domingo, 31 de outubro de 2010

Dilma Rousseff

Dilma Vana Rousseff  nasceu em Belo Horizonte-MG, no dia 14 de dezembro de 1947. É filha de Pedro Rousseff (Pétar Russév), natural da Bulgária e Dilma Jane da Silva Rousseff, natural de Nova Friburgo-RJ, irmã de Igor e Zana Lúcia (que morreu em 1976). É formada em Economia pela UFRS.
Na Bulgária, Pedro Rousseff foi casado com Evdokia Yankova, com quem teve o filho Luben Russév, que morreu em 2007 sem conhecer a irmã brasileira. Lubem nasceu em 1929, após a partida do pai para o Brasil.

Na América do Sul, Pétar Russév passou por Buenos Aires, Salvador, São Paulo e Uberaba, onde conheceu Dilma Jane, até chegar a Belo Horizonte, onde fixou residência e morreu em 1961.

Dilma foi casada com o jornalista Cláudio Galeno Linhares, e posteriormente, com o advogado Carlos de Araújo,  três vezes eleito deputado estadual no RS, pai da advogada Paula Rousseff, nascida em Porto Alegre em 27 de março de1976. Cláudia, casada com Rafael Covolo é mãe do único neto de Dilma, Gabriel, que nasceu em 09 de setembro de 2010.

Com a eleição, Dilma se junta a outras mulheres que fizeram ou fazem história.
Indira Gandhi
Em 1966, a ministra da Informação e Radiodifusão virou a primeira chefe de estado da Índia e símbolo da mulher no poder. Se reelegeu em 1971, com a promessa de expulsar a pobreza.

Margaret Tatcher
A “Dama de Ferro” se elegeu primeira-ministra da Inglaterra em 1979, primeira mulher a ocupar o cargo no pís. Governou até 1990 pelo Partido Conservador.

Angela Merkel
A primeira-ministra da Alemanha foi considerada pela revista Forbes a mulher mais poderosa do mundo em 2009. Foi a primeira a ocupar o cargo no país.

Cristina Kirchner
A viúva do ex-presidente Néstor Kirchner se elegeu presidente da Argentina em 2007, após o fim do mandato do marido. Ela se candidatará à reeleição.

Michelle Bachelet
A ex-presidente do Chile foi a primeira mulher eleita para o cargo na América Latina. Ela foi presa, torturada e expulsa do país na época da ditadura chilena.

Eleições 2010
Dilma Rousseff - 55.752.092 votos - 56.05%
José Serra - 43.710.422 votos - 43.95%
Total de eleitores: 135.799.043

sábado, 30 de outubro de 2010

Miss Mundo 2010

Americana vence concurso de Miss Mundo
A americana Alexandria Mills, de 18 anos, foi coroada a nova Miss Mundo na cidade de Sanya, na China, neste sábado, 30/10.
Mills venceu mais de cem concorrentes, entre as quais a brasileira Kamilla Salgado, de 23 anos, que não ficou entre as finalistas.
A nova Miss Mundo acabou de se formar no colegial e quer ser professora.
Entre seus hobbies estão viajar, fotografar e tocar instrumentos.
Apesar de afirmar ter talento como cantora, Mills quer fazer faculdade de fotografia e se dedicar a retratar paisagens e edifícios.

Sport Club Juiz de Fora

Campeonato Mineiro
30/10 - Sábado - 16:30 - Sport (Juiz de Fora) e Patrocinense (Patrocínio),
04/11 - Quinta-feira - 20:00 - Varginha e Sport (Juiz de Fora),
07/11 - Domingo - 10:30 - Sport (Juiz de Fora) e Nacional (Nova Serrana),
11/11 - Quinta-feira - 20:00 - Fluminense (Araguari) e Sport (Juiz de Fora),
15/11 - Segunda-feira - 19:30 - Democrata (Sete Lagoas) e Sport (Juiz de Fora),
21/11 - Domingo - 10:30 - Sport (Juiz de Fora) e Democrata (Sete Lagoas),
24/11 - Quarta-feira - 16:30 - Sport (Juiz de Fora) e Fluminense (Araguari),
28/11 - Domingo - 17:00 - Nacional (Nova Serrana) e Sport (Juiz de Fora),
01/12 - Quarta-feira - 16:30 - Sport (Juiz de Fora) e Varginha,
05/12 - Domingo - 10:30 - Patrocinense (Patrocínio) e Sport (Juiz de Fora).

Literatura

BARRADÃO, 500 jogos

por Alexandro Ribeiro.

Sábado, dia 30 de outubro de 2010, o Vitória realizou a partida oficial de número 500 no estádio Manoel Barradas, uma marca muito importante para quem lutou muito para ter reconhecido o direito de ter um estádio próprio, onde conseguiu reverter a hegemonia do futebol local conseguindo importantes títulos e se estabelecendo em uma posição de destaque no cenário nacional.

Foi no estádio Manoel Barradas que o Vitória levantou a maior parte de seus títulos: 14 Campeonatos baianos (92, 95, 96, 97, 99, 00, 02, 03, 04, 05, 07, 08, 09, 10), 3 Campeonatos do Nordeste (97, 99, 03) – os campeonatos baianos de 92 e 99, e os campeonatos do nordeste de 97 e 99 foi utilizado o Barradão em poucos jogos. Foi também no Barradão que conseguimos os acessos da série C para a B, da B para a A, ser semifinalista no campeonato Brasileiro de 99 e na Copa do Brasil de 2004, e mais recentemente ser Vice Campeão da Copa do Brasil com campanha irretocável no Manoel Barradas, além de conseguir o direito e disputar alguns torneios internacionais como as Copas Conmebol e a Sulamericana . Isso sem citar as inúmeras conquistas nas divisões de base que resultam em amplo domínio local, sendo 36 títulos nos últimos 16 anos apenas nos torneios da federação – infantil, juvenil e júnior.

No entanto, alguns momentos mais delicados, foram vividos dentro do Manoel Barradas, como o descenso em 2004 e 2005, e atualmente, a luta pela permanecia na primeira divisão em 2011.

Um fato interessante dessa partida é que o adversário, o Vasco da Gama, dentre todos os times que o Vitória enfrentou mais de 04 vezes no Manoel Barradas, é o que tem o melhor aproveitamento, com 09 vitórias e 01 empate nos 10 jogos realizados. São 29 gols pró e 11 gols contra.

Foram no total 101 adversários diferentes ao longo desses 499 jogos, com 315 vitórias, 104 empates e 80 derrotas, resultando um aproveitamento superior a 70%. Foram marcados pelo Vitória 1.117 gols, enquanto a meta rubro negra foi vazada 520 vezes. Somando todos os públicos, 4.650.627 pessoas pagaram para ver o Vitória no Barradão, mas como o número de não pagantes beira os 10%, certamente mais de 5 milhões foi o público total, sendo que nos últimos 5 anos, com a aproximação do torcedor ao clube promovida pela nova diretoria, a média anual de publico presente é superior a 500 mil (na verdade nos últimos 5 anos, ou 180 partidas, teve o mesmo público no Barradão do que nos demais anos que correspondem a 320 jogos).
Os campeonatos que mais disputamos no Barradão foram o Brasileirão (esse será o jogo de número 200) e o campeonato Baiano (165 jogos). Também foram disputados campeonatos do Nordeste, Copa do Brasil, as segundas e terceira divisão, Copa Conmebol, Seletiva para Libertadores, Copa dos Campeões, e Copa Sulamericana.

Das 316 vitória no Barradão, nada menos que em 109 a diferença de gols foi 03 ou mais, o que podemos denominar de goleadas. E os jogadores que mais colaboraram com esses gols foram Ramon, com 44 tentos no Barradão, seguido por Allan Delon com 40, Índio com 34 e Fernando com 32. Perto de 400 jogadores já defenderam a camisa Rubra Negra nessas partidas, sendo Vanderson, Bida e Flávio Tanajura os que mais envergaram o manto com 116, 110 e 108 jogos respectivamente (até o jogo 499). Tivemos inúmeros jogadores criados no Barradão que, mantendo a tradição do clube, foram destaques nacional e internacionalmente, podendo rapidamente citar David Luís, Hulk, Dudu Cearense, Felipe, Marcelo Moreno e, recentemente, Wallace, Anderson Martins, Uellinton, entre tantos outros. Os técnicos que mais comandaram o Leão foram Arthurzinho, Wagner Mancini, Chamusca e Joel Santana com 51, 39, 38 e 38 partidas respectivamente.

Além dos jogos oficiais, cerca de 30 amistosos já foram realizados no Manoel Barradas, alguns como preparação para o início das temporadas ou inter-temporadas, e outros festivos como a inauguração do estádio contra o Santos em 86, a reinauguração contra o Olímpia do Parahuai em 91, o jogo contra o Corinthians em 97 e a comemoração do aniversário contra o PSV da Holanda, neste ano.

Jogo de nº 500
Vitória-BA 4 x 2 Vasco da Gama-RJ
Vitória: Viáfara; Jonas, Wallace (Thiago Martinelli), Anderson Martins e Egídio; Uelliton (Renato), Neto Coruja, Elkeson (Ricardo Conceição) e Ramon; Adailton e Junior. Técnico: Antônio Lopes.
Vasco: Fernando Prass; Fagner, Jadson Vieira, Cesinha e Diogo (Nunes); Rafael Carioca, Jumar, Felipe e Fellipe Bastos (Rômulo); Zé Roberto e Eder Luis (Fumagalli). Técnico: Paulo César Gusmão
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (FIFA/SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani-SP e Danilo Ricardo Simon Manis-SP
Cartões amarelos: Ramon, Júnior, Anderson Martins e Neto Coruja (Vitória); Jandson e Nunes (Vasco)
Gols: Adailton aos 2'/1T, Elkesson aos 40'/1T e Neto Coruja aos 47'/1T (Vitória)

Módulo três 2010

Resultados
Sport (Juiz de Fora) 0 x 0 Patrocinense (Patrocínio)

Público: 203
Renda: 1.305,00

Fluminense (Araguari) 1 x 0 Nacional (Nova Serrana)
Gol: Tardeli, aos 32'1T
Público: 379
Renda: 2.790,00

Literatura

500 jogos

A partida contra o Vasco pela 32ª rodada do Brasileirão 2010 será a 500ª do Barradão, a casa do Vitória

por Flávio Amaral

A partida entre Vitória e Vasco neste sábado será a 500ª do Barradão. A casa do Vitória, construída na década de 1980, na gestão do então presidente José Rocha, e inaugurada em 11 de novembro de 1986, foi construída com custo superior a 46 milhões de cruzeiros. Já sua reinauguração, em 1991, esta visando já receber partidas constantes, custou 100 milhões de cruzados.

O estádio, cujo nome - Manoel Barradas - foi dado em homenagem ao ex-presidente do clube com o mesmo nome, que comandou pessoalmente as obras de construção daquela que é apontada como a maior realização do clube. Manoel Barradas em muito influenciou na liberação de verbas estatais para a construção da arena, que abrigou, dentre outras partidas importantes, a semifinal do Campeonato Brasileiro de 1999 e da Copa do Brasil de 2004, e a decisão desta última, recentemente. Embora tenha perdido o título para o Santos, o Vitória teve um aproveitamento de 100% em seu estádio na competição, ganhando todos os seis jogos disputados.

Diretoria quer casa cheia para a partida
Para comemorar a data festiva, o departamento de marketing do clube pretende pôr em prática dois projetos que já vêm sendo planejados há algum tempo pela diretoria. Um deles é o Dia do Torcedor, que consiste numa estratégia já adotada por outros clubes do país. O Vitória irá proporcionar aos fãs oportunidade de disputar jogos no Barradão, com todas as formalidades peculiares de um jogo oficial, como uniformes especiais, telão ligado, preleção no vestiário e entrevista na sala de imprensa. O segundo projeto é a reforma do memorial e da loja oficial do clube. As obras terão a duração de 60 dias, mas serão usadas de qualquer forma durante a festividade.

Já para a partida contra o Vasco, neste sábado, estão previstas outras ações mais suaves, mas que não deixam de ser acessíveis aos torcedores. O ingresso e o site oficial terão uma temática diferenciada, além da comercialização de camisas comemorativas e do terceiro uniforme, produzido pela Penalty, fornecedora oficial da equipe.

Marco na história do clássico Ba-Vi
O estádio é considerado um divisor de águas não só na história do clube, mas também na do futebol baiano. Após sua inauguração, a hegemonia do Vitória sobre seu principal rival, o Bahia, é marcante, visto que o clube conquistou em treze anos o mesmo número de títulos que havia conquistado em toda sua história anterior ao Barradão. Em estatísticas mais precisas, nessa época, o Leão permaneceu invicto em Ba-Vis de 05 de abril de 1998 a 21 de maio de 2006, o que representa mais de oito anos de invencibilidade. Até o momento, o Vitória, no Barradão, tem vinte e uma vitórias, sete empates e sete derrotas no clássico.

Quem confirma tal estatística é Alexandre Ribeiro, historiador e conselheiro do clube baiano, que listou alguns dos jogos mais importantes que o estádio recebeu, tirando dessa lista os jogos decisivos contra o Vasco - adversário de sábado -, que você pode conferir na outra matéria relacionada à partida, no fim da página.

Ao ser perguntado sobre a possibilidade de uma queda no rendimento do time rubro-negro caso o Vitória venha a dividir a Arena Fonte Nova com o Bahia, Alexandre foi enfático:

- Não acho que vá ser prejudicial ao Vitória. O Barradão teve uma importância fundamental na história do clube e do futebol baiano, mas a Arena Fonte Nova trará outros parâmetros de estádio e de estrutura, coisas que o nosso estado necessita. - afirmou.

Jogos mais importantes do estádio:
03 de março de 1998 - VITÓRIA 5x0 FLAMENGO - Confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil

05 de dezembro de 1999 - VITÓRIA 2x1 ATLÉTICO-MG - Partida válida pelas semifinais do Brasileirão de 1999, com o expressivo público de 43.210 torcedores

19 de maio de 2010 - VITÓRIA 4x0 ATLÉTICO-GO - Jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil, que rendeu ao Leão a primeira classificação para uma final da competição

04 de agosto de 2010 - VITÓRIA 2x1 SANTOS - Seguna partida da final da Copa do Brasil de 2010. O Vitória venceu e garantiu os 100% de aproveitamento em casano torneio, mas o 2 a 0 para o Santos no primeiro jogo deu o título ao Alvinegro Praiano.

Números do Vitória no Barradão:
14 títulos conquistados no Barradão
101 adversários diferentes enfrentados
315 vitórias
109 vitórias por três ou mais gols de diferença (goleadas)
104 empates
80 derrotas
1113 gols marcados
518 gols sofridos
75% aproveitamento aproximado do Vitória
400 jogadores que defenderam a camisa do Vitória nos 499 jogos já realizados
4.650.627 torcedores que compareceram ao estádio nas 499 partidas já disputadas
200 jogos do Brasileirão disputados no estádio
165 jogos do Campeonato Baiano abrigados pelo estádio
30 amistosos já disputados no estádio

Títulos conquistados no estádio:
14 Campeonatos Baianos (92, 95, 96, 97, 99, 00, 02, 03, 04, 05, 07, 08, 09, 10)
03 Campeonatos do Nordeste (97, 99, 03)

Literatura

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Campeonato Mineiro - Módulo Três

                              Sport (Juiz de Fora) e Patrocinense (Patrocínio)
Sport: Gonçalves, Serginho, Luiz Alves, Franklin e Michel; Marcel, Renan, Petherson e Thomas, Thiago Emílio e Valdiram. Técnico: Nando Ozório.
Patrocinense: Cristiano, Iran, Marcelo Felber, Fagundes e João Lucas; Renan, Mika, Jeferson e Daniel; Cezinha e Cinézio. Técnico: Flávio Santos.
Arbitragem: Josué Otaciano dos Santos, Pedro Araújo Dias Cotta,Douglas Almeida Costa e João Batista Neves Guelber Júnior.

Outros jogos:
hoje às 17 horas
Fluminense F.C. (Araguari) e Nacional E.C (Nova Serrana)

Segunda-feira 01/11
Às 19:30
Democrata F.C. (Sete Lagoas) e Varginha E.C.

Quinta-feira 04/11
Às 17:30h
Nacional E.C. (Nova Serrana) e Democrata (Sete Lagoas)
Às 20:00h
S.E. Patrocinense (Patrocínio) e Fluminense F.C. (Araguari)
Varginha E.C. e Sport Club (Juiz Fora)
Arbitragem: Flávio Henrique Coutinho Teixeira, Vivaldi Pedro Baeta, Ricardo Vieira Rodrigues, Thiago Alexandre de Oliveira e

Rádio Cultura
Neste sábado, 30/10, às 16 horas, a Rádio Cultura de Santos Dumont (www.radioculturasd.com.br) transmite pelo campeonato mineiro, Sport (Juiz de Fora) e Patrocinense (Patrocínio), direto de Juiz de Fora, com Edson Palma, João Begati, Carlos Ferreira, Evandro Begati, Guilherme Galdino e Sérgio Rodrigues.
Patrocínio:
- Prefeitura de Santos Dumont, Santos Dumont para todos,
- Bahamas, compromisso com o menor preço,
- Livraria São Miguel, especializada em artigos religiosos,
- GBOEX, a proteção certa para a sua família,
- Leiteria São Luiz, BR 040, na Barra,
- Vidraçaria Abreu e Abreu e Vidraçaria Abreu Andradas, distribuidoras dos produtos Blindex!

Literatura

Seleção Brasileira

Os convocados para a partida do 17/11, contra a Argentina.

GOLEIROS
Victor (Grêmio)
Jefferson (Botafogo)
Neto (Atlético-PR)

LATERAIS
Rafael (Manchester United-ING)
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
André Santos (Fenerbahçe-TUR)
Adriano (Barcelona-ESP)

ZAGUEIROS
Réver (Atlético-MG)
Thiago Silva (Milan-ITA)
David Luiz (Benfica-POR)
Alex Costa (Chelsea-ING)

VOLANTES
Elias (Corinthians)
Lucas (Liverpool-ING)
Sandro (Tottenham-ING)
Ramires (Chelsea-ING)

MEIAS
Douglas (Grêmio)
Ronaldinho Gaúcho (Milan-ITA)
Jucilei (Corinthians)
Philippe Coutinho (Internazionale-ITA

ATACANTES
Neymar (Santos)
Robinho (Milan-ITA)
Alexandre Pato (Milan-ITA)
André (Dínamo de Kiev-UCR)

Literatura

                           

Fórmula 1

Após um ano complicado na fraca Hispania, Bruno Senna está perto de dar um importante salto na sua carreira, e conseguir algo melhor para a temporada 2011 da Fórmula 1. O brasileiro negocia com a Lotus para conseguir um dos cockpits da equipe.

Quem deixaria a equipe seria o veterano Jarlo Trulli, que já está perto do fim de carreira. Além disso, o time não quer se desfazer do finlandês Heikki Kovalainen, que vem tendo um ótimo desempenho neste ano.

Segundo fontes ligadas ao piloto brasileiro, ele ainda precisaria de um bom patrocinador para assegurar a vaga. Os empresários do piloto já estão trabalhando para reeditar a parceria do sobrenome Senna com a equipe anglo-malaia, que anunciará no GP do Brasil a chegada dos motores Renault para a próxima temporada.

A Lotus é, no momento, a grande aposta entre as equipes novatas para a próxima temporada. Ela já confirmou que usará o câmbio e os sistemas hidráulicos da RBR a partir de 2011.

Parceria de longa data
O sobrenome Senna tem uma longa história com a Lotus. Ayrton, tio de Bruno, correu pela equipe inglesa por três temporadas, de 1985 a 1987. E sua primeira vitória na categoria foi conquistada com a Lotus-Renault no GP de Portugal de 1985, em Estoril. Com o time, Senna teve seis vitórias, 24 pódios, 16 poles e 150 pontos, antes de se transferir para a McLaren, em 1988, ano de seu primeiro título mundial.

29 de Outubro - DIA NACIONAL DO LIVRO

O dia 29 de outubro foi escolhido como Dia Nacional do Livro em homenagem à funda-ção da Biblioteca Nacional, que ocorreu em 1810. Só a partir de 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia, o movimento editorial começou no Brasil. O primeiro livro publicado aqui foi "Marília de Dirceu", de Tomás Antônio Gonzaga, mas nessa época, a imprensa sofria a censura do Imperador. Só na década de 1930 houve um crescimento editorial, após a fundação da Companhia Editora Nacional pelo escritor Monteiro Lobato, em outubro de 1925.

A Origem do Livro
Os textos impressos mais antigos foram orações budistas feitas no Japão por volta do ano 770. Mas desde o século II, a China já sabia fabricar papel, tinta e imprimir usando mármore entalhado. Foi então, na China, que apareceu o primeiro livro, no ano de 868.

Na Idade Média, livros feitos à mão eram produzidos por monges que usavam tinta e bico de pena para copiar os textos religiosos em latim. Um pequeno livro levava meses para ficar pronto, e os monges trabalhavam em um local chamado "Scriptorium".

Quem foi Gutenberg?
O ourives culto e curioso Johannes Gutenberg (1398-1468) nasceu em Mainz, na Alemanha e, é considerado o criador da imprensa em série.
Ele criou a prensa tipográfica, onde colocava letras que eram cunhadas em madeira e presas em fôrmas para compor uma página. Essa tecnologia sobreviveu até o século XIX com poucas mudanças.

Por volta de 1456, foi publicado o primeiro livro impresso em série: a Bíblia de 42 linhas. Conhecida como "Bíblia de Gutenberg", a obra tinha 642 páginas e 200 exemplares, dos quais existem apenas 48 espalhados pelo mundo hoje em dia. A invenção de Gutenberg marcou a passagem do Mundo Medieval para a Idade Moderna: era de divulgação do conhecimento.

A Importância do Livro
O livro é um meio de comunicação importante no processo de transformação do indivíduo. Ao ler um livro, evoluímos e desenvolvemos a nossa capacidade crítica e criativa. É importante para as crianças ter o hábito da leitura porque com ela, se aprimora a linguagem e a comunicação com o mundo. O livro atrai a criança pela curiosidade, pelo formato, pelo manuseio e pela emoção das histórias. Comparado a outros meios de comunicação, com o livro é possível escolher entre uma história do passado, do presente ou da fantasia. Além disso, podemos ler o que quisermos, quando, onde e no ritmo que escolhermos.

Datas Comemorativas do Livro
JANEIRO
05 - Criação da Primeira Tipografia no Brasil
07 - Dia do Leitor

FEVEREIRO
07 - Dia do Gráfico
27 - Dia Nacional do Livro Didático

MARÇO
12 - Dia do Bibliotecário 14 - Dia do Vendedor de Livros
14 - Dia Nacional da Poesia 19 - Dia do Livro
28 - Dia do Diagramador e do Revisor

ABRIL
02 - Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil - (Hans Cristian, Dinamarca, 1805 - pioneiro literatura infanto-juvenil)
04 - Dia do Livreiro Católico 18 - Dia Nacional do Livro Infantil - (Nascimento Monteiro Lobato, 1882)
23 - Dia Mundial do Livro e do Direito Autoral

MAIO
01 - Dia da Literatura Brasileira
13 - Dia da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro
21 - Dia da Língua Nacional

JUNHO
10 - Dia da Língua Portuguesa

JULHO
25 - Dia do Escritor

SETEMBRO
02 - Dia Internacional do Livro Infantil
08 - Dia Internacional da Alfabetização
30 - Dia Mundial do Tradutor

OUTUBRO
04 - Dia do Poeta
29 - Dia Nacional do Livro

NOVEMBRO
05 - Dia Nacional da Cultura 15 - Dia Nacional da Alfabetização
23 - Dia Internacional do Livro
Fonte: http://www.criancafazarte.com.br/ 

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Valéria Sffeir

Morre aos 57 anos a jornalista Valéria Sffeir
A jornalista Valéria Sffeir morreu hoje, 28/10, no Rio de Janeiro, depois de lutar sete meses contra um câncer no pulmão.

Formada em Comunicação Social na UFJF (Universidade de Juiz de Fora), a jornalista tinha 57 anos e uma carreira dedicada ao jornalismo. Iniciou sua carreira em Juiz de Fora, na TV Globo, hoje TV Panorama, no início dos anos 80.

Também trabalhou na Bahia, em Belo Horizonte e Brasília como repórter e em 1988 foi correspondente internacional em Londres e tornou-se uma das primeiras mulheres a exercer esse cargo. Um de seus trabalhos de maior destaque foi a cobertura da Guerra do Golfo.

Em 1996, já de volta ao Brasil, Valéria fez parte da equipe criadora da Globo News, onde trabalhou como editora internacional e recentemente, chefiava o programa Mundo S.A. cargo que exerceu até se afastar em função dos tratamentos contra o câncer.

O sepultamento está marcado para esta sexta-feira, às 11horas, no Cemitério Municipal de Juiz de Fora.

Literatura

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Eli Corrêa

O comunicador Eli Corrêa, Locutor da Rádio Capital de São Paulo, está se preparando para estrear em breve no comando de um programa numa emissora de TV aberta.

Um piloto está sendo gravado, mas está praticamente tudo definido.

Band News
O Grupo Bandeirantes faz mais uma investida no cenário esportivo. A partir de janeiro de 2011, a Rádio BandNews FM (96,9 MHz - São Paulo/SP) passará a transmitir as partidas dos principais campeonatos de futebol do País — atualmente, a cobertura esportiva da emissora se resume a comentários dos colunistas Milton Neves, Marcos Paulo Reis e Sérgio Xavier.

Além da transmissão ao vivo dos jogos, a BandNews FM também ganhará novos programas futebolísticos.

Literatura

Futebol

Mundial 2000
Após dez anos, a Fifa resolveu se manisfestar sobre o Mundial de Clubes de 2000, realizado no Brasil e vencido pelo Corinthiana.. Nesta quarta-feira, durante cerimônia de sorteio do Mundial de Clubes de 2010, o presidente Joseph Blatter admitiu que a entidade errou no formato da edição do torneio. Segundo Joseph Blatter, a fórmula errou no quesito de permitir que Corinthians e Vasco realizassem a final da competição, por se tratarem de representantes do mesmo país.

Em 2000, oito clubes disputaram o Mundial e foram divididos em dois grupos, com quatro clubes cada. Corinthians e Vasco terminaram nas primeiras colocações de seus grupos e fizeram a final. Real Madrid e Necaxa-MEX, vice-líderes, disputaram o terceiro lugar.

Além disso, a forma como o Corinthians foi para a disputa do Mundial causou polêmica na época. O time Paulista, que sequer conquistou a Libertadores, foi indicado como representante do país sede. Com isso, o Corinthians tirou a vaga de seu rival, o Palmeiras, que tinha conquistado a Libertadores de 1999. O Palmeiras tinha, por direito, a vaga confirmada, já que o Vasco – campeão de 1998 – foi confirmado como campeão do continente, assim como Real Madrid e Manchester United – campeões da Liga dos Campeões em 1998 e 1999, respectivamente

Depois daquela primeira edição em 2000, o Mundial de Clubes organizado pela Fifa só voltou a acontecer cinco anos mais tarde. A principal razão para isso, porém, foi a falência da empresa ISL, que era parceira da entidade e era a responsável pela organização da competição.

A partir de 2005, o Mundial da Fifa se juntou ao antigo Torneio Intercontinental. Mas, em vez de contar com apenas duas equipes (uma da América do Sul e outra da Europa), o campeonato passou a ter representantes de todos os continentes do planeta (nunca dois clubes do mesmo país, o que não é mais permitido). Desde então, os campeões foram São Paulo (2005), Internacional (2006), Milan (2007), Manchester United (2008) e Barcelona (2009). Em 2010, o Internacional representará novamente o continente sul-americano.

Mundial 2010
Foram sorteadas nesta quarta-feira as chaves do Mundial de Clubes da Fifa, que vai ser realizado em dezembro, nos Emirados Árabes Unidos. O Internacional de Porto Alegre, representante sul-americano na competição, já está na semifinal, e enfrenta o vencedor do campeão africano (ainda não definido) contra o Pachuca (MEX), representante da Concacaf.

Fase Preliminar
JOGO 1: Al Wahda (EAU) x Hekari United (Papua Nova-Guiné)
Quartas-de-finais
JOGO 2: Vencedor do jogo 1 x Campeão Asiático*
JOGO 3: Campeão Africano** x Pachuca (MEX)
Semifinais
JOGO 4: Internazionale (ITA) x Vencedor do jogo 2
JOGO 5: Internacional (BRA) x Vencedor do jogo 3
Disputa pelo 5° lugar
JOGO 6: Perdedor do jogo 2 x Perdedor do jogo 3
Disputa pelo 3° lugar
JOGO 7: Perdedor do jogo 4 x Perdedor do jogo 5
Final
JOGO 8: Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5

* Zob Ahan (Irã) e Seongnam Ilhwa (COR) disputam a final da Copa dos Campeões da Ásia em jogo único, no dia 13 de novembro

** TP Mazembe (RD do Congo) e Espérance ST (TUN) disputam a final da Copa dos Campeões da África em dois jogos, nos dias 31 de outubro e 12, 13 ou 14 de novembro.

Copas de 2018 e 2022
O Comitê Executivo da Fifa se reunirá quinta e sexta-feira em Zurique, na Suiça, para decidir o sistema de votação que será utilizado na escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022.

Literatura

Grêmio - Campeonatos Brasileiros - 1000 jogos

Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense ( 421 vitórias, 268 empates, 311 derrotas, 1.332 gols a favor e 1.089 gols contra ) :

GRÊMIO 1 X 2 PALMEIRAS
Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 14/10/2010 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares: Ricardo M. F. De Almeida (RJ) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Renda/público: R$ 544.428,00 / 38.372 ( 34.166 pagantes )
Cartões amarelos: Souza, Lúcio e André Lima (GRE) Márcio Araújo, Kleber, Valdivia e Edinho (PAL)
GOLS: Marcos Assunção 14'/1°T; Ewerthon 2'/2°T; Jonas 46'/2°T
GRÊMIO: Victor, Gabriel, Paulão, Neuton e Fábio Santos (Lúcio 9'/2°T); Fábio Rochemback, Adilson (Roberto 13'/2°T), Souza (Maylson 31'/2°T) e Douglas; Jonas e André Lima. Técnico: Renato Gaúcho.
PALMEIRAS: Deola; Vítor, Danilo, Maurício Ramos, Rivaldo; Márcio Araújo, Edinho, Marcos Assunção, Tinga (Pierre 35'/2°T); Kleber e Ewerthon (Valdivia 20'/2°T). Técnico: Felipão.

Literatura

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Senado

O secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo, Alfredo Cotait Neto, deve assumir a cadeira do senador Romeu Tuma (PTB-SP), que morreu no início da tarde desta terça-feira. Primeiro suplente do petebista, ele precisa se licenciar do cargo para tomar posse no Senado. Se o fizer, aumentará a bancada do DEM até o fim da legislatura.

Com a eventual posse de Cotait Neto, o DEM volta a contar com 14 senadores. Somados aos 16 titulares do PSDB, garante uma bancada de 30 senadores à oposição. Esse número pode subir para 32, com os independentes Jarbas Vasconcelos (PE) e Pedro Simon (RS), ambos do PMDB. Unido, esse grupo terá força para inviabilizar ou dificultar a aprovação de matérias de interesse do governo no final do mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como medidas provisórias, nomeação de autoridades e o Orçamento da União para 2011.

Além disso, o DEM aproveitará os últimos meses como terceira maior bancada da Casa, atrás do PMDB (17) e do PSDB, e à frente do PT, com 8 senadores. Na próxima legislatura, a partir de fevereiro de 2011, o DEM contará com apenas 6 titulares: resultado da ofensiva do presidente Lula, que investido do papel de cabo eleitoral, subiu aos palanques para pedir ao eleitorado que não votasse nos candidatos do DEM e do PSDB. Por sua vez, o PT legislará com 14 senadores.

Se assumir a cadeira de Tuma, Cotait Neto - que também é presidente da Câmara de Comércio Brasil-Líbano e vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo - exercerá o mandato por três meses, até 31 de janeiro. O segundo suplente de Tuma é o advogado Alexandre Honoré Thiollier Filho. Recentemente, ele foi indicado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para uma das vagas reservadas aos advogados no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na eleição deste ano, em que tentou se reeleger pelo PTB, Romeu Tuma indicou outros suplentes para compor sua chapa, ambos de seu novo partido. O primeiro suplente era Antonio Carbonari Netto, dono da rede de Faculdades Anhanguera. O segundo suplente era o engenheiro Murilo Campos.
Senador Romeu Tuma morre aos 79 anos em São Paulo
O senador Romeu Tuma (PTB) morreu às 13h desta terça, 26/10, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por falência múltipla dos órgãos. O corpo está sendo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo. O enterro está marcado para as 15h desta quarta-feira (27) no cemitério São Paulo.
Paulista de ascendência síria, Tuma tinha 79 anos e estava internado na UTI do hospital desde o começo de setembro, para tratar de um quadro de insuficiência renal e respiratória. Ele, que sofria de diabetes e problemas cardíacos, permanecia ligado a aparelhos de diálise e de respiração artificial. No último dia 2, ele havia sido submetido a uma cirurgia cardíaca, para colocação de um dispositivo de assistência ventricular que auxilia o coração, chamado Berlin Heart. Desde então, seguia internado.

Nas últimas eleições, ele concorreu pela terceira vez ao Senado pelo PTB, mas desde o início da campanha a vitória era tida como improvável por conta da fragilidade de sua saúde. Ficaram com as vagas Aloysio Nunes (PSDB) e Marta Suplicy (PT). Tuma ficou em quinto lugar e obteve 3,9 milhões de votos (10,79%).

Academia Mineira de Letras
O presidente da Academia Mineira de Letras (AML), Miguel Augusto Gonçalves de Souza, de 84 anos, morreu na manhã desta terça-feira, 26/10, no Hospital Life Center em Belo Horizonte.

Miguel Augusto havia assumido a presidência da AML depois do falecimento de Murilo Badaró, em junho deste ano.
O sepultamento será às 10h de quarta-feira, no Cemitério de Itaúna, sua terra natal.

Literatura

Terceirização no Brasil e suas Implicações para os trabalhadores
O Professor Eraldo Leme Batista lançou o livro “Terceirização no Brasil e suas Implicações para os trabalhadores”.


A obra analisa mudanças ocorridas nas duas últimas décadas no mundo do trabalho focando no processo de terceirização e suas implicações para o conjunto da classe trabalhadora no Brasil. O autor trabalha com o conceito de flexibilização no mercado de trabalho, que passa por vários níveis dentro das organizações e também fora delas, inclusive fora dos territórios nacionais.

Este livro, é resultado da pesquisa de dissertação de mestrado, realizado na Unicamp, onde o autor, busca contextualizar sociologicamente essas e outras questões do universo do trabalho e do trabalhador, e nos leva a compreender de forma histórica no Brasil a terceirização como desencadeamento do desemprego e enfraquecimento da qualificação profissional.

Trata-se de uma tema polemico e controverso, pois as defesas por parte de setores públicos e privados para implantarem a mesma, estão embasadas em leis, no entanto o movimentos sindical, questiona esta prática, denunciando a precarização do trabalho nestes setores terceirizados, baixos salários, qualidade de vida, condições de trabalhos.

O autor é Mestre em Educação e professor nas disciplinas de sociologia do curso de História do Centro Universitário Claretiano. Este livro foi publicado pela editora pontes, localizada na cidade de Campinas/SP.

http://www.ponteseditores.com.br/

Viaduto

Tradicional "Pão com linguiça" fecha as portas na BR-040 e deixa 43 sem emprego
Famosa lanchonete às margens do Viaduto das Almas chegou a vender de 8 a 10 toneladas da carne por mês

Tradicional ponto comercial da BR-040, a famosa lanchonete Belvedere, mais conhecida como Pão com Linguiça, na cabeceira do macabro Viaduto das Almas, suspenderá suas atividades, por tempo indeterminado, às 17h desta . Foram mais de 50 anos oferecendo à clientela o carro-chefe do estabelecimento, um dos mais famosos do país. O motivo não está ligado a nenhuma disputa familiar. Tampouco a alguma crise financeira. Até porque o estabelecimento, que conta com 43 empregados e funciona 24 horas por dia, sempre teve lucro exorbitante: vendia, em média, de 8 a 10 toneladas de linguiça por mês.

A lanchonete fechará as portas, por tempo indeterminado, por causa da mudança do traçado de quase quatro quilômetros da perigosa BR-040, que liga Belo Horizonte ao Rio de Janeiro, e cuja mudança ocorre em razão de o governo federal inaugurar, nesta tarde, a ponte que substituirá o temeroso Viaduto das Almas. O comerciante Farley Sander Santana, de 34 anos, filho do proprietário da lanchonete, Inácio Santana, de 63, tenta tranquilizar a fiel clientela, dizendo que a família está empenhada em reabrir o Pão com Linguiça às margens do novo traçado da rodovia.

História
A Belvedere faz parte da história do Brasil desde 1º de fevereiro de 1957, quando o então presidente Juscelino Kubitschek (1902/1976), no estacionamento da lanchonete, inaugurou a BR-3 – a rodovia seria rebatizada de BR-040 na década de 1960, devido ao Plano Nacional de Viação. Além de JK, o então governador de Minas Gerais, Bias Fortes, também estava presente à cerimônia, que atraiu a imprensa de todo o país, pois a estrada era a primeira a ser pavimentada no estado.
Fonte: http://www.uai.com.br/

Literatura

Viaduto das Almas

Foram 53 anos e 267 dias e noites de um pesadelo que parecia não ter fim. Mas, nesta terça-feira, enfim o macabro Viaduto Vila Rica, mais conhecido como Viaduto das Almas, no km 592 da BR-040, em Itabirito, na Região Central, a 50 quilômetros de Belo Horizonte, será aposentado. Às 17h, o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, inaugura o elevado Márcio Rocha Martins, que substitui a antiga estrutura, erguida em curva e que tragou pelo menos 200 vidas, segundo estimativa da Associação Brasileira dos Caminhoneiros, desde 1º de fevereiro de 1957, data de sua inauguração.


A saída de cena do Vila Rica é um alívio para os cerca de 15 mil motoristas e passageiros que arriscam a vida diariamente no trecho. Por outro lado, é exemplo de como o poder público gasta mal o dinheiro do contribuinte, pois a obra que salvará muitas vidas durou 12 anos para sair do papel: o primeiro projeto do empreendimento estava pronto desde 1998, mas a construção só começou em 2006. Para piorar, a inauguração foi adiada por seis vezes. O resultado foi o aumento do custo total da obra, que saltou de R$ 40 milhões para R$ 60,6 milhões.

A morosidade do governo federal em desativar o velho Vila Rica custou a vida de muitas pessoas. A maioria das tragédias foi causada pelo design do elevado, erguido em curva, a 30 metros do solo e com 260 metros de extensão por 9 metros de largura. O novo viaduto tem dimensões seguras: 21 metros de largura por 460 metros de comprimento. Sua principal vantagem é que foi costruído em linha reta. Além disso, tem área para escape e a mureta de proteção é bem maior que a do antigo.


O fazendeiro José Alves foi a primeira vítima do Viaduto das Almas, em 20 de julho de 1958. O agricultor, que morava em Entre Rios de Minas, na Região Central, dirigia uma caminhonete que foi empurrada para fora da ponte por um caminhão do Rio de Janeiro, e seu motoristas nem sequer parou para socorrer o mineiro.




José morreu durante uma viagem a BH, onde visitaria o pai internado em um hospital. Sua esposa, Maria da Paixão, estava grávida quando perdeu o marido. O desastre ocorreu no dia em que o casal completaria oito anos de casamento. Naquela manhã, a hoje viúva acordou bem cedo e informou ao companheiro que estava grávida. O fazendeiro, feliz com a notícia, deu um beijo na mulher e disse: “Será menina, se chamará Maria e terá olhos azuis”. Ele acertou, mas não teve chance de conhecer a filha. Maria de Lourdes não conheceu o pai. Hoje, a aposentada Maria de Lourdes, de 51 anos, vive das lembrandas de um pai que foa a primeira vítima do viaduto macabro.

O Viaduto das Almas foi entregue à população em 1957 pelo então presidente Juscelino Kubistchek (1902/1976) como parte da cerimônia de inauguração da BR-3, hoje 040. A rodovia era um marco para os mineiros, pois, além de ser a primeira estrada totalmente pavimentada do estado, ligava Belo Horizonte à capital da República, o Rio de Janeiro – Brasília só seria inaugurada em 1960. Por ironia, a obra foi considerada por muitos a mais charmosa da importante rodovia.



Mas, o bonito viaduto se transformou numa das maiores armadilhas da malha nacional. Em setembro de 1967, um ônibus da Cometa, que saíra do Rio, não conseguiu cruzá-lo: 14 pessoas morreram, entre elas a atriz Zelinha, da extinta TV Itacolomi. Em outubro de 1969, o maior desastre: outro ônibus da Cometa, que também havia deixado a Cidade Maravilhosa, derrubou a precária mureta de proteção, deu uma cambalhota no ar e caiu com as rodas para cima, matando o motorista e 29 passageiros. Em 1994, mais um ônibus despencou da ponte: 13 vidas perdidas.

Futuro incerto
O Dnit informou que repassará o antigo viaduto aos cuidados da União, que ainda não sabe o que fará com ele. A única certeza é que não será jogado ao chão, pois, abaixo dele, há o Riacho Monjolos, apelidado por nativos de Córrego das Almas, por causa de os moradores mais antigos acreditarem que a neblina que forma sobre o filete de água atraía almas penadas.

O apelido do córrego inspirou o governo federal, em 1957, a batizar o elevado como Viaduto das Almas. A ponte só ganhou o nome de Vila Rica em 1974.

Fonte: www.uai.com.br

Literatura

Medalha Santos Dumont

A 55ª edição da Medalha Santos Dumont, considerada a segunda condecoração mais importante oferecida pelo Governo do Estado de Minas Gerais, foi entregue na manhã desta terça-feira, 26/10/10, em solenidade na Fazenda Cabangu, em Santos Dumont, na Zona da Mata Mineira.

A Medalha Santos Dumont foi criada em 1956 pela Lei 1.493, comemorando a realização do primeiro voo do 14-Bis, no dia 23 de outubro de 1906, em Paris. A comenda, dividida nos graus Grande Colar, Ouro, Prata e Bronze, reconhece o mérito cívico de pessoas e entidades que se destacam por sua contribuição ao desenvolvimento e progresso da aviação no Brasil. A cerimônia acontece anualmente na Fazenda Cabangu, onde funciona um museu em homenagem ao pai da aviação.

O Conselho Permanente da Medalha Santos Dumont, capitaneado pelo presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), é composto de órgãos e entidades de diferentes setores, entre eles Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas do Estado, UFMG, PUC, Unimontes, Polícia Militar, Academia Mineira de Letras, Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) e Secretaria de Estado de Defesa Social.

A premiação condecora emoresários, militares, políticos, religiosos, juristas, educadores e demais membros da sociedade.

Literatura

‘Fisiologia Essencial’


Professor lança livro didático sobre a fisiologia humana
Conhecer, entender e aprofundar os conhecimentos de fisiologia humana de uma forma mais descomplicada, acessível e didática. Esse é um dos

propósitos da obra "Fisiologia essencial", de autoria do professor e chefe do Departamento de Fisiologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Carlos Alberto Mourão Júnior, juntamente com Dimitri Marques Abramov, ambos graduados em Medicina nesta instituição.

O livro, lançado no início deste mês pela editora Guanabara Koogan, apresenta conteúdo diferenciado em relação às demais obras por trazer uma linguagem acessível e descomplicada.

Segundo Mourão, o público alvo é justamente os ingressantes nos cursos da área de Saúde, pois a Fisiologia é disciplina básica em seus currículos. "Existem muitos livros no mercado,

mas todos são verdadeiros tratados: grandes e caros. O Fisiologia Humana busca entender o funcionamento dos sistemas orgânicos e as formas de interação entre si,

objetivando a harmonia do todo. Ela é a ciência que estuda todas as funções do corpo humano, desde a célula até os órgãos que o forma.

Estrutura e material suplementar
O livro "Fisiologia essencial" é composto por 15 capítulos. A primeira parte é formada pelos fundamentos; a segunda, pela Fisiologia Celular,

abordando conceitos-chave para a compreensão do conhecimento fisiológico; e a terceira, pela Fisiologia dos Sistemas.

No decorrer da leitura serão encontrados termos-chave, além de um pequeno resumo e perguntas de autoavaliação ao final. As ideias fundamentais para a

compreensão da Fisiologia são trazidas em destaque, formando um rico glossário. Além disso, informações complementares são colocadas em tabelas e boxes, denominados "Fisiologia em Foco".

Biofísica
Outra obra, o livro "Curso de Biofísica"

Lançado no ano passado, a obra busca, tal qual a "Fisiologia Essencial", promover o ensino da Biofísica de forma didática e disponibilizar conteúdos voltados à área. A obra foi lançada a fim de preencher uma lacuna de material didático existente no mercado para o ensino da Biofísica.

Outras informações:
(32) 2102-3211 (Departamento de Fisiologia)
fisiologiaessencial@grupogen.com.br
Fonte: www.ufjf.br
www.twitter.com/ufjfnoticias

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Viaduto das Almas

Dnit anuncia liberação do trânsito no pontilhão que substitui Viaduto das Almas
A novela sobre o Viaduto das Almas deve terminar na terça-feira com a substituição definitiva do pontilhão. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), será liberado, na terça-feira, o tráfego no Viaduto Márcio Rocha Martins, em substituição ao Viaduto Vila Rica, na BR-040, em Itabirito. O ministro dos transportes, Paulo Sérgio Passos, estará no local por volta de 17h para a liberação do trânsito no novo pontilhão.

Iniciada em novembro de 2006, a construção do Viaduto Márcio Rocha Martins estava prevista para ser concluída em agosto de 2008, mas foi adiada pelo Dnit para novembro do mesmo ano; depois para abril de 2009; dezembro do ano passado; março de 2010; maio e depois para o fim de junho, quando foi apontada a necessidade de obras para contenção de encostas.

literatura

Livro: MUITO PRAZER, EU EXISTO
Autora: Jornalista CLÁUDIA WERNECK
Editora: WVA
Ano: 1993
Páginas: 275
UM LIVRO SOBRE AS PESSOAS COM SIDROME DE DOWN.

POR QUE SINDROME DE DOWN?
O QUE É SINDROME DE DOWN?
QUALQUER CASAL PODE GERAR UM FILHO COM SINDROME DE DOWN?
EU NÃO GOSTARIA DE TER UM FILHO COM SINDROME DE DOWN. POSSO
EVITAR QUE ISSO ACONTEÇA?
MEU BEBÊ TEM SINDROME DE DOWN?
A HORA DO DIAGNÓSTICO.
QUERO CUIDAR DO MEU BEBÊ COM SINDROME DE DOWN.
QUERO ESTIMULAR MEU FILHO COM SINDROME DE DOWN.
QUERO EDUCAR MEU FILHO COM SINDROME DE DOWN.
QUERO PROFISSIONALIZAR MEU ADOLESCENTE COM SINDROME DOWN.
GILBERTO,PAI CAMPEÃO.
REI ARTHUR.
ELES SÃO ADULTOS COM SINDROME DE DOWN.
O BANCO DE DADOS.
ENDEREÇOS QUE VOCÊ PODE PRECISAR.

Pelé

Flamengo

Em 1979, cerca de 140 mil rubro-negros lotaram o Maracanã para ver o timaço do Flamengo, reforçado por Pelé, vencer o Atlético Mineiro, de Dadá Maravilha, por 5 a 1.

O Galinho fez o seu papel e marcou três gols na partida. Já o astro maior do futebol, que vestiu a camisa 10 do Flamengo na ocasião, teve a oportunidade de marcar em cobrança de pênalti, mas acabou deixando para Zico a responsabilidade da cobrança.

Fluminense
Em 70 anos de história, Pelé no Bauru, Santos, Cosmos e seleção brasileira. O que muitos não sabem, é que no dia 26 de abril, de 1978, o maior jogador de futebol do planeta vestiu a camisa do Fluminense.

Em uma excursão pela África, o tricolor marcou um jogo amistoso contra o Racca Rovers, da Nigéria, e, por coincidência, Pelé estava no mesmo país, o que levou as autoridades locais à terem a idéia de um pontapé inicial dado pelo Rei do futebol. No entanto, as rádios anunciaram que Pelé estaria em campo como jogador, fazendo com que os trinta mil ingressos se esgotassem rapidamente. A confusão estava formada. Com medo da reação dos torcedores, o chefe da polícia local ameaçou retirar o contingente de policiais, caso Pelé não entrasse em campo. A solução foi colocar o Rei em campo por 45 minutos, com uma chuteira apertada, um número abaixo do seu.

Na oportunidade, o tricolor venceu por 2 a 1 com gols de Marinho Chagas e Arturzinho.

literatura

DIÁSPORA OS LONGOS CAMINHOS DO EXÍLIO (JOSÉ MARIA RABÊLO E THEREZA RABÊLO)
O livro analisa a fundo a experiência dos golpes militares contra Goulart, em 64, e contra Allende, em 73, e da união das forças progressistas na França, que levou à eleição de Mitterrand, levantando questões muito atuais sobre os rumos de um possível governo de esquerda no Brasil. Memória, reportagem e reflexão, Diáspora é a mais completa obra sobre o tema publicado entre nós, redigida por duas pessoas que tiveram de viver 16 anos no exterior, perseguidas pela ditadura militar. Representa um verdadeiro manual de sobrevivência no exílio, diante do qual cabe a pergunta; será que o trem da História pode descarrilhar de novo no Brasil e em outras partes da América Latina?

Módulo três 2010

Definida a primeira rodada do Hexagonal Final.

Uma reunião com os representantes dos seis classificados para o Hexagonal Final do Módulo três do campeonato mineiro definiu os jogos da primeira rodada, marcada para sábado, 30 de outubro.

Nesta Fase os times se enfrentam entre si, em jogos de ida e volta. O campeão e vice campeão, por pontos corridos, sobem para o Módulo II de 2011.

Sábado - 30/10
Fluminense (Araguari) x Nacional (Nova Serrana)- 17h
Sport (Juiz de Fora) x Patrocinense (Patrocínio)- 16h30m

Segunda-feira - 01/11
Democrata (Sete Lagoas ) x Varginha - 19h30m

Cabe aqui ressaltar que essa decisão unilateral da FMF, em subir apenas duas equipes vai manter um Módulo dois capenga em 2011, a exemplo do que foi o de 2010.

Hoje, o Módulo Um tem:
Ituiutaba e Uberlãndia, que foram rebaixados, Mamoré, Poços de Caldas, Itaúna, Formiga, Tombense, URT e Tricordiano , mais duas vagas para o Módulo três, o que perfaz uma competição com apenas 11 equipes.

MÓDULO DOIS COM 14 EQUIPES JÁ!

Literatura

Assim Morreu Tancredo

Autor: Antônio Britto (Depoimento a Luís C. Cunha)
Um povo inteiro de 130 milhões de pessoas sofreu a dor e a agonia dos últimos 38 dias de vida de Trancredo Neves, o Presidente que fez e não viu a Nova República. Neste drama político que mereceu a maior cobertura da imprensa, do rádio e da TV no Brasil, um único repórter atravessou os limites da UTI: Antônio Britto, o porta-voz que, como Tancredo, nunca seria empossado na Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto.


O país se habituou a tentar decifrar na expressão fechada de Britto aquilo que não era dito no rigor dos boletins médicos. Aqui, neste livro, Britto relata o que a ética da Medicina e os compromissos do poder não lhe permitirem. Neste depoimento de 23 horas gravado em 13 encontros em Brasília, entre junho e agosto de 85, com o repórter Luiz Cláudio, o porta-voz Antônio Britto fala sobre os bastidores da república sobressaltada, a véspera da posse que não houve, a guerra dos médicos, as relações governo-imprensa, o conflito entre a ética do jornalista e a do médico, o lento mergulho rumo ao fim, a emoção da morte e o milagre da fé.

Quatro dias antes da posse que jamais aconteceria, Tancredo disse a Britto: Vamos sofrer juntos. Neste livro você vai saber por quê.
"Playboy" de Cleo Pires é a mais vendida desde 2005

Os números ainda não foram auditados, mas a "Playboy" já comemora a edição de agosto, com Cleo Pires, como a maior vendagem dos últimos cinco anos. Os números dão conta de que já foram vendidos mais de 700 mil exemplares. Se o resultado se confirmar, Cléo poderá entrar para o ranking das 10 "Playboys" mais vendidas de todos os tempos.

A revista não divulga qual foi o cachê pago para atriz. Especula-se, no entanto, que ela teria recebido R$ 500 mil, mais uma participação nas vendagens em bancas.

A última vez que uma edição havia registrado venda semelhante ocorreu em agosto de 2005, com a então ex-BBB Grazi Massafera.

Há 11 anos o recorde de maior tiragem permanece intocado. Ele pertence a Joana Prado, a ex-ticeira, cuja edição vendeu 1,24 milhão de exemplares. A segunda "Playboy" mais vendida de todos os tempos também é de 1999: Tiazinha, que vendeu 1,22 milhão de revistas. O terceiro lugar pertence a Adriane Galilsteu, que posou em agosto de 1995 e vendeu 961 mil.

Cerca de 50 atrizes famosas já posaram nuas até hoje na "Playboy".

Literatura

Nelson Mandela: Conversas Que Tive Comigo

"Conversas que Tive Comigo" traça um retrato pessoal do líder Nelson Mandela. Com prefácio de Barack Obama, o livro se baseia no arquivo pessoal de materiais inéditos de Nelson Mandela. São diários, cartas, anotações pessoais, recortes de jornais, rascunhos de discursos e gravações que procuram propiciar a compreensão do lado humano desta personalidade.

Nelson Rolihlahla Mandela nasceu em Mvezo, em 18 de julho de 1918. É advogado, ex-líder rebelde e ex-presidente da África do Sul de 1994 a 1999. Ficou preso por 27 anos, de agosto de 1962 a 11 de fevereiro de 1990.

Eleições 2010

TIRIRICA - “Vote Tiririca, pior que tá não fica”

Falsidade ideológica
O laudo sobre a habilidade de escrita do deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP), campeão de votos para a Câmara, demonstrou que, aparentemente, a declaração de próprio punho por ele entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) foi escrita por outra pessoa.

No documento, as peritas criminais Gláucia Fabíola Costella Tacla e Morgana Manzi Lopes constataram um “artificialismo gráfico” na construção das frases. A perícia “observou a presença de punho escritor mais evoluído na formação de determinados trechos de vocábulos”, diz a avaliação. “Tal fato permitiu constatar que o autor dos manuscritos possui uma habilidade gráfica maior do que aquela que ele objetivou registrar ao longo do texto da declaração”.

Intensivão
Tiririca refugiou-se no Ceará, em uma casa de praia de um político do PR. Na casa, ele está com parentes e tem auxílio de três educadores especializados em alfabetização de adultos. Uma psicóloga também dá auxílio ao deputado eleito para que ele não se deixe abater na hora em que estiver na frente do juiz. Um advogado do PR já pediu que esse suposto teste de leitura e escrita seja feito longe da imprensa para não constrangê-lo. Na defesa, os advogados também usarão exemplos de deputados semianalfabetos que passaram pelo Congresso nos anos 1980 e 1990, entre eles, um descendente de índios, Mário Juruna, eleito pelo PDT-RJ.

Caronas
Votos de protesto sim, mas não exatamente aqueles que o delegado federal Protógenes Queiroz gostaria de ter angariado para conquistar uma vaga na Câmara dos Deputados. Protagonista de um dos grandes escândalos do país, envolvendo a prisão do banqueiro Daniel Dantas, dono do grupo Oportunity, durante a Operação Satiaghrara, em julho de 2008, Protógenes se arriscou na vida política em razão da grande exposição. Mas sua causa sozinha, o combate à corrupção, não convenceu o número suficiente de eleitores de São Paulo. O delegado precisou da ajuda do humorista Tiriricia, campeão de votos para deputado federal, para chegar lá.

Protógenes contabilizou 94.906 votos, mas foi a sobra de 1,049 milhão do palhaço cearense que o alçou à Casa, ao lado de outros dois parlamentares, Otoniel Lima (PRT) e Vanderley Siraque (PT), ambos deputados estaduais de São Paulo. O coeficiente eleitoral, índice para eleição de deputado em uma coligação, foi de 304.533 votos. Tiririca (PR-SP) obteve 1.353.820 . O estreante da política por pouco não socorreu também tradicionais lideranças políticas do PT, como o deputado federal José Genoíno, um dos investigados por suspeita de envolvimento no escândalo do mensalão, que não conseguiu se reeleger, atingindo apenas o posto de primeiro suplente.

Literatura

Não Há Silêncio que Não Termine
Meus Anos de Cativeiro na Selva Colombiana

Sinopse
Os momentos mais dramáticos de sua longa crônica de desventuras certamente são as desesperadas tentativas de fuga. Decidida a recuperar sua liberdade a qualquer custo, Ingrid tentou escapar diversas vezes, sendo invariavelmente recapturada pela guerrilha, faminta e perdida na selva. Obrigada ao convívio quase permanente com os companheiros de sequestro, a autora relembra a rotina tensa do cativeiro, em que a posição de um colchão ou uma suspeita de favorecimento na distribuição de comida geravam desentendimentos por vezes violentos.

Ingrid revisita os diversos acampamentos, mais ou menos provisórios, em que foi mantida prisioneira, associando-os às figuras sinistras dos diversos captores e carcereiros que fizeram parte de seu cotidiano ao longo dos anos. A vítima retrata seus algozes sem rancor, descrevendo-os em sua miséria política e humana. O bem-sucedido fim do sequestro, em julho de 2008, encerra o livro num tom de cautelosa esperança, dedicado à preocupante situação dos reféns ainda em poder das Farc.

Eleições 2010

Apenas 35 dos 513 deputados foram eleitos com os próprios votos

Levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) indica que, segundo o resultado preliminar das eleições, apenas 35 dos 513 deputados federais eleitos alcançaram individualmente o quociente eleitoral nos seus estados. Em 2006, 32 foram eleitos ou reeleitos com os seus próprios votos, sem precisar dos votos das suas coligações.

Bahia, Pernambuco e Minas Gerais elegeram cinco parlamentares cada nessa situação. Ceará, Goiás, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo têm dois eleitos cada. Acre, Distrito Federal, Piauí, Paraná, Rondônia e Roraima contam com um representante cada.
Considerando os partidos, PT e PMDB elegeram sete cada; PSB, cinco; PR, quatro; PSDB, DEM e PP, dois; e PTB, PPS, PDT, PSC, PSol e PCdoB, um.
Casos excepcionais
O humorista Tiririca, que conquistou 1,3 milhão de votos pelo Partido da República em São Paulo, teve votos suficientes para ajudar a eleger mais 3,5 deputados de sua coligação.

Por outro lado, deputados com votação expressiva não foram eleitos. No Rio Grande do Sul, a deputada Luciana Genro (Psol) não conseguiu ser reeleita, apesar de ter recebido 129 mil votos - a deputada não eleita mais votada do Brasil.

Para o líder do Psol na Câmara, deputado Ivan Valente (SP), o sistema atual cria distorções “monstruosas” quando se trata de coligações partidárias, porque nem sempre o candidato “puxado” segue a mesma ideologia do mais votado.

Reportagem - Ralph Machado
Edição - João Pitella Junior

domingo, 24 de outubro de 2010

Radio Carioca

O repórter Rafael Araújo trocou a Rádio Brasil pelo Sistema Globo. Rafael começou na Rádio Carioca, com Garcia Júnior, sendo setorista do Botafogo. Passou pelas rádios Grande Rio e Manchete. Além de Rafael Araújo, Felipe Santos, da TV Esporte Interativo é outro recém-contrato da equipe Globo.

Marco Vasconcelos, setorista da Super Rádio Tupi, chegou a ser sondado, mas a emissora da Rua do Livramento cobriu a proposta da Rádio Globo.

Marcelo Figueiredo, chefe da equipe esportiva da Rádio Brasil já está procurando um substituto. Especula-se nomes como o de Diego Tirre ( Rádio Tamoio) e de Gustavo Henrique (ex-Rádio Tupi).

Futebol Mineiro

Sport (Juiz de Fora) 1x0 Arsenal (Santa Luzia)
Gol: Thiago Emílio, aos 13'2T, de penalti, (Sport)
Público: 250
Renda: R$1.500,00

Democrata (Sete Lagoas) 2x0 Ideal (Ipatinga)
Gols: Bernard, aos 23'1T e 14'2T, de penalti (Democrata)
Público: 1.306
Renda: R$3.212,00

Fluminense (Araguari) 3x4 Patrocinense (Patrocínio)
Gols: Flávio, aos 44'1T, 29'e 36'2T (Fluminense); Cinézio, aos 9', 11', 16' e 27'2T (Patrocinense).

Varginha 2x0 Sul Minas (Pouso Alegre)
Gols: Andersom, aos 4'2T e Fernando, aos 42'2T (Varginha)
Público: 955
Renda: 6.720,00

Venda Nova (Belo Horizonte) 0x2 Coimbra (Belo Horizonte)
Gols: Guilherme, aos 20'1T e Anestor, aos 42'2T (Coimbra)

CLASSIFICADOS:
Sport (Juiz de Fora), Democrata (Sete Lagoas), Nacional (Nova Serrana), Fluminense (Araguari), Patrocinense (Patrocínio) e Varginha.

Analfabetismo

Eleição de Tiririca expõe Brasil dos analfabetos Apesar de o país abrigar um contingente de 14,1 milhões de pessoas que não sabem ler e escrever, projetos para acabar com essa triste estatística não tiveram espaço nos programas dos candidatos


Enquanto a polêmica sobre a diplomação ou não de Tiririca como deputado ganha as ruas, o analfabetismo como problema social ainda não foi citado em debates televisivos no segundo turno. Entre os concorrentes à Presidência, o tema foi brevemente tratado no primeiro turno, quando Marina Silva (PV) comentava que não sabia ler até os 16 anos. Nas poucas vezes em que foram questionados pela então candidata, Dilma e Serra não se aprofundaram em propostas, limitando as respostas ao “vou investir em educação”. Quase esquecido pelos adversários, o mundo dos analfabetos diminui a passos lentos. Em relação a 2008, o índice do ano passado mostra redução de apenas 0,3 ponto percentual na taxa de analfabetos com mais de 15 anos.

Se depender da velocidade de queda na taxa, o cumprimento das metas para o fim do analfabetismo no país exigirá esforços extras. Segundo acordo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 2015 o Brasil deverá ter 6,7% de iletrados. Mas, se o ritmo de redução dos últimos anos for mantido, em 2015 o país ainda registrará 7,9% de analfabetos. Há ainda outra meta: o Plano Brasil 2022, do governo federal, prevê que o problema social esteja erradicado em 2022. Mas especialistas da área não acreditam que a conquista seja comemorada no prazo e alertam que o resultado dependerá de mais investimento na área. “Se não houver mais compromisso e seriedade dos gestores, só a biologia se encarregará em acabar com os analfabetos.

O fim do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pode receber a amarga notícia para os petistas de ter avançado menos do que a gestão de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no combate ao analfabetismo. Em 1995, primeiro ano do tucano, havia 15,6% de iletrados no Brasil, segundo a Pnad. O ex-presidente terminou o mandato em 2002 com 11,8%, registrando queda de 3,8 ponto percentual em oito anos. Já no começo do governo Lula, em 2003, o país tinha 11,6% de analfabetos. O último levantamento, em 2009, apontou 9,7%. Em sete anos de PT, o índice caiu 1,9 ponto percentual.
Fonte: www.uai.com.br

sábado, 23 de outubro de 2010

Módulo três

Valdiram
O jogador entrou na Justiça do Trabalho e teve liminar concedida ontem no final da tarde. Imadiatamente o clube efetivou sua inscrição e o atacante ganhou condição pouco antes das 18 horas, no BID da CBF e está regularizado.

Reginaldo
O jogador que foi expulso contra o Venda Nova pegou quatro jogos de suspensão e desfalca a equipe.

Sport: Gonçalves, Serginho, Luiz Alves, Franklin e Darlesson (Ricardinho); Renan (Petherson), Tiquinho, Thomas (Júnior Negão) e Marcel; Thiago Emílio e Valdiram.

Sport (Juiz de Fora) x Arsenal (Santa Luzia)
Procópio Teixeira - 10h30m
A: Adriano Alves de Oliveira - FMF
A1: Pablo Almeida Costa - FMF
A2: Marcelo Francisco dos Reis - FMF
04A: João Batista Neves Guelber Júnior- FMF

Democrata (Sete Lagoas) x Ideal (Ipatinga)
Arena do Jacaré - 10h30m
A: Igor Junio Benevenuto - FMF
A1: Ricardo Junior de Souza - FMF
A2: Wesley Moreira de Carvalho - FMF
04A: Edmar Rocha - Liga Local.

Varginha x Sul Minas (Pouso Alegre)
Melão - 10h30m
A: Dhênis Rosevelt Araújo - FMF
A1: Pedro Araújo Dias Cotta - FMF
A2: Breno Rodrigues - FMF
04A: Aginarras Amadeu Costa Bento - Liga de Três Corações

Fluminense (Araguari) x Patrocinense (Patrocínio)
Sebastião César - 10h30m
A: Denisson Eufrásio Domingues - FMF
A1: Marciano Pires de Lima - FMF
A2: Helbert Tavares Miranda - FMF
04A: José Vicente Gomes Naves - Liga Local.

Edison Arantes do Nascimento (Pelé)

Edison Arantes do Nascimento (Pelé), nasceu em Três Corações, no dia 21 de outubro de 1940.

Filho de João Ramos do Nascimento (Dondinho) e Celeste Arantes, em 1945 a família Arantes deixou o Sul de Minas e se mudou para Bauru, no Noroeste do estado de São Paulo. O nome "Edison" foi escolhido pelo pai para fazer uma homenagem ao inventor da lãmpada, Thomas Edison.

Clubes
Santos Futebol Clube: 1956 a 1974

Estréia: Santos 7 x 1 Corinthians de Santo André, em 7 de Julho de 1956. (primeiro gol de Pelé, sexto do Santos na partida).
Última partida: Santos 2 - 0 Ponte Preta, 2 de Outubro de 1974.

New York Cosmos: 1975 a 1977

Última partida: New York Cosmos 2 - 1 Santos, no Giants Stadium (Nova Iorque), em 1 de Outubro de 1977. Pelé atuou um tempo por cada equipe e marcou o primeiro gol da equipe estadunidense cobrando falta

Seleção Brasileira
Estreia: convocado pela primeira vez pelo técnico Sílvio Pirilo depois de brilhantes partidas no Maracanã, na qual atuou em um combinado do Santos e Vasco da Gama (fonte: página oficial do Vasco na internet, acessada em 25 de março de 2008). Derrota de 1 a 2 para a Argentina em 1957, pela Copa Rocca. Gol dele.

Copa de 1958: convocado com 17 anos, se machucou na véspera da competição, mas Paulo Machado de Carvalho resolveu levá-lo assim mesmo. Estreou no terceiro e decisivo jogo do Brasil, juntamente com Zito e Garrincha. Ele não marcou, mas o Brasil venceu por 2x0 a URSS. Nessa copa Pelé foi chamado pelos franceses de "Rei do Futebol", dando início a uma verdadeira lenda internacional, tornando-se uma das personalidades mais conhecidas do mundo durante o século XX.

Copa de 1962: Pelé se machucou na virilha, no segundo jogo do Brasil. No primeiro ele havia feito um gol. Não jogou mais aquela competição.

Copa de 1966: Pelé foi caçado em campo pelos adversários, que usavam do chamado "Futebol Força" para surpreender o Brasil. Jogou apenas duas das três partidas que o Brasil disputou naquela Copa. Fez sua última partida com Garrincha, na vitória de 2x0 sobre a Bulgária. Juntos, os dois astros nunca perderam uma partida de futebol pela seleção.

Copa de 1970: Ameaçado de ficar no banco de reservas, quando Zagallo assumiu a seleção, Pelé jogou tudo que sabia e comandou o Brasil na sua mais impressionante campanha em Copas, ganhando definitivamente a Taça Jules Rimet.

Despedida: Maracanã, dia 18 de julho de 1971, com público de 138.575 pagantes. Brasil 2 a 2 Iugoslávia.

Estatísticas
Partidas: 1375
Gols: 1284
Média de Gols por Partida: 0,93
Recorde de gols em uma partida: oito gols, em 21 de novembro de 1964, na partida Santos 11 a 0 Botafogo de Ribeirão Preto (superado por Dadá Maravilha na década de 1970).

Partidas pela seleção brasileira: 115 (92 oficiais)
Gols pela seleção brasileira: 95

Mais jovem artilheiro Campeonato Paulista: 1957 - Santos (fez 17 anos durante a competição)
Mais jovem Campeão Mundial: 1958 - Brasil (17 anos)
Mais jovem Bicampeão Mundial: 1962 - Brasil (21 anos)
Único Jogador tricampeão mundial: 1970 - Brasil
Maior artilheiro em uma temporada do Campeonato Paulista: 1958 - 58 gols
Maior número de temporadas como artilheiro do Campeonato Paulista: 11
Maior artilheiro em uma temporada: 1959 - 127 gols
Maior artilheiro da história da Seleção Brasileira: 95 gols
Maior artilheiro do futebol profissional: 1284 gols

Artilharia
Campeonato Paulista
1957 - Santos (20 gols)
1958 - Santos (58 gols) - Recorde da Competição
1959 - Santos (45 gols)
1960 - Santos (34 gols)
1961 - Santos (47 gols)
1962 - Santos (37 gols)
1963 - Santos (22 gols)
1964 - Santos (34 gols)
1965 - Santos (49 gols)
1968 - Santos (26 gols)
1973 - Santos (11 gols)

Copa América
1959 - Brasil (9 gols)

Campeonato Brasileiro das Forças Armadas
1959 - Seleção da 6ª Grupo de Artilharia de Costa Motorizado (6º GACosM)(11 gols)

Campeonato Sul Americano das Forças Armadas
1959 - Seleção Brasileira das Forças Armadas (11 gols)

Taça Brasil
1961 - Santos (09 gols)
1963 - Santos (12 gols)

Torneio Rio-São Paulo
1961 - Santos (07 gols)
1963 - Santos (15 gols)
1964 - Santos (03 gols)
1965 - Santos (07 gols)

Copa Intercontinental
1962 - Santos (3 gols)
1963 - Santos

Taça Libertadores da América
1963 - Santos (11 gols)

Títulos
Copa do Mundo: 1958, 1962 e 1970
Copa Intercontinental: 1962 e 1963
Taça Libertadores da América: 1962 e 1963
Recopa Sul-Americana: 1968
Recopa dos Campeões Intercontinentais: 1968
Taça Brasil: 1961/62/63/64/65
Torneio Roberto Gomes Pedrosa: 1968
Torneio Rio-São Paulo: 1959,1963,1964,1966
Campeonato Paulista: 1958/60/61/62/64/65/67/68/69/73
Liga Norte-Americana de Futebol: 1977 (New York Cosmos)

Gol 500
Marcado em 2 de setembro de 1962, na partida Santos 3 a 3 São Paulo. Pelé marcou dois gols na partida, sendo o segundo o 500º gol.

Gol 1000
Marcado em 19 de novembro de 1969, às 23h11, Vasco 1 - Santos 2, com 65.157 pagantes.

A partida era válida pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o campeonato brasileiro da época. Aos 33 minutos do segundo tempo o zagueiro do Vasco Renê cometeu pênalti. Pelé cobrou com pé direito no canto esquerdo do goleiro Andrada, que se esforçou, mas não conseguiu defender o pênalti. Andrada não queria sofrer gol de Pelé pois achava que deixaria de ser conhecido como bom goleiro e passaria a ser lembrado somente como o goleiro do milésimo gol.

Ao ser cercado pelos repórteres, Pelé disse: "Pensem no Natal. Pensem nas criancinhas".

Pelé vestiu uma camisa do Santos de número 1000 e deu a volta olímpica no Maracanã.

Os netos
Os netos de Pelé, Octavio Felinto Neto, de 12 anos, e Gabriel Arantes do Nascimento, filhos de Sandra Regina, moram em Curitiba e treinam no Paraná Clube.

Sandra, a mãe de Octavio e Gabriel, travou longa batalha judicial para ser reconhecida como filha de Pelé, fato consumado em 1996. Em 2006, ela morreu vítima de câncer de mama e, pouco depois, a família deixou Santos e se mudou para Curitiba, onde Ozéas Felinto, pai dos meninos, tem familiares.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

RG

Rio vai emitir novo RG a partir de dezembro

O Rio de Janeiro foi o estado escolhido para a implantação do projeto piloto do Registro de Identidade Civil (RIC), desenvolvido pelo Ministério da Justiça. O novo documento será uma espécie de "carteira de identidade nacional", com informações integradas do cidadão e certificação digital. A iniciativa será coordenada pela Secretaria de Estado da Casa Civil e terá também a participação do Proderj (Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro), que dará suporte à rede de integração tecnológica.

Os primeiros 100 mil cartões devem ser expedidos, a partir de dezembro, pela Casa da Moeda. O Governo do Rio de Janeiro terá, então, o prazo de um ano para iniciar o cadastramento e a implementação do documento no Estado. A base de dados será fornecida pelo Detran/RJ, que já desenvolve um trabalho de captação de informações biométricas e utiliza o mesmo cadastro de identificação eletrônica adotado pela Polícia Federal (PF), com cerca de oito milhões de pessoas cadastradas.

O novo documento terá o formato de um cartão de crédito, com um chip contendo diversos dados sobre o cidadão, como altura, impressões digitais, prontuário eletrônico, entre outros. A nova carteira de identidade nacional não substituirá documentos como CPF, Título de Eleitor e Passaporte, mas terá o mesmo registro em todos os institutos de identificação estaduais do país.

Além do Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal também foram escolhidos para implantar o projeto piloto. Iniciativas semelhantes ao RIC já funcionam em países como Portugal, Áustria Bélgica e Suécia.
Fonte: UAI

América-AM e Madureira-RJ

Mais uma vez CBF altera local de semifinal da Série D do Brasileirão

Partida entre América-AM e Madureira no próximo sábado, às 17 horas, será em Guaratinguetá

Pela segunda vez, em dois dias, a Confederação Brasileira de Futebol CBF, mudou o local da primeira partida das semifinais entre América-AM e Madureira. Agora o jogo será realizado no Estádio Dário Rodrigues Leite, em Guaratinguetá, no estado de São Paulo.

A data e horário permanecem inalteradas. Às 17 horas do próximo domingo. Esta foi a segunda mudança de local da partida. Originalmente marcado para Santarém-PA, o jogo teve que mudar para Juiz de Fora e agora acontecerá na cidade do interior paulista. 

Segundo nota da CBF, o motivo da alteração é o de que o Estádio Mario Helênio, em Juiz de Fora será utilizada para fins não esportivos no mesmo dia da partida. Lembrando que na próxima temporada, o Estádio Dário Rodrigues Leite não deve receber jogos em âmbito nacional, pois o time que utiliza o estádio, o Guaratinguetá está de mudança para Americana.
Fonte: www.fi.com.br

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Caldense

O clube de Poços de Caldas divulgou a relação dos 23 jogadores que compõem as duas seleções da campanha “Caldense de todos os tempos”, em comemoração aos 85 anos de fundação. As equipes – uma com atletas que atuaram até 1975 e outra a partir desse ano – foram compostas por sugestão de torcedores ou conselheiros.
A mais antiga: Gilberto; Arnaldo, Buzuca, Neto e João Preto; Mauro, Carlos Roberto, Aílton Lira e Lopes; Augusto (Cafuringa) e Ganzepe.
A recente: Paulão; Orlando, Jânio Joaquim, Paulista e Paulo Roberto; Armando, Alfredinho e Natal; Carioca, Casagrande e Magu.

Fenaj e Fitert

Fenaj e Fitert questionam no STF ausência de legislação sobre direito de resposta

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e a Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão (Fitert) ajuizaram Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO 9) no Supremo Tribunal Federal (STF), para questionar a ausência de regulamentação legal do direito de resposta e da proteção da família brasileira quanto aos meios de comunicação em massa. Para as autoras, com a revogação da Lei de Imprensa pelo próprio Supremo, a regulação do direito ficou gravemente prejudicada.

De acordo com as entidades, ninguém contesta que o direito fundamental de resposta, previsto no artigo 05º, inciso V, da Constituição Federal de 1988, continua a ser reconhecido em nosso ordenamento jurídico. Porém, com a decisão da Corte na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 130, quando o Supremo entendeu que a Lei de Imprensa não foi recepcionada pela Constituição de 1988, o que se assinala é que, na prática, deixou de existir um parâmetro legal para que os tribunais possam decidir-se, quando e como tal direito fundamental é efetivamente aplicado.

Internet
Na ação, Fenaj e Fitert questionam ainda o fato de até hoje o legislador nacional não ter regulado o exercício do direito constitucional de resposta na internet. Quanto a este tópico, é flagrante e injustificável a omissão do legislador em regulamentar o direito constitucional de resposta.

Valores éticos
O artigo 221 da CF diz que a produção e a programação de TV e rádio devem atender a princípios que respeitem valores éticos e sociais da pessoa e da família, dando preferência a finalidades educativas, culturais artísticas e informativas.

E o artigo 220, parágrafo 3º, inciso II determina que compete a lei federal estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no artigo 221, dizem as autores. Sucede, porém, que, passadas mais de duas décadas da entrada em vigor da Constituição Federal, nenhuma lei foi editada especificamente para regulamentar o disposto no artigo 221.

Pedido
Com esses argumentos, as entidades pedem que o STF declare a omissão inconstitucional do Congresso Nacional em legislar sobre as matérias constantes dos artigos 5º, inciso V; 220, parágrafo 3º, inciso II; 220, parágrafo 5º; 211; 222, parágrafo 3º, todos da Constituição Federal, dando ciência dessa decisão àquele órgão do Poder Legislativo, a fim de que seja providenciada, em regime de urgência, a devida legislação sobre o assunto.

Literatura

Jornalista lança livro sobre a vida de Laudo Natel, ex-governador de São Paulo

O jornalista e escritor Ricardo Viveiros, fundador e diretor da agência Ricardo Viveiros Oficina de Comunicação, vai lançar na segunda-feira (25/10) seu 22° livro: Laudo Natel - um bandeirante, publicado pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. A obra relata a vida do político que governou São Paulo por duas oportunidades (1966-67 e 1971-75).

A obra relembra momentos marcantes da vida de Natel, que ficou conhecido no estado como o "governador caipira". Além de sua vida no executivo paulista, o livro relata as passagens do ex-governador pelo Bradesco (banco que ajudou a fundar) e sua fase de dirigente esportivo do São Paulo Futebol Clube, time no qual criou o departamento de marketing e depois chegou a ser presidente.

Com 90 anos, Natel informa que permanece lúcido e trabalhando. Ele comemora o fato de ter sua vida registrada em um livro. "A vida é um sonho possível de se realizar com ética, trabalho e amor. Aos 90 anos de idade vejo que foi muito bom sempre acreditar nisso", diz.

Viveiros, o autor da obra, menciona que fora o São Paulo Futebol Clube e o governo do estado, Laudo Natel - um bandeirante traz momentos que o ex-governador teve com outros políticos.

"Há interessantes episódios do Laudo, que conto nesse livro, com o Lacerda, Jânio, Juscelino, Adhemar, Faria Lima, Maluf e os generais-presidentes da ditadura militar. Ele foi protagonista do cenário paulista e brasileiro nos últimos 70 anos", conta Viveiros.

Serviço
Lançamento do livro Laudo Natel - um bandeirante
Local: Museu da Casa Brasileira (Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705, São Paulo-SP)
Data: Segunda-feira, 25 de outubro de 2010
Horário: 19h
Outras informações: (11) 3032-3727
Fonte: Cominique-se

América-AM e Madureira-RJ em Juiz de Fora-MG

CBF divulga alteração de horários, data e local das semifinais
Para cortar custos, América-AM vai mandar seu jogo em Juiz de Fora
A Confederação Brasileira de Futebol confirmou nesta quarta-feira uma mudança geral na tabela das semifinais do Campeonato Brasileiro da Série D. O duelo entre América-AM e Madureira-RJ sofreu uma grande alteração de data, horário e local.

O duelo entre América-AM e Madureira-RJ, que estava marcado para domingo, às 17 horas, em Santarém, agora, será realizado em Juiz de Fora, Minas Gerais, no mesmo horário. A mudança foi feita a pedido dos amazonenses, que não podem jogar em Manaus pelo seu estádio não comportar dez mil torcedores. Como o time teria que jogar em Santarém preferiu transferir para Juiz de Fora.

Com a mudança cortou os custos da viagem, já que o duelo de volta entre Madureira-RJ e América-AM foi antecipado do sábado, dia 30/10, para quarta-feira, 27/10, às 17 horas, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, assim o time já fica na região e não precisa voltar para Manaus.

Mais mudança
Outra mudança que aconteceu foi na partida entre Araguaína-TO e Guarany-CE. O jogo que estava marcado para este domingo, às 17 horas, foi antecipado para sábado, às 18 horas, mantendo o local, em Araguaína, no Estádio Mirandão.

A outra mudança aconteceu na partida de volta. O duelo que estava marcado para sábado (30/10), às 17 horas, será agora, às 18 horas. Os cearenses alegam que neste horário o clima fica mais ameno para o jogo.

Fonte: www.futebolinterior.com.br

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Dom Raymundo Damasceno Assis

Bispo mineiro é nomeado cardeal pelo papa Bento XVI

Dom Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida, nasceu em Capela Nova e tem chance de votar e ser votado para papa
 
Um bispo mineiro foi nomeado cardeal pelo papa Bento XVI nesta quarta-feira. Dom Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida(SP) é um dos 24 novos cardeais escolhidos pelo Vaticano.

Dom Raymundo tem 73 anos e nasceu em Capela Nova, na Região Central de Minas. Além de governar uma das principais arquidioceses do Brasil, o religioso é também presidente do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam).

Dos 24 novos cardeais, 20 têm menos de 80 anos e são eleitores, em caso de uma votação para novo papa. A reunião para a criação dos novos cardeais será no dia 20 de novembro. Com mais essa leva, os cardeais chegarão a um total de 203, dos quais 121 eleitores.

Com a nomeação de Dom Raymundo, o Brasil passa a ter nove cardeais, dos quais seis são eméritos. O novo cardeal está em Roma, participando de um Sínodo para os bispos do Oriente Médio.

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiu uma nota de congratulações ao arcebispo de Aparecida. “Dom Damasceno é exemplo de dedicação e de entrega total e irrestrita à missão evangelizadora que a Igreja desempenha em vista à construção do Reino de Deus”.

Trajetória
Dom Raymundo Damasceno entrou em 1955 para o Seminário Menor, em Mariana (MG) onde cursou o segundo grau e o curso de Filosofia. Em 1961 foi para Roma onde cursou filosofia e, em 1965 foi para a Alemanha, onde acompanhou o Curso Superior de Catequese. Dom Damasceno foi ordenado padre em Conselheiro Lafaiete, em 19 de março de 1968.

Após a ordenação, o religioso foi para a Arquidiocese de Brasília, onde ficou até 2003. Em 1986 foi nomeado bispo, desempenhando as funções de bispo-auxiliar e vigário geral em Brasília.

Foi secretário-geral do Conselho Episcopal Latinoamericano (Celam) de 1991 a e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em dois períodos: 1995 a 1999 e 1999 a 2003.

Em 2004, foi nomeado arcebispo da Arquidiocese de Aparecida, onde fica o Santuário Nacional e principal destino de peregrinação dos católicos no Brasil.

Possui pós-graduação em Filosofia da Ciência pela Universidade de Brasília (UnB) e pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Também já foi professor da UnB.
Fonte: http://www.uai.com.br/

Radiodifusão

Rádio Comunitária
Prorrogado prazo para habilitar rádios comunitárias

O Diário Oficial da União, da última segunda-feira, 18/10, publicou a prorrogação por 45 dias o Aviso de Habilitação para novas rádios comunitárias. O novo prazo encerra-se na quarta-feira, 1º de dezembro.

Podem se habilitar associações e fundações comunitárias legalmente constituídas, com sede na região onde pretendem prestar o serviço. As entidades interessadas devem efetuar o pagamento de uma taxa de cadastro de R$ 20,00 e preencher os formulários disponíveis no item "Rádio Comunitária" do site do Ministério das Comunicações (www.mc.gov.br).

O aviso beneficiará 249 localidades, sendo possível que mais de uma rádio seja aprovada para uma mesma região, desde que haja a distância de 4 km entre as antenas.

Radiodifusão Educativa
Minicom aumenta exigências para outorga de TVs e rádios educativas
Nova portaria determina que fundações comprovem vinculação com instituições de ensino
O Ministério das Comunicações alterou os métodos de análise de processos que tratam de pedido de outorga para rádios e TVs educativas. O objetivo é evitar que outorgas ou renovações sejam concedidas a rádios ou de televisões que não atendam, exclusivamente, os interesses de entidades dos setores da educação e cultura, uma vez que essas emissoras não são submetidas à seleção via licitação.

A Portaria 95, publicada esta semana pelo Minicom, estabelece que, além da documentação exigida pela legislação atual, será solicitado o que recomenda o Ato Normativo nº 1/2007 da Câmara dos Deputados, e a Resolução nº3/2009 do Senado Federal. Os pedidos que não atenderem as novas recomendações serão negados.

A principal mudança introduzida pelas normas da Câmara e do Sendo é a exigência da demonstração de vinculação entre a fundação e instituição de ensino, no caso de pedido de outorga ou renovação de outorga de radiodifusão educativa para fundação. Segundo o ministro das Comunicações, José Artur Filardi, as novas regras trarão mais transparências e agilidade ao exame dos processos.

A Portaria com os novos métodos de exame dos pedidos de radiodifusão educativa ainda prevê o indeferimento das solicitações caso seja constatada, pela Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica, a indisponibilidade de canal no Plano Básico de Distribuição de Canais, administrado pela Anatel.
Fonte: Ministério das Comunicações (www.mc.gov.br)

Literatura

Livro de 1975 que contesta o mito de Pelé permanece no limbo da história

'A Verdade Sobre Pelé', do jornalista santista Adriano Neiva da Motta e Silva, o De Vaney, foi recolhido 15 dias após ter sido lançado e virou raridade bibliográfica

Gênio, rei, mito, deus...Não há um adjetivo que já não tenha sido utilizado para qualificar Pelé. Sua imagem vende tudo. Seu rosto transmite credibilidade. Mas o craque não é unanimidade e Maradona não foi o único a questionar a majestade do Rei do Futebol. Adriano Neiva, o De Vaney, jornalista santista que acompanhou de perto toda a carreira de Pelé, ousou atacar o mito. E pagou por isso.

Em 1975, ele lançou um livro cujo título resume bem suas intenções: “A Verdade sobre Pelé: as fantasias, os exageros, o mito e a história de um desertor”. De Vaney ainda estava engasgado com o fato de o craque ter se recusado a disputar a Copa de 1974 e resolveu abrir seu arquivo para levantar dados estatísticos e históricos na tentativa de provar que Pelé, além de grande jogador, também era produto de marketing.

“Pelé teria feito jus ao culto, ao fanatismo, à religião da qual se tornou símbolo, imagem e deus? Essa indagação tem resposta neste livro, cujo objetivo é o de preservar a história do futebol brasileiro das deturpações originárias da vertiginosa e comercializada ampliação do mito”. Este é o texto do curto, mas bombástico prefácio.

O livro começou a ser vendido em bancas, mas foi recolhido em duas semanas. Ninguém jamais explicou ao autor o motivo do sumiço. Hoje, a obra é raríssima. O jornalista morreu em 1990 sem ver seu livro ser conhecido e discutido

De Vaney ouviu muitos xingamentos nas ruas logo após o lançamento. Na ocasião, o jornalista trabalhava para o jornal "Cidade de Santos" e era correspondente de vários outros periódicos. Houve até ameaças de agências de publicidade, que prometiam cancelar anúncios em veículos para os quais De Vaney prestasse serviços.

O livro rebate alguns números. Na época, se dizia que Pelé era o jogador com maior média de gols com a camisa da Seleção. De Vaney, porém relaciona outros nove jogadores com média superior. Entre eles, Leônidas da Silva, Feitiço, Paulo Valentim, Silvio Pirilo, Quarentinha, entre outros. Pelé vinha em décimo, com 0,97 gols. Outro dado curioso. No levantamento de De Vaney, o Rei do Futebol deixou de marcar gols em 513 jogos.

No livro o autor contestava gols marcados po Pelé contra times amadores, como o da fábrica da Phillips e os gols marcados pelo time do exército.

De Vaney também se irritou profundamente com a recusa de Pelé de disputar a Copa de 1974, na Alemanha. Pelé foi o primeiro jogador brasileiro a se recusar a servir à Seleção. Depois, apareceu na Alemanha, durante a Copa, usando uma camisa com escudo de uma fábrica de refrigerantes.

Num dos parágrafos em que questiona os recordes de Pelé, De Vaney, em tom irônico, diz que ser o primeiro jogador que se negou a defender seu país em uma Copa do Mundo é um recorde genuíno de Pelé.

Apesar de todos os questionamentos, De Vaney jamais deixou de reconhecer a grande capacidade de Pelé, que considerava um craque acima da média. Conforme alega Álvaro, graças a seu pai o Peixe não trocou o então menino Gasolina (primeiro apelido de Atleta do Século) por um jogador do Jabaquara. O jornalista intercedeu e pediu à diretoria do Peixe que desse mais chances ao garoto.

Exemplares do livro só são encontrados com Álvaro Motta, filho de De Vaney.

Fuso Horário

Acre decide no dia 31/10 se mantém ou não mudança de fuso horário
Referendo ocorrerá com a votação para presidente da República

Os acreanos que forem às urnas no dia 31 tomarão duas decisões: além do voto para presidente, vão referendar ou não a mudança no fuso horário feita em 2008.

Há dois anos, uma lei aprovada no Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Lula alterou o fuso horário do Acre em relação ao de Brasília.

O referendo decidirá se continua o fuso atual, uma hora a menos (duas horas no horário de verão), ou se volta o anterior, duas horas a menos (três horas no verão). A proposta de alteração foi do senador Tião Viana (PT), atual governador eleito do estado. Como nem todos aprovaram, o deputado Flaviano Melo (PMDB) pediu o referendo.

Diariamente, TVs e rádios do Acre exibem propagandas com dois grupos opostos:
- Um quer deixar tudo como está (Frente 55, número do "sim", composta por empresários);
- Outro, (Frente de Resgate do Nosso Antigo Horário, formada por sindicatos), deseja o fuso anterior, adotado em 1913.

Os adeptos do "'não" alegam que o "princípio da democracia não foi respeitado" e que alunos e trabalhadores saem ainda no escuro, o que afeta segurança e rendimento escolar. Outra alegação é de que a mudança quis ajudar redes de TV, como a Globo. Desde 2007, elas devem respeitar a classificação de horário por faixa etária.

A Globo informou que desconhece a iniciativa de mudança do fuso e, caso vença o "não", tem satélite próprio para a programação local.

Os defensores do "sim" não se manisfestaram.

Literatura

Na mesma sintonia
O rádio na vida e na obra de Orlando Duarte


O rádio ainda é o meio de comunicação de maior cobertura no planeta e o de utilização mais barata e versátil: o receptor pode estar no automóvel, em qualquer ambiente da casa e, até, preso ao braço do ouvinte, em modelos miniaturizados. Esse livro narra a história desse invento e a trajetória de Orlando Duarte, um veterano da locução esportiva, no meio radiofônico brasileiro, destacando a atuação de vários pioneiros da radiodifusão com que o autor conviveu.
Fonte: www.editorasenacsp.com.br