, que ele se tornou locutor. Aos 19 anos, se mudou para o Rio de Janeiro, já na área de locução esportiva e narrou a final da Copa do Mundo de 1950, no Brasil.

Filho de Joaquim Mendes e Maria Del Carmen Pinêda, que era argentina, Luiz Mendes participou de 13 Copas do Mundo, das 19 que existiram (de 1950 a 1998).

Luiz Mendes deixa um filho, três netos e duas bisnetas.

Uma vida dedicada ao jornalismo esportivo
No livro "Minha gente - Luiz Mendes, o mestre da crônica esportiva do Brasil" (editora 7 Letras), a jornalista Ana Maria Pires narra a trajetória do radialista em 70 anos de carreira, desde o início como locutor de um serviço de auto-falante na cidade de Ijuí (RS), passando pela contratação pela Rádio Globo do Rio, no final de 1944, o casamento com a atriz Daisy Lúcidi, uma estrela das radionovelas nos anos 50, e suas experiências de cobertura 'in loco" de 13 copas do mundo de futebol.

Em depoimento no livro, Luiz Mendes descreve sua narração no famoso gol do Uruguai na final da Copa do Mundo de 1950, e sua maior alegria com o futebol, a cobertura da conquista da primeira Copa do Mundo pela seleção brasileira, em 1958, na Suécia.

Além da Rádio Globo, Luiz Mendes trabalhou também na Rádio Farroupilha, Continental, Tupi e Nacional, TV Educativa, TV Tupi e TV Globo e escreveu quatro livros sobre futebol:

"As Táticas do Futebol Brasileiro - Da Pelada à Pelé" (1963), "As Táticas do Futebol (Antigas e Atuais)" (1979), "Futebol Regras e Táticas" (1979) e "Sete (7) Mil Horas de Futebol" (1999).

A dança das cadeiras

Antonio Palocci (Casa Civil), Alfredo Nascimento (Transporte), Nelson Jobim (Defesa), Wagner Rossi (Agricultura), Pedro Novais (Turismo) e Orlando Silva (Esporte).
Orlando Silva foi o quinto ministro a cair diante de denúncias de irregularidades em apenas dez meses de governo Dilma Rousseff (PT). Por outro motivo, a presidente perdeu ainda um sexto ministro: Nelson Jobim. Ele deixou o Ministério da Defesa, no início de agosto, depois de dar declarações que causaram desconforto no Palácio do Planalto.Todos os que caíram foram "abençoados" direta ou indiretamente pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O primeiro foi o articulador político Antonio Palocci, que deixou a Casa Civil em junho, diante de notícias sobre sua evolução patrimonial entre 2006 e 2010. Um mês depois, Alfredo Nascimento deixou o Ministério dos Transportes; em seguida foi a vez de Wagner Rossi pedir demissão do Ministério da Agricultura e da saída do ministro Pedro Novais do Turismo.

Antonio Palocci
A primeira baixa do governo Dilma veio com a queda do ex-ministro-chefe da Casa Civil Antonio Palocci, responsável pela articulação política do Planalto, que pediu demissão em 7 de junho, um mês depois da publicação de reportagem segundo a qual ele teve o patrimônio aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010. Ele foi substituído por Gleise Hoffmann (PT-PR). Na ocasião, Ideli Salvatti, que comandava a Pesca, assumiu a Secretaria de Relações Institucionais, trocando de posto com o então titular da pasta, Luiz Sérgio.

Alfredo Nascimento
O ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento (PR-AM) deixou o cargo em 6 de julho, após denúncias sobre suposto esquema de superfaturamento em obras envolvendo servidores da pasta. Suspeitas de que o filho do ministro teria enriquecido ilicitamente em razão do cargo do pai agravaram a crise. Também foram demitidos diretores do Departamento Nacional de Infraestrutura de transportes (Dnit) e da Valec. Nascimento foi substituído por Paulo Sérgio Passos.

Nelson Jobim
O desgaste provocado por uma sucessão de declarações polêmicas sobre o governo e colegas de Esplanada levou à demissão do ex-ministro da Defesa Nelson Jobim, em 4 de agosto, titular da pasta desde o governo Lula. Reportagem publicada na imprensa havia creditado a ele críticas à ministra Ideli Salvatti, a quem teria chamado de "fraquinha", e a Glesi, de quem teria dito que "nem conhece Brasília". Antes disso, já havia declarado que votou em José Serra na eleição de 2010. Jobim foi substituído pelo ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim.

Wagner Rossi
O ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi foi o quarto integrante do ministério de Dilma a deixar o governo, em 18 de agosto. Ele argumentou que saiu do cargo a pedido da família. A pasta vinha sendo alvo de denúncias de irregularidades. A gota d’água foi reportagem do Estado de Minas denunciando o uso ilegal, por parte de Rossi e um dos filhos, do avião particular da Ourofino Agronegócios. Ele foi substituído por Mendes Ribeiro, indicado pelo PMDB.

Pedro Novais
Titular do Turismo, Pedro Novais, pediu demissão em 14 de setembro, alvo de investigações da Polícia Federal que levaram à prisão seu número 2, Frederico Costa. Saiu da pasta depois de nove meses e uma série de escândalos. A maioria das denúncias diz respeito à nomeação de apadrinhados e uso de verba pública para fins pessoais. Foi substituído por outro peemedebista, o deputado Gastão Vieira, maranhense aliado do presidente do Senado, José Sarney. Novais voltou à Câmara dos Deputados, onde cumpre o sexto mandato consecutivo.

Reforma ministerial
A presidente Dilma Rousseff sinaliza com uma reforma ministerial para janeiro de 2012 devem deixar o governo:
Carlos Luppi (Trabalho), Paulo Passos (Transportes) e Mário Negromonte (Cidades).

Seleção Brasileira

A novidade da seleção convocada por Mano Menezes nesta quinta-feira é o retorno do meia Kaká. O jogador, que não era convocado desde a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul, defenderá o Brasil nos amistosos diante do Gabão, no dia 10 de novembro, às 16h (de Brasília), em Libreville, e contra o Egito, em Doha, no Qatar, no dia 14 de novembro, às 15h (de Brasília). Além disso, o técnico preferiu deixar os jogadores que atuam no futebol brasileiro fora da lista.
Os 23 jogadores convocados se apresentam no dia 7 de novembro, no aeroporto de Frankfurt, na Alemanha, de onde a delegação segue em voo fretado para o Gabão.

Os convocados:
GOLEIROS: Neto (Fiorentina), Diego Alves (Valencia)
LATERAIS: Alex Sandro (Porto), Marcelo (Real Madrid), Daniel Alves (Barcelona), Adriano (Barcelona), Fabio (Manchester United)
ZAGUEIROS: Thiago Silva (Milan), David Luiz (Chelsea), Luisão (Benfica)
VOLANTES: Lucas Leiva (Liverpool), Luiz Gustavo (Bayern de Munique), Sandro (Tottenham), Fernandinho (Shakhtar), Elias (Atlético de Madri)
MEIAS: Bruno César (Benfica), Hernanes (Lazio), Kaká (Real Madrid), Willian (Shakhtar), Dudu (Dínamo de Kiev)
ATACANTES: Hulk (Porto), Jonas (Valencia), Kléber (Porto)

Literatura

"Ozires Silva - Um Líder da Inovação"

Escrito por Décio Fischetti, o livro conta a história do menino de Bauru que sonhava fabricar aviões e que mais tarde viria a ser um dos pioneiros da moderna indústria aeronáutica brasileira, é resultado de mais de um ano de pesquisa.
A ideia da biografia surgiu da iniciativa de colegas da turma de Ozires no ITA, que incentivaram o amigo Fischetti a sair a campo em busca de dados e novidades sobre a vida do engenheiro.
Com 278 páginas, a biografia de Ozires é recheada de depoimentos, fotografias que retratam momentos importantes da vida profissional e particular do biografado
O livro retrata a vida de Ozires Silva a partir de Bauru, onde nasceu, indo cursar a F.A.B., no Rio de Janeiro e depois São José dos Campos, pelo I.T.A., seguindo para doutorado nos Estados Unidos e retornando para praticamente fundar a EMBRAER (Empresa Brasileira de Aeronáutica).

Tupi 4 x 1 Anapolina

Com vitória espetacula​r, Tupi fica muito perto da Série C
por Ailton Alves*

O Tupi Futebol Clube ficou muito perto da sonhada vaga na Série C em 2012 – ano de centenário do clube – ao golear a Anapolina (GO), por 4 a 1 na noite desta quarta-feira (26/outubro), em Juiz de Fora. Ademilson marcou três vezes e deu o passe para Henrique fazer o quarto gol – Nonato descontou para o time goiano. No jogo de volta, marcado para domingo (30/outubro), em Anápolis (GO), o Galo pode até perder por até dois gols de diferença que estará sacramentada a ascensão.

Com Ademilson e Allan no ataque – a dupla de “xodós” da torcida, campeã da Taça Minas em 2008 – O Tupi aproveitou o apoio do seu melhor público no campeonato e o clima (atmosférico e de espírito) e deixou seus torcedores em estado de graça.

E era o dia de Ademilson. Aos 35 minutos do primeiro tempo, ele aproveitou o rebote do goleiro em chute de Henrique e abriu o placar. No segundo tempo, aos 27, ele se antecipou a uma cobrança de escanteio de Vitinho e estufou as redes. Em seguida, aos 34, logo depois do gol do Anapolina, ele ganhou do zagueiro e bateu com uma firmeza inabalável. Por fim, Ademilson recebeu uma bola açucarada de Luciano Ratinho, mas, generoso, serviu a Henrique, que fechou o placar, aos 42 minutos.

O Tupi jogou e venceu com Rodrigo, Felipe Cordeiro (Henrique), Wesley Ladeira, Silvio e Augusto (Michel); Assis, Marcel, Luciano Ratinho e Vitinho; Ademilson e Allan (Adalberto). Técnico: Ricardo Drubscky.

A Anapolina, do técnico Nivaldo Lancuna, atuou com Edinho, Duda, Celso (Dill) e Jacó; Flávio, Emerson Cris, Paulo Foiani, Potita (Raylan) e Jadilson; Valdanes (Ismael) e Nonato.
Árbitro: Cleber Welington Abade (SP), auxiliado por Lilian da Silva Fernandes e Andrea Marcelino de Sá.
Cartões amarelos: Marcel, Ademilson (Tupi), Foiani e Jacó (Anapolina)
Público: 3.759 pagantes
Não pagante: 457
Público total: 4.216
Renda: R$ 27.550,00

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sérgio Vernizzi (26/12/40-25/10/11)


O radialista Sérgio Vernizzi (foto) morreu ontem, 25/10, aos 70 anos, no Hospital das Clínicas, em Uberaba, vítima de infarto. O radialista era filho de Narciso Vernizzi, conhecido como "Homem do Tempo" da Rádio Jovem Pan AM 620 de São Paulo, que morreu em 2005.

Nascido em São Paulo-SP em 26 de dezembro de 1940, a carreira de Sérgio Vernizzi começou na então rádio Pan-Americana (Jovem Pan) em 1952, com 11 anos de idade, quando seu pai o levou para o plantão esportivo e atualmente, Sérgio trabalhava na rádio Sete Colinas de Uberaba, AM 1120 e FM 98.1.

Pai de Erick e Rodrigo (editores técnicos da Rádio JM AM 730 de Uberaba), Sérgio deixa ainda a esposa Mara e o irmão Celso. O pai de Sérgio e Celso, Narciso Vernizzi nasceu em São Roque-SP, em 21 de outubro de 1918 e morreu, aos 86 anos, em 11 de julho de 2005.

O corpo foi velado em Uberaba e o sepultamento em São Paulo.

Série D

Tupi (Juiz de Fora) e Anapolina (Anápolis)
Tupi: Rodrigo, Felipe Cordeiro (Henrique), Wesley Ladeira, Sílvio e Augusto; Denilson, Marcel, Victor Hugo (Henrique) e Luciano Ratinho; Ademilson e Alan. Técnico: Ricardo Drúbsky.
Anapolina: Edinho, Flávio, Duda, André Luís e Jadílson; Paulo Foiane, Émerson Cris, e Juliano e Alecsander Potita; Valdanes e Nonato. Técnico: Nivaldo Lancuna
Arbitragem: Cléber Welington Abade/SP, Lílian da Silva Fernandes Bruno/RJ, Andréa I. M. Marcelino de Sá/RJ e Emerson de Almeida Ferreira/MG

Torcida
O zagueiro David Luiz, do Chelsea e da Seleção Brasileira enviou mensagem ao elenco do Tupi afirmando que vai está em Londres torcendo pela vitória do time juizforano. “Chegou a hora de cada um fazer sua obra de arte, que levará o Tupi à Série C e à realização profissional de cada um”, escreveu David Luiz, cujos pais moram em Juiz de Fora e vão com frequência aos jogos torcer pelo Tupi. Quando estava de férias, David Luiz visitou os treinos do Tupi e incentivou o elenco.

Transmissão
A Rádio Cultura transmite, direto de Juiz de Fora, Tupi (Juiz de Fora-MG) e Anapolina (Anápolis-GO), com Edson Palma (narração), João Begati (comentários), Carlos Ferreira (entrevistas), Evandro Begati (plantão) e Guilherme Galdino (mesa de áudio).

terça-feira, 25 de outubro de 2011

III Encontro Nacional de Ferrovias

Ministro dos Transportes abre Encontro Nacional de Ferrovias na Faculdade de Engenharia
A Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) receberá profissionais de todo o Brasil, nos próximos dias 27 e 28, para participarem do III Encontro Nacional de Ferrovias, sediado pela primeira vez na instituição. O evento contará com palestras e debates, além da apresentação de trabalhos e cases que servem de exemplo para estimular o desenvolvimento técnico do setor.

Maior evento da área no país, o encontro é promovido pela Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), e terá em sua abertura a presença do ministro dos Transportes, Paulo Passos; do diretor geral da Agência Nacional de Transportes (ANTT), Berrnardo Figueiredo; do presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), Vicente Abate; do presidente da MRS Logística, Eduardo Parente, do reitor da UFJF, Henrique Duque; e do prefeito de Juiz de Fora, Custódio Mattos.

Fundamental para o fluxo de bens de consumo e pessoas na primeira metade do século XX, o transporte ferroviário caiu em declínio acentuado na década de 90, com o sucateamento das ferrovias e a concessão de linhas férreas para a iniciativa privada. Entretanto, o setor volta a ganhar destaque no país por representar uma alternativa aos problemas de transporte e logística, de acordo com o professor e chefe do Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica, Fernando Marques de Almeida Nogueira. "Houve um resgate do sistema ferroviário no Brasil. Hoje o Governo Federal entende que o país necessita de ferrovias para continuar crescendo e está procurando formas de viabilizar este desenvolvimento."

Fernando Nogueira, que já participou de outros encontros sobre o desenvolvimento ferroviário e acompanha de perto os investimentos e propostas na área, acredita ser importante o envolvimento da UFJF, seja organização de eventos deste porte ou mesmo no desenvolvimento de tecnologias e serviços para o setor. "Juiz de Fora, possui tradição ferroviária, nasceu sobre os trilhos. O mercado de transporte ferroviário é um setor da economia que não apresenta tendência de retrocesso, inserir a UFJF nesta discussão projeta a Universidade no cenário nacional, que atualmente precisa de profissionais com esta formação" pontua.
O III Encontro Nacional de Ferrovias acontece no novo prédio da Faculdade de Engenharia, no campus da UFJF.
Fonte: http://www.ufjf.br/

Juiz de Fora em chamas

Depois de aproximadamente 10h de trabalho para combater um incêndio de grandes proporções que consumiu pelo menos cinco lojas na área central de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, o Corpo de Bombeiros conseguiu controlar as chamas durante a madrugada desta terça-feira. De acordo com os militares, os trabalhos de rescaldo iniciaram no início desta manhã e ainda não é possível calcular os prejuízos.

O incêndio começou, por volta das 17h dessa segunda-feira, em uma loja que vende material para festas infantis, localizada na Rua Floriano Peixoto. Segundo os bombeiros, as chamas se espalharam para uma loja de instrumentos musicais e outra de material de construção. A rua foi interditada entre as avenidas Rio Branco e Getúlio Vargas.
As primeiras informações eram de que o fogo havia atingido três lojas, mas foi confirmado que chamas chegaram a pelo menos outros cinco estabelecimentos, fazendo com que o teto de um deles desabasse. A maior preocupação era de que o fogo se alastrasse em direção a um shopping e um supermercado. Cerca de 100 famílias de um residencial tiveram que deixar seus imóveis às pressas.

A fumaça provocada pelo incêndio pode ser vista de vários pontos da cidade, que teve o fornecimento de energia elétrica interrompido para o trabalho dos Bombeiros. De acordo com a central da corporação, os 470 militares do batalhão foram convocados para combater o fogo

De acordo com a central do Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora, os 470 militares do batalhão foram convocados para combater o fogo. Foram enviadas ao local 17 viaturas, a maioria caminhões autobomba, e um com escada Magirus. Caminhões-pipas da prefeitura e da empresa de fornecimento de água da cidade também seguiram para a área. Às 23h30, a maior preocupação dos bombeiros era de que o incêndio seguisse em direção ao Mister Shopping.

Série D

Tupi
O Tupi realizou na segunda-feira, 24/10, um treinamento noturno (o primeiro desta temporada neste horário) visando o jogo de quarta-feira, 26/10, contra o Anapolina (GO) - primeira partida do confronto que pode dar ao Galo a tão sonhada vaga na Série C, em 2012. Na atividade, o técnico Ricardo Drubscky só não pode contar com o volante Denilson (com uma virose) e o atacante Allan que se recuper de uma amigdalite. Por conta dessas duas pendências, ele não definiu a equipe que pega os goianos.
Na preleção antes do treino, o técnico Ricardo Drúbsky pediu aos atletas que tenham em mente a classificação épica, contra o Volta Redonda (RJ) – quando o Galo perdia de 2 a 1, precisava de três gols em pouco mais de 30 minutos e conseguiu.
Nesta terça-feira (25/outubro), mais um treino, recreativo (às 10h, em Santa Terezinha, antes da concentração no Hotel Ritz.

Arbitragem
O paulista Cléber Wellington Abade apita o jogo

Ingressos
Já estão à venda os ingressos para a partida Tupi (MG) x Anapolina (GO), pelas quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira (26/outubro), às 20h30, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. Além dos pontos tradicionais (Santa Terezinha, sede social do Clube - Rua Calil Ahouagi, 332 - e Calçadão da Rua Halfeld) os bilhetes estão disponíveis em seis lojas da rede de supermercado Bahamas, nos bairros Benfica (Rua Martins Barbosa, 738), Centro (Rua Marechal Floriano Peixoto, 270 – esquina com Avenida Getúlio Vargas), Jóquei Clube (Rua Antonio Weitzel, 669), Manoel Honório (Avenida Rio Branco, 700), Santa Luzia (Rua Ibitiguaia, 551) e São Pedro (Rua José Lourenço, 710).
Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 (para estudantes com a devida carteirinha 2011, maiores de 60 anos e menores de até 12 anos) e podem ser adquiridos No dia e no local do jogo serão disponibilizados, na entrada principal do Estádio, uma bilheteria e uma roleta exclusivas para os idosos. Menores de 14 anos precisam estar acompanhados de pais ou responsáveis e portar documentos.

Juiz de Fora em chamas

Cinquenta homens do Corpo de Bombeiros e cem policiais militares levaram cerca de sete horas para controlar um incêndio de grandes proporções em um conjunto de lojas no centro de Juiz de Fora. A situação só foi considerada sob controle no início da madrugada desta terça-feira, 25/10.

Equipes ainda atuam para resfriar um prédio de sete andares atingido pelo fogo. No local, há comércio de materiais de borrachas com alto potencial inflamável. Também no início da madrugada foi afastada qualquer chance de o incêndio atingir um shopping center próximo ao local.

A Defesa Civil esteve no local por volta das 21h e alertou para risco de desabamento. Coberturas de duas lojas caíram durante o incêndio. Devido a complicações no trânsito próximo à área atingida pelo fogo, um homem foi atropelado, mas sem gravidade.

Por volta das 22h, proprietários de lojas no espaço tentavam retirar mercadorias do local e minutos depois, toda a área do shopping foi interditada.

O incêndio começou por volta das 17h em uma loja de artigos de festas na esquina da rua Floriano Peixoto com a avenida Getúlio Vargas. De acordo com funcionários que trabalhavam no estabelecimento, o fogo começou na parte reservada às velas de aniversário.

Após uma tentativa fracassada de apagar as chamas, o fogo se alastrou para um local que estocava artigos de plásticos e isopor. Depois, o incêndio atingiu lojas vizinhas.

Uma intensa cortina de fumaça tomou conta de toda área central da cidade e, com o forte cheiro e a densidade da fumaça, os bombeiros foram obrigados a usar aparelhos de oxigênio e roupas especiais. Uma série de explosões foram ouvidas por volta das 18h. Curiosos e moradores entraram em pânico e houve corre-corre.

Por causa do incêndio, a Polícia Militar interditou a avenida Rio Branco, a principal da cidade, causando tumulto no trãnsito.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Telefonia

Vivo/Telefônica 
Após concluir todas as etapas de fusão da Telefônica e da Vivo, a companhia espanhola trabalha para integrar as duas marcas no Brasil até o fim do primeiro semestre de 2012.

A marca adotada será a da Vivo e o nome Telefônica deixará de ser usado. A mudança vai atingir principalmente o Estado de São Paulo, onde a Telefônica é concessionária dos serviços de telefonia fixa. No Estado, as lojas e toda a publicidade serão alteradas para a marca Vivo.

Em julho de 2010, a espanhola Telefônica comprou os 30% da Vivo que pertenciam à PT (Portugal Telecom) por cerca de R$ 17,2 bilhões, ficando com 60% da Vivo. A empresa comprou o restante das ações no mercado por meio de oferta pública de ações e a Telefônica (antiga Telesp, companhia com capital aberto na Bovespa) incorporou a Vivo.

A espanhola Telefónica tem no Brasil seu maior mercado, com 83 milhões de clientes. A companhia detém 29,5% do segmento de telefonia móvel no país.
Em Minas Gerais a marca Vivo está presenta na telefonia móvel, sendo a sucessora da antiga Telemig Celular.

Jogos Pan-Americanos de Gualajara, no México

Brasil leva "baile" da Costa Rica e repete vexame de 2007 no Pan
A participação da Seleção Brasileira de futebol nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara terminou em vexame ainda na primeira fase. Precisando vencer a Costa Rica para avançar no Grupo B, os comandados de Ney Franco perderam por 3 a 1 neste domingo, no Estádio Omnilife, e deram adeus precocemente à competição, com apenas dois pontos ganhos em três jogos. Avançam às semifinais a Argentina, líder da chave com sete pontos, e a própria Costa Rica, com seis. A lanterna ficou com Cuba, com apenas um ponto conquistado no jogo contra o Brasil.
 
A eliminação na primeira fase é um "repeteco" da campanha do Pan-Americano de 2007, disputado no Rio de Janeiro. Na ocasião, a Seleção que tinha o meia Lulinha como maior estrela terminou atrás do Equador em sua chave, e não obteve vaga como o melhor segundo colocado entre os três grupos.

Ponte Rio Negro

Obra liga Manaus a Iranduba e tem 3.595 metros de comprimento.
Ligação foi realizada sob o custo total de R$ 1,099 bilhão.
 
Ponte liga Manaus a Iranduba e tem 3.595 metros de comprimento
Foi inaugurada na manhã desta segunda-feira, 24/10, no Amazonas, a Ponte Rio Negro. A obra liga Manaus a Iranduba (a 27 quilômetros da capital) e Manacapuru. Com 3.595 metros de comprimento, a ligação foi realizada sob o custo total de R$ 1,099 bilhão e levou quase quatro anos para ser concluída e é considerada a maior ponte estaiada (com 400 metros de trecho suspensos por cabos) do Brasil em águas fluviais e a segunda no mundo, atrás apenas da ponte sobre o rio Orinoco, na Venezuela.

Em extensão simples, é a segunda maior do país, atrás da Ponte sobre o rio Paraná que liga Guaíra-PR a Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul

Para os amazonenses, é a obra mais aguardada dos últimos anos e representa novas alternativas de desenvolvimento e a cerimônia de inauguração contou com a presença do governador do Amazonas, Omar Aziz, e da presidente Dilma Rousseff.

Ao lado do Teatro Amazonas, vem sendo considerado o maior e mais importante monumento arquitetônico do Estado, além de representar um marco na integração da Região Metropolitana de Manaus (RMM), criada em 2007 com oito municípios amazonenses e cerca de 2 milhões de habitantes.

Restrições
A velocidade máxima permitida ao longo da ponte é de 60 quilômetros por hora. A ponte contará com uma estrutura permanente de fiscalização com dez câmeras, redutores móveis de velocidade e um guincho para a remoção de veículos. A estrutura ficará no Centro de Controle de Operações, uma base montada no início da ponte, em Manaus, onde vários órgãos trabalharão controlando a movimentação.

Veículos automotores de todos os portes terão permissão para circular na ponte, sem restrição de horário. O local ficará aberto 24 horas por dia. O trânsito de bicicletas não será permitido. O transporte de passageiros por táxi-lotação e mototáxi também é proibido, conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Os pedestres poderão andar na ponte em área reservada, nas partes laterais.

Construção
A construção da Ponte Rio Negro empregou diretamente mais de 3.400 trabalhadores, em diferentes áreas de atuação. Cerca de 180 empresas fornecedoras foram contratadas, gerando outras milhares de vagas de empregos indiretos.

O empreendimento consumiu 20 mil toneladas de aço e mais de um milhão e meio de sacas de cimento, além de 47 mil metros cúbicos de base solo-areia-seixo e 72 mil toneladas de revestimento betuminoso.

Com a quantidade de aço e cimento usados, é possível erguer três estádios do Maracanã. Para atender a alta demanda, foram implantadas duas centrais de produção de concreto, com produção total de 120 metros cúbicos por hora.

Por conta da água ácida do Rio Negro, foi adicionada pozolana (material silicioso) ao concreto empregado nas estacas e no tabuleiro. A substância ajuda a preservar de corrosão.

Com 185 metros de altura, o mastro central da Ponte Rio Negro possibilita navegação com gabarito de 55 metros durante a época de cheias e até 70 metros na seca.

A ponte tem largura total de 20,70 metros no trecho convencional e 22,60 metros na parte estaiada. A via terá quatro faixas de tráfego, duas em cada sentido, além da faixa de passeio para pedestres nos dois lados.

O mastro central apoia dois vãos de 200 metros para cada lado. A estrutura, em forma de diamante, é dividida em três partes: um cone de ponta-cabeça abaixo do tabuleiro, um cone acima do tabuleiro e o topo do mastro. O formato aerodinâmico foi adotado para diminuir o atrito com o vento.

O novo cartão-postal da RMM estará aberto para tráfego a partir das 19 horas.
Fonte: http://www.g1.com.br/

Literatura

domingo, 23 de outubro de 2011

Línguas no mundo

Das cerca de 6700 línguas existentes, 3586 são consideradas línguas pequenas, 2935 são médias e apenas 83 consideradas grandes. Na razão inversa, há 8 milhões de falantes das línguas pequenas, 1200 milhões de falantes das línguas médias, e 4500 milhões de falantes das línguas grandes. Todas essas línguas pequenas estão, portanto, ameaçadas de extinção, do grau mais reduzido para o mais severo. Note-se que à semelhança das espécies biológicas, as línguas são também mais numerosas e variadas em algumas regiões do globo, concentrando pontos de grande actividade linguística com muitas línguas ameaçadas sem qualquer relação entre si. Por exemplo, na Austrália o grau de diversidade linguística atinge 231 línguas, na Indonésia 737 e na Papua Nova-Guiné 820.

Ipatinga-MG

A Rádio Globo vai operar na região do Vale do Aço, região leste de Minas Gerais. A previsão é que a emissora seja inaugurada no final de novembro ou início de dezembro. A sede da rádio será na rua Buritis, no bairro Horto, em Ipatinga. A emissora deve se chamar Rádio Globo Ipatinga, ou Rádio Globo Vale do Aço e vai operar no canal 1270 AM, antigo canal da Rádio Libertas, que já fez parte da extinta Rede Mineira de Rádio. O diretor-presidente é Geraldo Almeida, responsável pela contratação dos profissionais.
A equipe do departamento de Esportes, que está praticamente formado, terá os radialistas e Francisco Rezende, Fernando Silva, Luiz Omar e Sotero Rosa. O repórter Diego Carvalho também está sendo sondado e deverá integrar a nova equipe.
A cidade de Ipatinga será a segunda do Leste mineiro a sediar uma filial da Rádio Globo. A emissora está presente em Governador Valadares há alguns anos. A exemplo de todas as filiais, a configuração da grade de programação da emissora de Ipatinga será definida pela matriz (cabeça de rede), sediada no Rio de Janeiro

Futebol

Anapolina será adversária do Tupi.
O time de Anápolis, mesmo perdendo por 2 x 1, para o Villa Nova, se classificou em função de ter vencido o jogo de ida por 1 x 0 e marcado um gol fora de casa, no jogo da volta.
Villa Nova 2 x 1 Anapolina
Gols: Luizinho, aos 04’e aos 40’do 01ºT (Villa Nova) e Jacó, aos 09’do 01ºT (Anapolina)
Público: 1.062 pagantes
Renda:R$4.760,00

Santa Cruz vence e dá passo inportante rumo ao título.
O Santa Cruz venceu o Cuiabá, no Recife, por 1 x 0.
Com a vitória em casa, o Santa Cruz joga por um empate no próximo domingo, em jogo que será realizado em Rondonópolis, no Estádio Luthero Lopesdevido, a 210 quilômetro da capital, devido a falta de capacidade do Estádio de Cuiabá. Com a derrota, o time matogrossense terá que vencer por dois gols de vantagem para ser finalista. Caso o Cuiabá vença por 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis.
Santa Cruz 1 x 0 Cuiabá
Gol: Bismarck (aos 32 do 2 T)
Público: 26.867 pagantes
Renda: R$ 259.905,00.

Partidos políticos

A história conta que a democracia surgiu na Grécia antiga com Platão e Aristóteles. Lá, eles reunião o povo em praça pública para discutirem e decidirem questões essenciais na vida dos seres humanos. Leis que eram colocadas em práticas com dinheiro do povo teriam que passar pelo crivo da chamada "assembleias na praça".

É certo que as cidades eram pequenas bem como as suas populações. O povo votava diretamente sem intermediários. Com o passar do tempo, as cidades e suas populações cresceram. Muitos anos depois, em Roma, foi criada uma instituição chamada Senado e com ele, o partido – grupo de homens que defendiam e seguiam uma mesma ideologia.

Porém, só no século XVIII na Inglaterra que se consagrou no direito privado a ideia de congregar partidos políticos. Naquele momento surgiu o partido Whig com tendências liberais e o Tory com tendências conservadoras.

No Brasil, a primeira vez que se falou em partido oficialmente legalizado aconteceu no tempo do Império. Na época surgiram os partidos Conservador e Liberal. O primeiro, formado por comerciantes e proprietários rurais. O segundo, formado pelas camadas médias urbanas.

O tempo passou e as diversas constituições brasileiras modificaram a forma de se ver o partido político. A lei federal 9.096/95 que dispõe sobre os partidos políticos conceitua o assunto: "O partido político, pessoa jurídica de direito privado, destina-se a assegurar, no interesse do regime democrático, a autenticidade do sistema representativo e a defender os direitos fundamentais definidos na Constituição Federal". A mesma lei assegura ao partido político, autonomia para definir sua estrutura interna, organização e funcionamento.

Veio a Constituição Federal de 1988 que consagrou o princípio da liberdade partidária, o regime democrático e o pluripartidarismo. É neste sentido que cresce, cada vez mais, o número de partidos políticos no país.

Atualmente, estão registrados oficialmente no Tribunal Superior Eleitoral, 29 partidos políticos aptos a disputarem eleições.
São eles:
10 PRB (Partido Republicano Brasileiro)
11 PP (Partido Progressista)
12 PDT (Partido Democrático Trabalhista)
13 PT (Partido dos Trabalhadores)
14 PTB (Partido Trabalhista Brasileiro)
15 PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro)
16 PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado)
17 PSL (Partido Social Liberal)
19 PTN (Partido Trabalhista Nacional)
20 PSC (Partido Social Cristão)
21 PCB (Partido Comunista Brasileiro)
22 PR (Partido da República)
23 PPS (Partido Popular Socialista)
25 DEM (Democratas)
27 PSDC (Partido Social Democrata Cristão)
28 PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro)
29 PCO (Partido da Causa Operária)
31 PHS (Partido Humanista da Solidariedade)
33 PMN (Partido da Mobilização Nacional)
36 PTC (Partido Trabalhista Cristão)
40 PSB (Partido Socialista Brasileiro)
43 PV (Partido Verde)
44 PRP (Partido Republicano Progressista)
45 PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira)
50 PSOL (Partido Socialismo e Liberdade)
54 PPP (Partido Pátria Livre)
55 PSD (Partido Social Democrático)
65 PC do B (Partido Comunista do Brasil)
70 PT do B (Partido Trabalhista do Brasil).

QUE INJUSTIÇA!

Por Luiz Carlos Martins Pinheiro*
Em 06/06/1887 o Presidente da Estrada de Ferro Alto-Muriahé, Dr. Joaquim José Álvares dos Santos e Silva, Barão de São Geraldo, adquirida pela mineira Companhia Estrada de Ferro Leopoldina, em 1883, inaugurou a Estação São Matheus, depois Faria Lemos, no Distrio de São Matheus, no Município de Santa Luzia do Caragangola, onde chegou em 14/06/1887. O trem inaugural partiu da Estação Porto Novo do Cunha às 04 h, formado por três carros de 1a. Classe rebocados por loco a vapor. Mais de 500 pessoas na estação.

Sob o domínio da inglesa LR - The Leopoldina Railway Company Limited instituida em 1898, foi levada a São Lourenço do Manhuaçu, em 12/12/1915, constituindo a sua Linha Tronco Porto-das-Caixas - Manhuaçu, com as seguintes quilometragens e altitudes: Tombos (km 427,872, 278 m); Faria Lemos (km 439,848, 329 m); Carangola (km 456,446, 399 m); Manhaçu (km 574,142, 612 m). Em 1950 foi estatizada pelo Governo Federal passando à EFL - Estrada de Ferro Leodoldina, subordinada ao MVOP - Ministério da Viação de Obras Públicas não sendo nem uma repartição e nem uma autarquia do mesmo, tão pouco uma empresa, continuando a ter um quadro próprio de pessoal, regido pela CLT - Consolidação das Leis do Trabalho, como no tempo dos ingleses e não pelo Estatuto dos Funcionários Públicos Civis da União (Lei no. 1 711 de 28/1/1952), como na Central do Brasil, até que foi incorporada à RFFSA - Rede Ferroviária Federal S/A, constuída em 1957, para agrupar todas as ferrovias da União, como resultado dos estudos da Comissão Mista Brasil-Estados Unidos.

Finalmente foi extinta nos idos de 1976 e hoje se encontra em deplorável estado. Não sabemos se continua patrimônio da União ou não e sob a responsabilidade de quem. Ainda bem que existe, podendo ser restaurada e lhe dado um aproveitamento nobre, como feito em Porciúncula, outrora Santo Antônio do Carangola, no mesmo tronco (km 413,699, 188 m), transforma pela Prefitura Municipal num Centro Cultural, com sua Secretaria de Cultura, bilioteca pública etc.
*Luiz Carlos Martins Pinheiro é Engenheiro Civil, Escritor e Historiador.

sábado, 22 de outubro de 2011

Cruzeiro (Belo Horizonte) 2 x 1 Tupi (Juiz de Fora)

Prejudicad​o pela arbitragem​, Galinho perde do Cruzeiro
Desfalcado de Michel, Guilherme e Bruninho e prejudicado pela arbitragem, o time de juniores do Tupi perdeu do Cruzeiro por 2 a 1, na tarde deste sábado (22/outubro). Os gols da partida, válida pelo Hexagonal final do campeonato Mineiro da categoria e disputada no Estádio Salles de Oliveira, foram marcados por Joelton, aos 38 minutos do primeiro tempo, Léo aos 16 e Dennis (o atacante do elenco principal do Galo) aos 37 minutos da segunda etapa. Com o resultado, o Galinho permaneceu na penúltima colocação do torneio com quatro pontos e se afastou da luta pelo título, já que o líder Itaúna chegou, ao final do primeiro turno, aos 11 pontos.
     Logo no primeiro minuto do jogo, o Galinho apresentou seu “cartão de visitas” ao clube da capital: Gladson surgiu por trás dos zagueiros e tirou do goleiro, mas a bola, caprichosamente, bateu na trave. Depois, o próprio Gladson – em chute de fora da área - e Renan – em cobrança de falta – levaram perigo ao adversário. Aos poucos, porém, o Cruzeiro começou a responder e aos 38 minutos chegou ao gol, depois que a zaga Carijó saiu jogando errado – João Paulo recuperou a bola e cruzou para Joelton abrir o placar.
     O Galinho não se abateu e, já no segundo tempo, poderia ter empatado, depois que Dennis ganhou a jogada no alto e deixou Luiz Gustavo na cara do gol – o toque do atacante foi consciente, mas a bola saiu raspando a trave.
     Depois dessa jogada começaram os “equívocos” da arbitragem. Aos 15 minutos Weverton foi claramente derrubado na área e o árbitro Erik Giovanni Fernandes mandou a jogada seguir. Na sequência, Léo aproveitou o contra-ataque e aumentou a vantagem cruzeirense.
     O Galinho de novo não se abateu e esboçou, com a conhecida raça e vontade, mais uma de suas reações espetaculares. Aos 37, Weverton cruzou e Dennis completou de cabeça, incendiando a torcida. Cinco minutos depois, Rodolfo Cruzou, Dennis escorou e Michelzinho, em posição legal, completou para as redes, mas o bandeirinha Wellington Pereira Neto marcou impedimento, provocando a revolta generalizada do público que lotou o Salles de Oliveira, mesmo com a chuva fina que caiu durante toda a tarde deste sábado.
     O Tupi jogou com Victor Hugo, Weverton, Augusto, Douglas Costa e Thiaguinho; Luan (Ruan), Rodolfo, Maguinho (Luiz Gustavo) e Renan; Dennis e Gladson (Michelzinho). Técnico: Claudinho
     O Cruzeiro atuou com Igor Rayan, Mayke (Allan Lima), Weslley. Murilo (João Carlos) e Antônio; Lucas, Marquinho, Eber (Emerson) e Alisson; Joelton (Léo) e João Paulo (Vinícius Araújo). Técnico: Paulo Ricardo Castro 
Árbitro: Erik Giovanni Fernandes, auxiliado por Wellington Pereira Neto e Felipe Souza Leal.
Cartões amarelos: Maguinho, Thiaguinho e Douglas (Tupi), Murilo, Mayke, João Carlos, Eber, Marquinho, Vinícius Araújo e Igor Rayan (Cruzeiro).
Fonte: http://www.tupifc.com.br/

Ivan Vidal Barbosa de Castro (1949-2011)

Morreu ontem Santa Casa de Misericórdia, aos 62 anos, o ex-vereador Ivan Vidal Barbosa de Castro.

Graduado em direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em 1971, Ivan Barbosa que nasceu em Juiz de Fora em 1949, foi vereador pelo antigo MDB, de 1977 a 1982, durante o governo Melo Reis.

O corpo foi sepultado no Cemitério Parque da Saudade, em Juiz de Fora.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Santos Dumont-MG

Medalha Santos DumontO governador de Minas em exercício, Alberto Pinto Coelho, presidiu, nesta sexta-feira, 21/10, em Santos Dumont , na Zona da Mata, a cerimônia de entrega da Medalha Santos Dumont, tradicionalmente realizada na Fazenda Cabangu, local onde, em 1873, nasceu o brasileiro inventor do avião, Alberto Santos Dumont, e onde hoje está instalado um museu em sua homenagem. Empresários, políticos, secretários de Estado, militares, artistas, professores e pesquisadores que deram sua parcela de contribuição ao crescimento de Minas e do Brasil estão entre as 140 personalidades que o Governo do Estado agraciou neste ano com a medalha.

14-BisA Medalha Santos Dumont foi criada em 1956 pelo presidente Juscelino Kubischeck , para homenagear o cinquentenário do primeiro voo do 14-Bis, realizado por Santos Dumont, em 23 de outubro de 1096, em Paris. O voo, considerado o primeiro com um aparelho mais pesado que o ar, foi registrado pela Federação Aeronáutica Internacional (FIA).
Os vereadores sandumonenses Cláudio de Almeida (grau prata) e Everaldo Ferreira de Paula (grau bronze) estão entre os agraciados.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Futebol

O Villa Nova perdeu por 1x 0 o jogo de ida das oitavas de final da Série D para a Anapolina, na noite desta quinta-feira, no Estádio Jonas Duarte, em Anápolis. O único gol da partida foi marcado por Nonato (ex-atacante do Bahia), de cabeça, aproveitando um cruzamento de Flávio, aos 17 minutos do segundo tempo.
No jogo de volta, marcado para domingo, às 17h, no Estádio Municipal Castor Cifuentes, o Leão do Bonfim terá de vencer por dois gols de vantagem para avançar para as quartas de final. A delegação alvirrubra embarca de volta para casa no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, às 15h10 desta sexta-feira.

20/10/2011 – quinta-feira – 20h30 – Série D
Anapolina 1x 0 Villa Nova
Gol – Nonato (17’ do 2º)
Público – 2.995 (430 não pagantes – total: 3.425)
Renda – R$30.275,00
Local – Estádio Jonas Duarte (Anápolis-GO)
Árbitro – Célio Amorim (SC)
Assistente 1 – Luciano Benevides de Sousa (DF)
Assistente 2 – Westhane Cassiano Matos (DF)
4 º Árbitro – Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Cartão Amarelo – Everton (V)
Anapolina – Edinho; Flávio, André Luís, Plínio e Jadílson; Paulo Foiane, Ismael Santos (Celso) (23’ do 2º), Juliano (Dill) e Valdânis; Nonato e Potita (Rivaldo) (30’ do 2º)
Técnico – Nivaldo Lancuna
Villa Nova – Fred; Alex Santos, Bruno Lourenço, Fabrício e Anderson Tôto; Maxsuel, Gustavo, Leo Salino e Everton (Hugo) (18’ do 2º); Uálisson Mineiro (Luizinho) (26’ do 2º) e Robson (Fabiano) (33’ do 2º)
Técnico – Leonardo Condé.

Literatura

Copa do Mundo no Brasil

 Brasil 2014
A Fifa anunciou nesta quinta-feira, 20/10, que São Paulo será a sede da abertura da Copa de 2014. Ao divulgar o calendário oficial das partidas do Mundial, em evento realizado em Zurique, na Suíça, a entidade confirmou que o novo estádio do Corinthians, o Itaquerão, receberá o jogo inaugural. E o Maracanã, no Rio, foi escolhido como palco da final do campeonato, assim como aconteceu em 1950.

Além da abertura, marcada para o dia 12 de junho, uma quinta-feira, às 17 horas (horário de Brasília), São Paulo receberá mais cinco jogos do Mundial, incluindo uma semifinal. Belo Horizonte terá a outra semi. Assim, fica atrás apenas do Rio e de Brasília, que terão sete partidas cada. Todas as 12 sedes terão pelo menos um jogo de seleção que for cabeça de chave, sendo que Curitiba, Natal, Manaus e Cuiabá participam apenas da primeira fase do torneio.

A Fifa também definiu nesta quinta-feira todos os horários dos jogos da Copa. Na primeira fase, serão quatro horários diferentes: 13 horas, 16 horas, 19 horas e 22 horas (sempre no horário de Brasília). Nas oitavas e nas quartas de final, serão às 13 horas e às 17 horas. Nas semifinais e na disputa do terceiro lugar, às 17 horas. E a grande final, no dia 13 de julho, acontecerá às 16 horas.

Ao todo, foram elaboradas 57 versões da tabela dos jogos da Copa para chegar ao desenho definitivo. E, pela programação divulgada pela Fifa, a seleção brasileira irá atuar em São Paulo, Fortaleza e Brasília na primeira fase da competição. Depois, se for confirmando o favoritismo, o Brasil jogaria em Belo Horizonte, nas oitavas de final, em Fortaleza, nas quartas de final, novamente em Belo Horizonte, na semifinal, e no Rio, na final.

As 12 sedes:Rio de Janeiro (Maracanã) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas, 1 das quartas e a final
Brasília (Estádio Nacional) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas, 1 das quartas e a disputa do terceiro lugar
São Paulo (Itaquerão) - 4 jogos da primeira fase (incluindo a abertura), 1 das oitavas e 1 da semifinal
Belo Horizonte (Mineirão) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas e 1 da semifinal
Fortaleza (Castelão) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas e 1 das quartas
Salvador (Fonte Nova) - 4 jogos da primeira fase, 1 das oitavas e 1 das quartas
Porto Alegre (Beira-Rio) - 4 da primeira fase e 1 das oitavas
Recife (Arena Pernambuco) - 4 da primeira fase e 1 das oitavas
Curitiba (Arena da Baixada) - 4 jogos da primeira fase
Manaus (Arena Amazônia) - 4 da primeira fase
Natal (Arena das Dunas) - 4 da primeira fase
Cuiabá (Arena Pantanal) - 4 da primeira fase.

Literatura

"Nas ondas da magia do Rádio"
Livro com duzentas páginas, de Valdir Comegno, professor, historiador e estudioso de MPB, lançado pela ABR Editora, focaliza fatos e personalidades que marcaram a história do Rádio no Brasil como instituição que entrou no imaginário popular, na arte brasileira acima de tudo, na veia do povo brasileiro, em corações e mentes, na comunicação popularesca sem limites, que desde então tudo se produziu, tudo se criou, vivenciando artes e culturas. O Rádio que serviu até mesmo como ponte para a televisão, pois os maiores e melhores profissionais talentosos da TV brasileira vieram do imenso, respeitado e brilhante mundo radiofônico.

Trabalho de fôlego de Valdir Comegno, traça um calendário específico com datas, nascimentos, mortes, tudo bem feito e com boa base para futuras pesquisas de profissionais do ramo, da área. O livro conta onde nasceram os artistas, locutores, cantores, animadores, músicos, compositores. Como começaram, realizações, envolvimentos afetivos, comerciais, folclóricos, apelidos, origem do nome artístico, histórias engraçadas, casos peculiares e muito mais.

O autor:
Valdir Comegno nascido Bauru-SP, escreveu "A Magia do Rádio", em 2008, pela Editora Meireles, re-lançado em segunda edição em maio de 2010 pelo Instituto Memória Editora, passando de 298 para 340 páginas.

Copa das Confederações 2013

Brasil 2013
A Fifa anunciou nesta quinta-feira, 20/10, o calendário incompleto da Copa das Confederações, que acontecerá em 2013 e serve como teste para o Mundial de 2014. Apenas quatro sedes foram confirmadas oficialmente: Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e Belo Horizonte. Enquanto outras duas, Recife e Salvador, dependem da conclusão dos estádios para receber a competição.

Apesar da indefinição sobre as sedes, a Fifa já definiu os palcos dos principais jogos da Copa das Confederações. Assim, Brasília terá a abertura do torneio em 2013, enquanto o Rio ficará com a grande final. Já Belo Horizonte e Fortaleza irão receber uma semifinal cada uma.

Durante o anúncio em Zurique, na Suíça, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local da Copa, Ricardo Teixeira, deixou claro que a participação de Recife e Salvador na Copa das Confederações dependerá da conclusão dos estádios até junho do ano que vem. Mas não adiantou se as duas cidades podem ser substituídas por outras caso não consigam cumprir o prazo estipulado.

Literatura

"Histórias da Jovem Guarda"
O livro "Histórias da Jovem Guarda", da Editora Globo. Escrito pela jornalista Débora Aguillar e pelo escritor Paulo Cesar Ribeiro, é baseado nos depoimentos de Antônio Aguillar, figura emblemática do rádio e da televisão brasileira dos anos 1960. Presente em vários momentos históricos do período, Antônio Aguillar obteve um estrondoso sucesso na Rádio Nacional com o programa Ritmos para a Juventude, líder de audiência em todo o país e que rendeu ao radialista a alcunha de "timoneiro da juventude".
O surgimento da Jovem Guarda, a eclosão das mudanças que marcaram o comportamento dos jovens e a incrível transformação dos costumes nos anos 1960, são o cenário em que são ambientadas as histórias de

Transporte Ferroviário

GOVERNO DO ESTADO DO RIO IRÁ REFORMAR 73 TRENS DE SUA FROTA ATÉ 2013
Primeira composição modernizada começa a circular em novembro. Investimento será de R$ 230 milhões
Até junho de 2013, o Governo do Estado do Rio de Janeiro vai modernizar 73 dos 160 trens de sua frota. A primeira composição reformada começa a circular em novembro, proporcionando mais conforto e segurança aos usuários. Os trens ganharão novos sistemas mecânicos e hidráulicos e ar condicionado. Inicialmente, o Estado investirá R$ 230 milhões no projeto. A previsão é de que sejam aplicados R$ 2,4 bilhões na modernização completa do sistema ferroviário.

Além das melhorias nos 73 trens de aço inox, a Secretaria de Transportes prevê ainda a instalação de sinalizações, modernização da infraestrutura e reformulação de 98 estações. O novo modelo de operação implantado no sistema operado pela concessionária SuperVia inclui também a compra de 90 composições, sendo que um dos trens vindos da China já foi desembarcado no Rio e começa a operar até o fim do ano.

- Essas ações fazem parte dos investimentos que estamos fazendo para a melhoria da qualidade dos serviços de transportes urbanos na Região Metropolitana do Rio de Janeiro - afirmou o vice-governador e coordenador-executivo de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão.

Os 540 mil passageiros diários já poderão notar as mudanças com a fidelização de plataformas para facilitar a localização dos embarques na Central do Brasil, novas coberturas e iluminação nas estações, redução da distância entre plataforma e vagão e diminuição do tempo de espera entre os trens, que serão disponibilizados a cada 3 minutos. Uma moderna rede de comunicação vai assegurar o contato direto entre o Centro de Controle e as composições, e a instalação de 250 câmeras nas estações darão mais segurança aos usuários.

Os projetos:
 Frota modernizada - Serão 73 trens reformados, 120 veículos novos com ar-condicionado e 49 composições de aço-carbono retiradas de circulação. Até 2014, a frota passará a ser substituída a cada 16 anos em vez de 35 anos.

 Revitalização de trechos - Os trechos que vão de Gramacho a Saracuruna e de Saracuruna a Vila Inhomirim serão revitalizados, com a instalação de novos desvios para a redução de intervalos entre os trens e a duplicação da linha férrea.

Estações - Nas 98 estações, estão previstas a revitalização das plataformas, novos padrões de bilheteria e a instalação de equipamento urbano, comunicação visual e piso tátil.

Infraestrutura - Serão substituídos 85 mil dormentes, 55 quilômetros de trilhos, além de fios e cabos da rede aérea. As melhorias incluem o aumento da capacidade das 20 subestações de energia.
Fonte: http://www.blogovagalume.blogspot.com/
Colaborações: Angeline Coimbra  e Luiz Carlos Martins Pinheiro

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Villa Nova (Nova Lima-MG)

A delegação do Villa Nova embarcou no Aeroporto Internacional de Confins às 12h37 desta quarta-feira com destino a Goiânia, cidade em que ficará concentrada para a partida de amanhã, contra a Anapolina, pelas oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D, às 20h30, no Estádio Jonas Duarte.                           

Após o jogo, o elenco leonino retorna à capital goiana. O embarque de volta para casa está marcado para a sexta-feira, às 15h10. A partida de volta será realizada no domingo (23 de outubro), às 17h, no Estádio Municipal Castor Cifuentes.                           

Se eliminar a Anapolina, o Leão do Bonfim enfrentará o Tupi nas quartas de final. Os jogos já têm datas e locais definidos: quarta-feira (26/10), em Juiz de Fora, e domingo (30/10), em Nova Lima. 

O vencedor desse confronto já estará garantido na Série C de 2012 e pegará o Oeste-SP nas Semifinais, nos dias dois, em Itápolis, e seis de novembro, em Minas Gerais.  Leão x Xata                            

A história registra a ocorrência de três jogos entre Villa Nova e Anapolina, todos eles válidos pelo Campeonato Brasileiro das Séries B e C. O zagueiro Fabrício é o único atleta do atual elenco do Villa que já enfrentou a Rubra, já que estava em campo nos dois confrontos realizados em 1999.                           

O curioso é que os dois clubes se envolveram numa polêmica em 1999, referente à escalação irregular de jogadores. O Villa ganhou a questão nos tribunais e eliminou a Xata.                           

O ALMANAQUE DO LEÃO DO BONFIM relata esse fato de modo detalhado: com os resultados obtidos dentro de campo, o Villa ficou em quarto lugar no Grupo D com 15 pontos. Os classificados seriam Serra, com 22, Anapolina, com 20, e Fluminense com 18. O clube goiano, porém, foi apenado com a perda de pontos por ter escalado o jogador Tupã em situação irregular nas partidas contra o Fluminense, no Maracanã, e o Villa Nova, em Anápolis. Com isso, o Leão do Bonfim assumiu o terceiro lugar e se classificou para a Segunda Fase. Foi uma querela jurídica longa, pois a Anapolina também levou o Villa aos tribunais desportivos com a acusação (infundada) da escalação irregular do meia Hagamenon no jogo entre eles ocorrido no dia 29 de setembro. O Leão ficou parado por mais de 40 dias até que a questão fosse efetivamente decidida. Nesse ínterim, os jogadores André e Rincão foram dispensados por indisciplina e devolvidos ao Atlético, dono de seus passes.

Fichas Técnicas das partidas Villa Nova x Anapolina
13/3/1980 – quinta-feira – Campeonato Brasileiro da Série B (Taça de Prata)
Villa Nova 1x1 Anapolina-GO
Gols – Elísio (10’ do 2º) (V) – Divino (5’ do 1º) (A)Público – 353
Renda – Cr$21.740,00
Local – Estádio Governador Magalhães Pinto — Mineirão (Belo Horizonte-MG)
Árbitro – Rubens de Souza Carvalho (RJ), Assistente 1 – Amires Vieira das Chagas (MT) e Assistente 2 – Francisco Rafael Cândido (MT).
Cartão Amarelo – Paulo Roberto (V)
Villa Nova – Helinho; Rubens, Isaac, Dias (Luiz Carlos Ribeiro) (40’ do 1º) e Paulo Roberto; Pirulito, Carlos Roberto (Elísio) (intervalo) e Aguilar; Geraldo Touro, Rangel e Luís Carlos. Técnico – Arizona. Anapolina – Dilon; Wilson Soares, Ribas, Sidney e Toninho; Humberto (Wilson Santos) (19’ do 2º), Mário e Nei (Esquerdinha) (30’ do 2º); Rodrigues, Divino e Edu. Técnico – Rubens de Freitas
OBS. – Rangel (Villa Nova) chutou um pênalti para fora aos 25 minutos do primeiro tempo. 

22/9/1999 – quarta-feira – 20h30 – Campeonato Brasileiro da Série C
Villa Nova 0x3 Anapolina-GO
Gols – Wallace (23’ do 1º), Alessandro Alves (33’ do 1º), Aílton (45’ do 2º)
Público – 684
Renda – R$3.285,50
Local – Estádio Municipal Castor Cifuentes (Nova Lima-MG)
Árbitro – João Luiz dos Santos (SP), Assistente 1 – Edgard Salles Abreu (MG) E Assistente 2 – Edivaldo Roque dos Santos (MG).
Cartão Amarelo – Marco Aurélio, Paulinho (V) – Leandro, Marcelo Santos (A)
Cartão Vermelho – André, Fabrício (V) – Bob (A)
Villa Nova – Cláudio Santos; Rincão; Pablo (Nilo), Geovane e Fabrício; Wander; Paulinho (João Márcio), Marco Aurélio e Dé; André e Edmílson Cenoura (Sandrinho). Técnico – Júlio Espinosa.
Anapolina – Márcio Defendi; Carlinhos Itaberá, Camilo, Leonardo e Esquerdinha; Leandro, Bob, Marcelo Santos e Alessandro Alves; Aílton e Wallace (Vandinho). Técnico – Vica

29/9/1999 – quarta-feira – 20h30 – Campeonato Brasileiro da Série C
Anapolina-GO 0x0 Villa Nova
Público – 1.755Renda – R$4.849,00Local – Estádio Jonas Duarte (Anápolis-GO).
Árbitro – Luiz Edmar Remondine (SP), Assistente 1 – Lourival Ferreira Santos (GO) e Assistente 2 – Nilton Rodrigues do Nascimento (GO).
Cartão Amarelo – Geovane, Wander, Paulinho (V)
Anapolina – Márcio Defendi; Tupã, Camilo, Leandro e Esquerdinha (Carlos Eduardo); Marcelo Santos, Bob, Celinho (Feijão) e Alessandro Alves; Aílton e Wallace.Técnico – Vica
Villa Nova – Cláudio Santos; Wladimir, Ernani, Geovane e Wander; Paulinho, André Sampaio, Cristiano (Fabrício) e Hagamenon (Sandrinho); André e Dé.
Técnico – Osmar Guarnelli
OBS. – Por escalar o lateral-direito Tupã sem condições legais de jogo, pois o atleta não estava devidamente registrado na CBF, a Anapolina foi punida pela Justiça Desportiva.

Tupi (Juiz de Fora-MG)

(Vespasiano – MG) Com o desfalque de última hora do atacante Guilherme, o time de Juniores do Tupi perdeu do Atlético por 3 a 0, na tarde desta quarta-feira (19/outubro), pelo Hexagonal final do Campeonato Mineiro da categoria. Com o resultado, os Carijós continuam com apenas quatro pontos no torneio. Os gols da partida, disputada na Cidade do Galo (em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte), foram de Álvaro, Acácio e Leleu. Os dois times voltam a jogar em Juiz de Fora, no feriado de 2 de novembro. Antes, o Galinho recebe o Cruzeiro em Juiz de Fora, no próximo sábado (22/outubro) e retribui a visita indo à Toca da Raposa, no dia 29, na série de confrontos contra as duas principais equipes de Minas Gerais. .
      A caminho de Vespasiano, no início da manhã, um pequeno susto: o atacante Guilherme passou mal (com queda de pressão e tonteiras), foi medicado, na cidade de Barbacena, se recuperou e seguiu viagem. Porém, por precaução, não entrou em campo – e nesta quinta-feira (20/outubro) o atleta fará exames em Santa Terezinha.
     Sem Guilherme, o técnico Claudinho apostou em Michelzinho, mantendo o time com as conhecidas características ofensivas. Porém, o time de Juiz de Fora levou um gol inesperado logo aos 18 minutos. Antes disso, cada equipe teve duas boas chances. Primeiro com o Galo da capital  - duas excelentes defesas de Victor Hugo; e depois, as do Galinho: Michelzinho, cara a cara com o goleiro, que defendeu, e Luan, que não conseguiu completar para o gol um rebote após cobrança de escanteio.
     No segundo tempo, o talismã Carijó Rafael foi a campo, mas não deu tempo de mostrar serviço. Logo aos seis minutos, o lateral-direito Acácio invadiu a área, não foi importunado e chutou cruzado para fazer 2 a 0. As coisas pioraram bastante logo em seguida, quando Bruninho recebeu seu segundo cartão amarelo, sendo excluído da partida, e Rafael se contundiu, também deixando o campo.
     Com uma a menos e sem poder de reação, o Galinho sofreu o terceiro gol (um chute de fora da área, no ângulo, de Leleu), e contou com uma tarde inspirada do goleiro Victor Hugo que fez, pelo menos, dois “milagres” impedindo uma derrota por um placar ainda maior.
     O Tupi jogou e perdeu com Victor Hugo, Weverton, Luan, Douglas Costa e Thiaguinho (Douglas Santos); Rodolfo, Ruan (Gladson), Maguinho (Augusto), e Renan; Bruninho e Michelzinho (Rafael, depois Daniel). 
    O Atlético atuou com Paulo Victor, Acácio (Gustavo), Jean Pablo, Vitão e Fernando Pavão (Felipe Augusto); Luan, Rafael, Henrique (Gian) e Leleu; Paulo Henrique (Fernando Viana) e Álvaro (Vítor Makisson)
    Árbitro: Hudson Fernandes da Silva, auxiliado por  Vivaldi Pedro Baeta e : Marciano Pires de Lima.
     Cartões amarelos: Bruninho (Tupi), Acácio, Rafael e Gustavo (Atlético)
     Cartão vermelho: Bruninho (Tupi).
Fonte: http://www.tupijf.com.br/

Geraldo Santana (30/03/1930-19/10/2011)

Morreu hoje em Juiz de Fora, aos 81 anos, o compositor e sambista Geraldo Santana. O corpo está sendo velado na capela cinco do cemitério municipal Nossa Senhora Aparecida e o sepultamento está marcado para esta quinta-feira, ao meio-dia e meia.

Nascido na Fazenda Liberdade, no município de Coronel Pacheco, próximo à cidade de Piau-MG, Geraldo Santana é autor, em parceria com Carlos Odilon e Messias da Rocha, dos hinos do Tupi, Sport e Tupynambás (Juiz de Fora), torcedor do Flamengo (Rio de Janeiro) e Tupynambás (Juiz de Fora), Geraldo tinha uma forte ligação com o Botafogo (Rio de Janeiro), para o qual compôs a música "Avante Botafogo".

Em 1974, foi campeão do carnaval em Juiz de Fora, pela escola de Samba Partido Alto, com o samba-enredo "Chica da Silva, emancipação da mulher brasileira", em parceria com Armando Aguiar, o Mamão.

O escritor Wanderley Oliveira está escrevendo a biografia "Geraldo Santana - Sonho, música e realidade", a ser lançada no início de 2012.

Tupi (Juiz de Fora)

Por um capricho da tabela, o time de Juniores do Tupi jogará quatro partidas seguidas contra os dois principais times de Minas Gerais, Atlético e Cruzeiro. O primeiro desafio dessa série é nesta quarta-feira (19/outubro), contra o alvinegro da capital, às 16h, na Cidade do Galo (em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte); no sábado (22/outubro), recebe o Cruzeiro em Juiz de Fora; retribui a visita indo à Toca da Raposa, no dia 29, e fecha o ciclo de duelos contra o Atlético, em casa, no feriado de 2 de novembro.
Para a primeira partida, o técnico Claudinho não contará com o reforço de Dennis (atacante do elenco profissional, que no último sábado – 15/outubro – marcou o gol do Galinho no empate com o Funorte, mas ontem – terça-feira, 18/outubro – atuou no jogo-treino contra o "time de cima" do Cruzeiro, em Belo Horizonte). .
Com isso, o comandante dos Juniores escalou para encarar o Galo da capital: Victor Hugo, Weverton, Luan, Douglas Costa e Thiaguinho; Rodolfo, Maguinho, Guilherme e Renan; Bruninho e Michelzinho. Ficam como opções no banco: o goleiro Mateus, o zagueiro Augusto, o lateral-esquerdo Daniel, os meio-campistas Ruan e Douglas Santos e os atacantes Rafael e Gladson
Os meninos do Tupi seguiram para Vespasiano às 8h15 desta quarta-feira.
Depois de três rodadas, o Galinho tem quatro pontos no Hexagonal final do Campeonato Mineiro de Juniores – ao lado de Cruzeiro e América (BH), e atrás de Funorte, que tem sete e Itaúna, cinco pontos. O Atlético ainda não pontuou e é o lanterna do torneio.
Apita Atlético x Tupi Hudson Fernandes da Silva, auxiliado por Vivaldi Pedro Baeta e : Marciano Pires de Lima.
Os outros jogos da quarta rodada, nesta quarta-feira: Funorte x Itaúna (16h, em Montes Claros) e Cruzeiro x América (19h, em Pará de Minas).
Fonte: http://www.tupijf.com.br/

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Série D

Anapolina 6 x 1 Tocantinópolis
O Anapolina (GO) venceu o Tocantinópolis (TO) por 6 a 1, em jogo remarcado ainda da primeira fase da Série D, e se classificou para decidir com o Villa Nova (MG) quem será o adversário do Tupi na briga por uma vaga na Série C em 2012. Os gols da partida, disputada na noite desta segunda-feira (17/outubro) em Anápolis (GO), foram de André Luís, Valdânis, Juliano, Alexandre Potita (no primeiro tempo) e Cleiton, duas vezes (na segunda etapa) – Têti descontou para o time de Tocantins (também no período final)
Já nesta quinta-feira (20/outubro) acontece o primeiro duelo entre Anapolina e Villa Nova, em Anápolis. O jogo de volta é domingo (23/outubro), em Nova Lima (MG).
A CBF deve sortear nesta terça-feira (18/outubro) a ordem do mando de campo dos jogos do Tupi, que estão marcados para os dias 26 e 30 de outubro.
Cuiabá (MT), Santa Cruz (PE) e Oeste (SP) já garantiram vaga na Série C do Campeonato Brasileiro do ano que vem.

Tupi e Cruzeiro
Tupi e Cruzeiro fazem na tarde desta terça-feira (18/outubro), às 16h, na Toca da Raposa II (em Belo Horizonte) um jogo-treino de grande validade para ambos. O Galo vai utilizar o amistoso para dar ritmo aos atletas, forçosamente parados em função do imbróglio na Série D do Campeonato Brasileiro (entre Anapolina-GO, Tocantinópolis-TO e Itumbiara-GO), e os cruzeirenses, em situação difícil na Série A, têm também a oportunidade de ajustar o time para o prosseguimento do torneio.

A delegação Carijó segue para Belo Horizonte às 8h15 desta terça-feira, com os seguintes jogadores: Rodrigo, Douglas Borges (goleiros), Felipe Cordeiro, Augusto, Marquinhos, Michel (laterais), Sílvio, Wesley Ladeira, Adalberto, Neguete (zagueiros), Marcel, Denilson, Assis, Lucas Silva (volantes); Luciano Ratinho, Vitinho, Henrique (meias), Ademilson, Allan, Dennis, Cassiano e Francis (atacantes).
Na tarde desta segunda-feira (17/outubro), após reapresentação, o elenco Carijó realizou um treino técnico em Santa Terezinha – parte dele debaixo de chuva. Os ausentes da atividade – e também da viagem a Belo Horizonte – foram os atacantes Chrys (ainda com problemas no joelho direito) e Jefferson (sentindo dores no púbis)

Pela Série D, o Galo volta a jogar no dia 26, contra o vencedor do confronto entre Anapolina (GO) e Villa Nova (MG), que jogam nesta quinta-feira (20/outubro), em Anápolis, e no domingo (23/outubro), em Nova Lima (MG).

Literatura

"OS ÚLTIMOS SOLDADOS DA GUERRA FRIA - A história dos agentes secretos infiltrados por Cuba em organizações de extrema direita dos Estados Unidos"
O ano de 1991 marca o fim da Guerra Fria, com a transformação da União Soviética em Rússia, onde Cuba tem interrompidos seus laços de dependência com esse país, e começa se voltar para o turismo como forma de manter parte da sua estrutura, que era basicamente sustentada com embasamento nos soviéticos. A Guerra Fria se alonga clandestinamente, na verdade, quando os Estados Unidos começam a investir, não apenas na propaganda anti-Cuba, como em ataques das formas mais variadas contra o país.
Tanto as investidas americanas sobre o espaço aéreo cubano fazendo chover panfletos com frases tiranizando Fidel Castro, ataques contra navios, explosões dos maiores hotéis de havana, como as pragas espalhadas nas plantações do país, são categoricamente detalhadas no livro “Os últimos soldados da Guerra Fria” de Fernando Morais.

O autor
Fernando Morais, mineiro de Mariana, escreveu “Olga”, “Chatô: o rei do Brasil”, “Corações sujos”, “A ilha” e “Cem quilos de ouro”, (pela Companhia das Letras) e “O mago”, “Montenegro” e “Na toca dos leões”, (pela Planeta).

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Série D

por Wagner Augusto Álvares de Freitas
                                   O Villa Nova está próximo de, finalmente, conhecer seu adversário nas oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. A novelesca definição do Grupo A5 da Primeira Fase da competição poderá ocorrer hoje à noite. O pleno do STJD determinou e a CBF marcou novamente para esta segunda-feira (17 de outubro), às 20h30, em Anápolis, a partida Anapolina x Tocantinópolis. Se a Xata vencer por quatro ou mais gols de diferença, toma a vaga do Itumbiara. Nessa hipótese, o jogo em que o Leão do Bonfim perdeu para o Itumbiara por 3x1, no dia 25 de setembro, fica sem efeito e o adversário passa a ser a A. A. Anapolina.
                            Esse imbróglio lembra muito a novela Maria do Bairro, melodrama mexicano gravado em 1995 e transmitido no Brasil em quatro ocasiões. A trama nunca terminava e se arrastava por modorrentos e infindáveis capítulos, em que a protagonista passava por várias etapas de sua vida.
                            A CBF também divulgou de modo oficial a nova programação de jogos da Série D. O Villa Nova enfrenta o vencedor do Grupo A5 na quinta-feira (20 de outubro), fora de casa, e no domingo (23 de outubro), em Nova Lima. Caso se classifique para as quartas de final, o Leão do Bonfim terá pela frente o Tupi, em partidas a serem jogadas nos dias 26 e 30 de outubro, com mandos de campo a serem definidos por sorteio.
                            Passando pelo Tupi, o Villa terá alcançado seu objetivo e estará garantido na Série C de 2012. Nas Semifinais, o time alvirrubro pegará o Oeste, de Itápolis-SP, nos dias 02 e 06 de novembro. A equipe paulista subiu muito de produção na reta final da Primeira Fase, após a demissão do técnico Moacir Júnior e a contratação de João Martins.
                            Se chegar à decisão, o Villa se defrontará com o vencedor de Santa Cruz-PE x Cuiabá, nos dias 13 e 20 de novembro.
*Wagner Augusto Álvares de Freitas é Assessor de Imprensa do Villa Nova

CONSIDERAÇÕES:
Essas datas de 02, 06, 13 e 20 de novembro também valem para o Tupi, caso o time de Santa Terezinha avance na competição.

domingo, 16 de outubro de 2011

Literatura

"O Que Sei de Lula"
Esta obra, escrita por José Nêumanne Pinto, "O Que Sei de Lula", relata episódios na vida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como a reunião de Lula com um emissário do Planalto no governo João Figueiredo, o major Gilberto Zenkner. E acompanha a trajetória do menino retirante do sertão de Pernambuco à Praça dos Três Poderes passando por São Paulo.