sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Fuso Horário

Ministério da Justiça exige adequação de programas de TV Jacqueline Lopes O Ministério da Justiça exige a adequação da programação das emissoras ao fuso horário regional, pois o descumprimento da medida cria desigualdades na garantia de direitos das crianças e adolescentes. O Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente) aprovou ontem (21) por unanimidade uma Nota Pública de apoio ao Ministério da Justiça. Tanto o governo quanto a sociedade civil acreditam que o Ministério da Justiça deve fazer valer a adequação da programação ao fuso horário a partir do dia 07 de abril. Segundo informações da agência de notícias Girassolidária, as mudanças são preconizadas em documento de apoio aprovado por unanimidade pelo Conanda em assembléia geral ontem. "Salientamos a necessidade do respeito absoluto aos diferentes fusos horários em vigor no país, a fim de garantir o respeito aos direitos das 26 milhões de crianças e adolescentes que - seja ao longo de todo o ano, seja durante os meses do horário de verão - vivem em regiões com hora local distinta da de Brasília", diz trecho da nota pública divulgada hoje. O documento será entregue ao Ministro da Justiça, Tarso Genro, e ao Secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior. Ainda conforme a Girassolidária, em vigor desde julho de 2007, a portaria 1220, que estabelece a classificação indicativa, teve apenas um artigo prorrogado, a pedido das emissoras de televisão: o que prevê que a adequação da programação ao fuso horário local, nas regiões que não seguem a hora de Brasília. Nas últimas 24 horas do prazo de 180 dias inicialmente estabelecido, as empresas pediram outra prorrogação. Foram concedidos mais 90 dias. Dessa forma, a lei deve entrar em vigor em 7 de abril. Segundo o Conselho, não deve mais ser prorrogada. A Classificação Indicativa e a adequação ao fuso horário só se aplicam a programas de entretenimento. Não se referem, portanto, aos programas jornalísticos e esportivos. Para os estados que seguem o horário de Brasília, a norma já está funcionando. As faixas horárias estipuladas pela Classificação para programas potencialmente inadequados para crianças e adolescentes estão sendo respeitadas. Isso, segundo o advogado Ariel de Castro, conselheiro do Conanda, cria uma incongruência jurídica. "A diferenciação entre estados descumpre um princípio constitucional: todos são iguais perante a lei", afirma. Ele acredita que a não adequação das emissoras à programação local pode estar abrindo um perigoso precedente. "Se o governo permitir que certas regiões recebam um tratamento distinto daquele que a Classificação Indicativa preconiza para todo o País, pode gerar o entendimento de que os direitos das crianças e dos adolescentes dessas localidades têm menos valor do que aqueles que vigoram em estados com horário de Brasília".

Lições de mau jornalismo

Mair Pena Neto * Com a manchete de capa “Já vai tarde” sobre uma foto de perfil contraluz de Fidel Castro, a revista Veja prestou mais um desserviço ao jornalismo brasileiro ao tratar com fúria reacionária o dirigente cubano que deixava o poder após quase meio século e abandonar qualquer tentativa de compreensão do significado do gesto para o futuro da ilha. Enquanto a mídia do mundo todo buscava decifrar o que será de Cuba pós-Fidel, Veja saía com um artigo editorializado, destinado a destruir a imagem do líder e seu significado na história, com juízos definitivos e texto folhetinesco, que se encaixariam bem no boletim dos cubanos exilados em Miami, mas não na maior revista em circulação no país. É bem verdade que Veja já abriu mão de um jornalismo sério há algum tempo, mas uma edição como essa não deixa de ser reveladora. Não faz muito tempo, a semanal também se dedicou a tentar destruir o mito Che Guevara, destacando, entre outros aspectos menos nobres, que cheirava mal. Nas duas edições, Veja nem tentou disfarçar suas matérias com alguma suposta imparcialidade jornalística. Os textos raivosos eram endossados por fontes declaradamente interessadas em condenar os líderes da revolução cubana. Na edição em que tentou desmitificar Che Guevara, Veja ouviu um agente da CIA enviado à Bolívia para caçar o guerrilheiro. Na matéria sobre Fidel, havia apenas um boxe com um dissidente que vive em Miami. Por sinal, o dissidente Héctor Palacios Ruiz era a voz mais lúcida da edição ao reconhecer em Fidel a habilidade, a inteligência e classificá-lo de um ícone da história. Um contraste com o texto da revista que o chama de farsante, fingidor e sanguinário. Em seu blog, o jornalista Luis Nassif tem se dedicado a descrever práticas do “jornalismo” da Veja, muito mais graves do que as tentativas de desconstrução de mitos e bem distantes, para dizer o mínimo, das normas de um jornalismo sério e de qualidade. A prepotência de Veja me fez recordar um episódio no fim dos anos 80, quando cobria um Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, ainda no autódromo de Jacarepaguá. O repórter da revista estava escalado para fazer uma entrevista com Alain Prost, tarefa ingrata, já que as corridas não são o melhor momento para uma entrevista de fôlego com qualquer piloto, ainda mais com uma das maiores estrelas do automobilismo à época. Depois de esgotar todas as tentativas, o repórter apareceu desesperado no autódromo, comentando a última recomendação de seu editor para que ele conseguisse a difícil entrevista: “Fala pra ele que é da Veja”, contou, indignado, para gargalhada geral dos coleguinhas. Mas na postura da Veja há que se destacar um “mérito”. A revista revela-se, para quem ainda tinha dúvidas, um veículo de direita, sem limites para desenvolver suas pautas e descompromissada com os mais elementares princípios do jornalismo. Enfim, uma publicação para não ser levada a sério. * Mair Pena Neto trabalhou no Globo, Jornal do Brasil e Agência Estado. Foi correspondente da F-1 em Londres, durante três anos ei editor de política do JB e repórter especial de economia. Atualmente trabalha na agência

Sexta-Feira

Uberaba - Minas Gerais No Dia de Hoje 29 Fevereiro Verão 2008: Comemoramos o Dia Extra do Ano Bisexto. Este é um ano bisexto, e como tal um dia é adicionado para fazer com que o calendário permaneça em sintonia com o Sol. Este dia é hoje. A razão que periodicamente faz com que adicionemos um dia é que a Terra não demora exactamente 365 dias a dar uma volta ao Sol, mas sim 365.25 dias. Por isso, em cada quatro anos, o calendário contém mais um dia para contar com o quarto de dia extra do período orbital da Terra. Aniversariantes: Antonio Sabato, Jr. - 36 anos (ator) e; Ja Rule - 32 anos (cantor de rap norte americano). RODRIGO TUBARAUM Blog:http://tubaraumradioshow.blogspot.com

Módulo 2

Renatinho de volta ao Vulcão para enfrentar URT A novidade no grupo de jogadores que se prepara para enfrentar a URT, neste domingo, às 16 horas, no Ronaldão, é o atacante Renatinho. Ele ficou de fora do jogo diante do Formiga, na última quarta-feira, em Formiga, porque estava cumprindo suspensão pela expulsão diante da Caldense. Com a volta de Renatinho, o técnico João Carlos passa a ter uma opção a mais para definir o ataque. Por outro lado, o zagueiro Valdir Sousa fica de fora. Ele acabou expulso, ao ter que anular uma jogada de contra-ataque do Formiga. “Claro que o Valdir vem em ritmo de jogo, mas temos no elenco jogadores de bom nível e não vamos encontrar dificuldade para definir a zaga”, enfatizou o treinador, na certa se referindo a Franklin, Picon e Renato, que vêm treinando forte e que estarão à sua disposição. João Carlos, no entanto, só vai divulgar o time momentos antes do início jogo, no domingo, no Estádio Ronaldão. No último compromisso ele utilizou, no segundo tempo, Luis Fernando, no meio campo; e Baianinho, no ataque. São opções que ele tem no elenco, num campeonato difícil e com jogos intermitentes, como acontece com o Módulo II. Fonte: assessoria de imprensa

Salário Mínimo

Novo salário de R$ 415 a partir deste sábado 01/03/08 FolhaNews O governo decidiu que o novo salário mínimo será de R$ 415 a partir deste sábado. A medida provisória com o reajuste será publicada em uma edição extraordinária do Diário Oficial da União nesta sexta-feira. Esse valor do salário mínimo representa um reajuste de 9,21%.Durante a semana, a expectativa era de que o valor do mínimo ficasse em R$ 412,40. No entanto, técnicos dos ministérios da Fazenda e do Planejamento discutiram o assunto durante esta sexta-feira e avaliaram que seria possível dar um aumento um pouco maior.No projeto de lei encaminhado pelo Executivo ao Congresso Nacional, a previsão para o salário mínimo era de R$ 407,33. Porém, com a definição da reestimativa de receitas do governo e da inflação do ano passado, o valor seria reajustado para um valor em torno de R$ 412. O projeto de lei estabelece que, até 2011, o salário mínimo receberá correção da inflação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulada desde o último aumento, acrescido de percentual idêntico ao do crescimento real do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes.

Módulo 1 - Alterações

O Chefe do Departamento de Futebol da Federação Mineira de Futebol, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Alterar as partidas abaixo válidas pelo Campeonato da Primeira Divisão de Profissionais – Módulo I/2008: I – Alterar para as 15:00 horas o JOGO Nº038 – ITUIUTABA versus IPATINGA, mantendo data e local, II - Antecipar para o dia 13/março/08 – quinta -feira as 19:30 horas o JOGO Nº044 – CRUZEIRO versus RIO BRANCO, mantendo local. EDMAR FRANCISCO PIRES Chefe Depto de Futebol/FMF Estádios: Conforme acordo entre Federação, Clubes e Ministério Público, o Campo do Frimisa que estava com sua capacidade restrita a 500 torcedores passou a 1.200, mantendo a proibição da venda de bebidas alcóolicas. O parque do Azulão, em Andradas, passou de 3.500 para 4.500, com proibição de venda de bebidas alcóolicas.

Módulo 1

Villa Nova goleia Democrata-SL Vicente Ribeiro - Portal Uai Leão do Bonfim fez 5 a 2 e se recuperou da derrota para o Cruzeiro O Villa Nova goleou o Democrata-SL por 5 a 2, no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, na abertura da sexta rodada do Campeonato Mineiro. Márcio Diogo (2), Luís Cláudio, Bill e Márcio Guerreiro fizeram os gols do Leão do Bonfim, descontando para a equipe de Sete Lagoas Daniel e Everton (contra). Com o resultado, o Villa subiu para o sexto lugar na tabela do Mineiro, com sete pontos em seis partidas. A vitória em casa reabilitou a equipe de Nova Lima, que vinha de derrota para o Cruzeiro (3 a 2), na rodada anterior. O Democrata-SL, por sua vez, foi ultrapassado pelo Leão do Bonfim e continuou com seis pontos. O jogo desta quinta-feira foi marcado por várias mudanças no placar. O Villa saiu na frente com Márcio Diogo, aos 8min de partida, mas levou a virada do Democrata-SL, que marcou com Daniel, aos 10, e Everton (contra), aos 7 do segundo tempo. Luís Cláudio empatou para os donos da casa, aos 17 da etapa final, enquanto Márcio Diogo (25), Bill (36) e Márcio Guerreiro, aos 44min, selaram o triunfo do Leão. Na próxima rodada, em 9 de março, o Villa Nova atuará novamente em casa, diante do Democrata-GV, às 16h. O Democrata-SL, por sua vez, enfrentará o Rio Branco, no mesmo dia, às 10h, em Sete Lagoas. Tupi Ricardo Beghini O técnico João Carlos Costa, apresentado no fim da manhã de ontem pelo Tupi, terá a difícil incumbência de garantir o líder do Estadual, pelo segundo ano consecutivo, nas semifinais. Sem perder tempo, o substituto de Moacir Júnior, agora no Ipatinga, comandou coletivo à tarde, no Estádio Municipal. "O time está bem organizado e forte para defender e atacar", elogiou. Ele começou na base do Flamengo. Assistente-técnico de 1985 a 1992, assumiu o time principal esporadicamente. Mudou-se em 1993 para o América-SP, de onde saiu em 1996 para o Kashima Antlers (Japão). Regressou ao Brasil em 1998, no Atlético-PR. Em 1999, dirigiu a Seleção Brasileira no Mundial Sub-20. De volta à Gávea em 2002, durou pouco. Em 2003, retornava ao Japão. Ano passado, trabalhou no CRB-AL. "É um técnico experiente e com muita bagagem", destaca o presidente do Tupi, Áureo Fortuna, que chegou a contatar, terça-feira, Emerson Ávila (ex-Ipatinga) e o coordenador-técnico do Cruzeiro, Ricardo Drubscky. "Os jogadores, os principais envolvidos, estão tranqüilos e focados no Rio Branco", garante o dirigente, referindo-se ao jogo de domingo, às 16h, em Andradas. Ipatinga A chegada de Moacir Júnior reanimou o Ipatinga. O novo treinador tem motivos de sobra para se preocupar. Com apenas uma vitória em cinco jogos, o Tigre, dirigido no último jogo pelo gerente de futebol, Juninho Lola, é o vice-lanterna do Estadual. Se perder também do Uberaba, domingo, às 18h15, no Ipatingão, terminará a sexta rodada em último lugar. As chances de ida às semifinais, segundo o site Chance de gol, são de apenas 4%. "O primeiro e mais importante desafio é tirar o Ipatinga dessa situação. Vamos superar um obstáculo por vez", diz Moacir Júnior, que retorna ao Vale do Aço oito meses depois de levar o Social, de Coronel Fabriciano, ao título do Módulo II. Anteriormente, passara pelo Aciaria, também de Ipatinga, e, em 2002, fora assistente de Wantuil Rodrigues no próprio Tigre. Para enfrentar o Uberaba, domingo, no Ipatingão, o armador Gérson Magrão, absolvido da acusação de agressão ao árbitro Renato Cardoso Conceição, pela terceira rodada, volta a ter a companhia dos volantes Augusto Recife (de suspensão cumprida) e Leandro Salino. O goleiro Rodrigo Posso e o zagueiro Leo Oliveira, recuperados de contusão, também estão à disposição.

Módulo 2

América vence e assume liderança do Módulo II Vicente Ribeiro - Portal Uai Coelho derrotou o Passense por 1 a 0, no Independência O América manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro do Módulo II. O time conquistou a segunda vitória consecutiva, na luta para retornar à divisão de elite do futebol Mineiro. Com pouco mais de 2 mil torcedores no Estádio Independência, o time alviverde superou o Passense por 1 a 0, com gol do atacante Douglas aos 38min do primeiro tempo . O América chegou a seis pontos, em duas partidas, assumindo a liderança na tabela do Módulo II. Na estréia, o Coelho bateu o Ideal (1 a 0), em Ipatinga. Já o Passense, que vinha de empate sem gols com o Valério, na primeira rodada, continua com um ponto. O América volta a campo no próximo domingo, na busca pela terceira vitória consecutiva, mas no campo do adversário. O adversário será o Valério, no Estádio Israel Pinheiro, em Itabira, às 10h30. No mesmo dia e horário, o Passense jogará contra o Itaúna, novamente como visitante.

Clube Japonês imita uniforme do Flamengo

O Campeonato Japonês começa no próximo dia 8 de março e uma das novidades é o novo uniforme do Kashima Antlers, uma das principais equipes do Japão e atual campeão nacional sob o comando do técnico brasileiro Oswaldo de Oliveira. A empresa que confecciona o material esportivo fez uma nova camisa muito parecida com a do Flamengo. Ambos (Kashima e Flamengo), são patrocinados pela Nike, fornecedora de material esportivo, e que também patrocina a seleção brasileira. O detalhe é que o Kashima tem em sua galeria de ídolos Zico, Jorginho, Alcindo, Mozer, Bebeto e Leonardo, todos ex-jogadores do Flamengo. A diferença dos uniformes é que o Kashima não é rubro-negro. No lugar do preto, ele usa o azul-marinho. Fonte: Alexandre Costa - Jornalista

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

MIRACEMA-RJ

A colonização do território do Município de MIRACEMA é atribuída aos esforços de D. Ermelinda Rodrigues Pereira, primitiva proprietária das terras que constituem o distrito sede. Segundo a tradição, por volta de 1846, a referida senhora mandou erigir, no local onde atualmente existe a praça que tem seu nome, uma capela dedicada ao culto de Santo Antônio. Era intenção de D. Ermelinda transformar suas propriedades em bens de uma paróquia, que pretendia entregar, mais tarde, a um de seus filhos, de nome Manoel, que concluíra seus estudos em um seminário de Mariana – MG. Prosseguindo com seu intento, a referida senhora doou 25 alqueires de terra, dos 2.000 que possuía, para a formação da futura freguesia de Santo Antônio, posteriormente, Santo Antônio dos Brotos. Deve-se a mudança de nome ao fato de um dos sólidos esteios da capela construída por D. Ermelinda ter brotado, fato que a crendice popular atribuiu a um milagre, acrescentando ao nome do padroeiro Santo Antônio, a designação de “dos Brotos”. O crescimento da povoação motivou em 26/01/1880, a criação do Distrito Policial de Santo Antônio dos Brotos. Em 09/09/1881, foi criado o Distrito de Paz e, em 13/04/1883, atendendo à solicitação da comunidade através da Câmara de Pádua, o governo provincial resolveu mudar a denominação de Santo Antônio dos Brotos para o de MIRACEMA, que, no idioma tupi guarani significa ybira – pau, madeira e cema – brotar e, em se tratando de eufonia da palavra, sugeriu o Dr. Francisco Antunes Ferreira da Luz que se trocasse o Y por M. MIRACEMA, desde os seus primórdios até o fim do século XIX, contou com intensa vida econômica e social, verificando-se enorme surto progressista, época em que suas lavouras de café, arroz, milho e feijão abarrotavam os mercados, aos quais chegavam em lombos de burros, via São Fidélis, e a partir de 1883, pela Estrada de Ferro Santo Antônio de Pádua – Ramal MIRACEMA. Em 1891 o governo atribuiu-lhe a categoria de distrito.Com o progresso da localidade, a população passou a pleitear junto às autoridades estaduais a criação do município. Após dezesseis anos de luta, com intensa participação popular, conseguiu-se que, em 03/05/1935, fosse criado o município de MIRACEMA e o instalaram festivamente em 03/05/1936.Em 31/12/1943, foi o município elevado a categoria de Comarca.Com sua emancipação político-administrativa, MIRACEMA recuperou-se da derrocada do café e foi iniciada a cultura do algodão para abastecer a fábrica de tecidos São Martino e, concomitantemente, desenvolveu a cultura da cana-de-açúcar em ação conjunta com a Usina Santa Rosa. Foi crescendo a cultura do arroz irrigado, juntamente com a pecuária leiteira, que é a principal atividade rural do Município. As culturas de milho, feijão e café são considerados de subsistência. Fonte: http://www.miracema.rj.gov.br/

Quinta-Feira

Uberaba - Minas Gerais No Dia de Hoje 27 Fevereiro Verão 2008: Comemoramos o Dia de São Daniel Brottier. São Daniel Brottier nasceu no dia 7 de setembro de 1876 na França. Ingressou na Congregação do Espírito Santo (Padres Espiritanos), foi missionário no Senegal (África), por sete anos. Na primeira guerra alistou-se voluntariamente como capelão militar onde atuou por quatro anos, assistindo moribundos, cuidado dos feridos, dando assistência espiritual a seus compatriotas. Aniversariantes: Mario Andretti - 68 anos (ex-piloto de Fórmula 1 e Indy; italiano naturalizado norte americano); Ingo Hoffmann - 55 anos (ex-piloto automobilístico de F-1.Foi 12 vezes campeão da Stock Car brasileira e ainda corre na categoria); Diego - 23 anos (jogador brasileiro de futebol. Jogou no Santos e atua hoje no Werder Bremen na Alemanha); Brian Jones - 65 anos (músico, cantor e compositor inglês. Um dos co-fundadores da banda The Rolling Stones) e; Eric Lindros - 35 anos (jogador de hockey). RODRIGO TUBARAUM Blog:http://tubaraumradioshow.blogspot.com

Mídia Regional

Senadores participarão da Frente de Apoio à Mídia Regional A Frente Parlamentar de Apoio à Mídia Regional será ampliada com a participação dos senadores. Os integrantes da frente definiram, durante café da manhã nesta quarta-feira, as ações e atividades da frente, dentre elas a realização de um seminário nacional sobre a mídia regional. De acordo com o coordenador da frente, deputado Vignatti (PT-SC), durante o seminário, que deverá ocorrer até meados de maio, associações e entidades das rádios e jornais do interior poderão discutir o alcance da comunicação e divulgação de informações fora dos grandes centros. Coordenações setoriais A frente também decidiu criar coordenadores setoriais dos diversos meios de comunicação. Segundo Vignatti, as coordenações serão para rádio, jornal, TV e internet, além das coordenações estaduais já existentes em 17 capitais. O coordenador apresentou as atividades realizadas pela frente a deputados e senadores e representantes de associações e entidades de jornais e rádios do interior. Vignatti ressaltou que o movimento, que envolve os parlamentares de várias regiões do Brasil, não é no sentido de enfrentar a grande mídia, concentrada no Sudeste do País: "Queremos que a comunicação atinja todos os cantos do Brasil". Campanhas do governo O subchefe-executivo da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Ottoni Fernandes, participou do encontro e falou da importância da mídia regional na disseminação das ações e programas nacionais desenvolvidos pelos estados e municípios. Ottoni explicou que boa parte da última campanha do governo federal Mais Brasil Para Mais Brasileiros foi dirigida a rádios. Segundo ele, a ação da frente ajuda o Executivo a corrigir rotas e a fazer com que os órgãos de comunicação do governo enxerguem a importância dos veículos regionais. "A política do governo é de forte regionalização da mídia e as estatais não podem desconhecer isso", explicou. Em 2007, a distribuição de mídia do governo federal atingiu municípios com até 25 mil habitantes. De acordo com o presidente da Associação de Jornais do Interior no Brasil, Flávio Vieira da Cunha, o desafio é conciliar os interesses de divulgação do governo com as necessidades da população do interior e com as entidades e associações organizadas, e assim promover a divulgação de forma eficiente em todas as regiões. "Reconheço que o governo está alcançando essa dimensão", afirmou o primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR).Composição da frente Criada em 2007, a frente é composta por 226 deputados e tem o objetivo principal de fortalecer veículos de comunicação do interior para democratizar a informação e levar as campanhas publicitárias e educativas do governo federal a todo o País. Atualmente, existem no País 180 jornais diários no interior, 1,3 mil semanários ou quinzenais e 5 mil emissoras de rádio. Também compõem a coordenação nacional da frente os deputados Carlos Zarattini (PT-SP) e André Vargas (PT-PR) e os senadores Neuto de Conto (PMDB-SC) e Flávio Arns (PT-PR). Notícias anteriores: Especialistas pedem regionalização da programação de TV Câmara lança frente para fortalecer mídia regional Da Redação/ RCA (Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara') Agência Câmara Tel. (61) 3216.1851/3216.1852Fax. (61) 3216.1856 E-mail:agencia@camara.gov.br

ARAXÁ-MG

"Lugar de onde se vê o sol em primeiro lugar" ou "Lugar alto de onde se avista o sol primeiro' "Antes tudo era somente uma grande extensão de terras rurais. Depois foi demarcado o patrimônio religioso e construída a primeira Igreja Matriz de São Domingos do Araxá. A paisagem urbana começou a ser delineada a partir do antigo largo da Matriz, de onde saíram ruas estreitas. Algumas atingiram espaços que se transformaram em praças, outras tornaram-se avenidas. Em meio ao rural e ao urbano aos poucos foram definidos os espaços a serem ocupados, primeiro pelo poder eclesiástico e, depois, pelo poder público e pelo cidadão. Como tantas outras cidades, assim nasceu Araxá!" O topônimo "Araxá" significa terreno elevado e plano, planalto, chapadão, região mais elevada do que qualquer sistema orográfico e "Araxás: Indígenas que viviam no tabuleiro elevado do extremo oeste de Minas Gerais". A primeira referência aos índios Araxás, que habitavam as terras entre o Rio das Velhas (Araguari) e o Rio Quebra Anzol, foi feita pela expedição de Lourenço Castanho Taques, no séc. XVI. A presença dos índios e a proximidade do Quilombo do Ambrósio constituíram obstáculo à ocupação das terras da região. Em 1759, Bartolomeu Bueno do Prado, comandando uma expedição conseguiu destruir a famosa aldeia de escravos fugitivos. Sete anos depois, Inácio Correia Pamplona exterminou a tribo de índios Araxás. Os primeiros povoados da região vieram para o Desemboque, distrito de Sacramento, atraídos pela exploração do ouro. Posteriormente, com a decadência da mineração, esses moradores dedicaram-se à criação de gado. Entre 1770 e 1780, Araxá, recebeu seus primeiros moradores e surgiram as primeiras fazendas da região. Descoberta a fertilidade da terra e o sal mineral nas águas do Barreiro, o povoamento de Araxá se intensificou. Em 1791, foi criada a Freguesia de São Domingos do Araxá e nomeado o primeiro vigário. Em 1795 teve a construção da primeira Igreja Matriz de São Domingos por Alexandre Gondin, que teve suas obras concluídas em 1800. A edificação da Igreja de São Sebastião, por José Pereira Bom Jardim ocorreu em 1820. A Capitania de São Paulo e Minas do Ouro foi criada em 1709 e desmembrada em 1729, com a delimitação da Capitania de Minas Gerais. Na segunda metade do século XVIII, a região do Triângulo Mineiro foi anexada à Goiás, atendendo a um movimento dos moradores do Desemboque. A Freguesia de São Domingos é elevada a Julgado de São Domingos de Araxá, em 20 de dezembro de 1811, desmembrando-se do Julgado do Desemboque. A partir de janeiro de 1812, começou a exercer jurisdição civil e criminal, possuindo seu Juiz Ordinário. Em 1816, graças ao movimento dos moradores do Julgado de Araxá, o Sertão da Farinha Podre (Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba), anexado desde 1766 a Capitania de Goiás, retornou à Jurisdição de Minas Gerais. Ana Jacinta de São José - o mito Dona Beja - viveu e tem seu nome vinculado aos principais acontecimentos de Araxá no período da primeira metade do século XIX. Em 4 de abril de 1831 o julgado é elevado a vila. E em 19 de dezembro de 1865, a Lei Provincial nº 1259, eleva a Vila de São Domingos de Araxá, a categoria de cidade. Em 1915 foi criada a Prefeitura.

Módulo 2 - Arbitragem

Sábado - 01/03 Araxá X Caldense Fausto Alvim - 19h A: Marcus Vinícius de Sá A1: Marconi Helbert Vieira A2: Carlos Henrique Andrade 4ºA: Amilton Marcos Moreira (Liga Local) Domingo - 02/03 União Luziense X Formiga Frimisa - 10h A: Marcelo Rufino dos Santos A1: Marco Antônio da Silva A2: Thiago Souza Arantes Júnior 4ºA: Cléber Lúcio de Oliveira (Liga Local) Itaúna X Passense Municipal Zé Flávio - 10h30 A: Ildon Seixas Muniz A1: Flamarion Sócrates da Silva A2: Mauro Antônio Ferreira 4ºA: Samuel Rallfe de Oliveira Silveira (Liga Local) Valério X América Israel Pinheiro - 10h30 A: Álvaro Azeredo Quelhas A1: Helbert Costa Andrade A2: Wenderson Mozzer 4ºA: Werlane Fernandes de Oliveira (Liga Local) Poços de Caldas X URT Ronaldão - 16h30 A: Antônio Alves Costa Júnior A1: Marcelo Francisco dos Reis A2: Adenílson Alves Teixeira 4ºA: Luiz Antônio Leme (Liga Local) Segunda-feira - 03/03 Ideal X Uberlândia Ipatingão - 20h A: Renato Cardoso Conceição A1: Marco Antônio Gomes A2: Marley Leite da Silva 4ºA: Guilhermino Lima (Liga Local)

Módulo 1 - Arbitragem

Sábado - 01/03 Social X Cruzeiro Ipatingão - 16h A: Joel Tolentino Damata Júnior A1: Rodrigo Otávio Baeta A2: Celso Luiz da Silva4° A: David William de Oliveira Santos (Liga Local) Democrata/GV X Guarani Mamudão - 18h15A: Alício Pena Júnior A1: Janette Mara Arcanjo A2: Cinthia Mara da Silva 4°A: Otávio Nascente Almeida (Liga Local) Domingo - 02/03 Rio Branco X Tupi Parque do Azulão - 16h A: Luiz Carlos SilvaA 1: Pedro Alcântara Campos A2: Marcus Vinícius Gomes 4°A: Rogério dos Passos (Liga Poços de Caldas) Atlético X ItuiutabaMineirão - 16h A: Átila Carneiro Magalhães A1: Guilherme Dias Camilo A2: Eduardo Henrique Vieira Campos 4°A: Cleisson Veloso Pereira 5ºA: Emérson Almeida Ferreira Ipatinga X Uberaba Ipatingão - 18h15 A: Ricardo Marques Ribeiro A1: Márcio Eustáquio Santiago A2: Ângela Paula Cruz Régis Ribeiro 4°A: Marcial Alves da Silva (Liga Local)

Módulo 2

UBERLÂNDIA 01 X 01 ARAXÁ Estádio Parque do Sabiá-Uberlândia/MG Campeonato Mineiro do Módulo II Público: 2.056 pagantes Renda: R$ 13.600,00 UBERLÂNDIA:Paulo César(Deiverson), Geison, Carlão, Derlan e Fabiano; Marcelino, Joilson(Fabiano Rodrigues), Indinho e Rafael Ipuã; Jeferson e Kanu(Vandré). Treinador: Wagner Oliveira. Araxá: Cláudio, Jaiminho, Rodrigão, Eduardo e Gustavo(Glauco); Júlio César, Chem, Andrézinho e Dedé(Leandro Bocão); André Nascimento e Fabrício Lima(Tupã). Treinador: Luiz Eduardo. Gols:UBERLÂNDIA: Rafael Ipuã (02’ 1º tempo) e Araxá: Dedé (03’ 1º tempo). Cartões Amarelos: UBERLÂNDIA: Derlan, Fabiano, Fabiano Rodrigues e Jéferson. Araxá: Cláudio, Rodrigão, Chem e Dedé. Cartão Vermelho: Araxá: Chem. Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira, A1: Júnior Antônio da Silva, e A2: Adenílson Alves Teixeira. Próximo jogo do Araxá: Sábado, 01/03 - 19 h, contra a Caldense, em Araxá. Próximo jogo do Uberlãndia: Segunda-feira, 03/03 - 20 h, contra o Ideal, em Ipatinga. OBS: Ex-Jogadores do Tupi que atuaram na partida: Uberlãndia: Paulo César e Marcelino. Araxá: Jaiminho, Chem e Leandro Bocão.

Tupi anuncia novo técnico

Michele Pacheco (Tv Alterosa), de Juiz de Fora

Foi apresentado à imprensa no início da tarde desta quinta-feira o novo treinador do Tupi. O escolhido foi João Carlos da Silva Costa, de 52 anos. Ele é carioca e formado em Educação Física com Pós-graduação em Técnica e Treinamento de Futebol.

No currículo profissional, João Carlos traz passagens como técnico e preparador físico pelo Flamengo, pelo Bragantino, pelo Atlético Paranaensa e pelos Al Hilal Sport e Al Tai, da Arábia Saudita.

No Japão, João Carlos trabalhou por sete anos no Kashima Antlers, no Nagoya Grampus Eight e no Cerezo Ozaka. Ele também já comandou a Seleção Brasileira Sub-20, em 99, e a Seleção da Jamaica, em 2005.

No ano passado, João Carlos esteve no CRB, de Alagoas.

Em Juiz de Fora, o treinador assume o Tupi num momento de destaque do time, que é líder do Campeonato Mineiro, com quatro vitórias e um empate. João Carlos contou que o primeiro contato foi feito por um amigo, que é Secretário de Agropecuária da prefeitura de Juiz de Fora, patrocinadora do time. A direção do Tupi aceitou a sugestão. O presidente do clube, Áureo Fortuna. revelou que o nome do técnico estava na lista de possíveis contratados e que a expectativa é de manter a boa campanha na competição, impedindo que a saída repentina de Moacir Júnior, contratado pelo Ipatinga, tire o ânimo dos jogadores do Galo Carijó.

João Carlos admitiu que conhece pouco o Campeonato Mineiro, mas que espera ajudar a equipe a conquistar a vaga no quadrangular e seguir em frente na disputa pelo título. O primeiro treino da equipe com o novo comandante está marcado para as 16h desta quinta-feira.

http://www.superesportes.com.br/

CBF afasta Cléver Assunção Gonçalves e mais seis árbitros mineiros

Gazeta Esportiva Denúncia de superfaturamento na compra de passagens aéreas surgiu em agosto de 2007 A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tomou uma atitude radical na quarta-feira(26/02) e afastou sete árbitros de seu quadro nacional. A decisão partiu do presidente da Comissão de Arbitragem, Sérgio Corrêa, que resolveu punir os apitadores por conta do superfaturamento de passagens aéreas. Os punidos são os seguintes: Cléver Assunção Gonçalves, Sérgio Luiz Avelino e Enéas Eugênio Aguiar (Árbitros); Osmar Dias Camilo, José Carlos de Souza, Aurélio Gomes Faria Nadu e Alexandre Santos Conceição (Assistentes). O destaque da lista é Cléver Assunção Gonçalves, que trabalhou em dez partidas no último Campeonato Brasileiro da Série A (Atlético-PR x Inter, América x Fluminense, Goiás x Botafogo, Grêmio x Palmeiras, São Paulo x Fluminense, Vasco x Figueirense, Fluminense x Santos, Botafogo x Corinthians, Goiás x São Paulo e Flamengo x Juventude). 'Infelizmente, eles estavam envolvidos no superfaturamento. Depois de ouvir o presidente da comissão de Minas Gerais, decidimos por não utilizá-los nas competições da CBF. Já encaminhei o ofício à Federação Mineira para indicar outros árbitros. Depois da punição envolvendo Enéas Eugênio Aguiar e agora com o diploma falso, não podemos nos arriscar de um deles vir a comprometer o nome de uma instituição e de uma categoria. A decisão é essa. É assim que tem que ser', explicou Corrêa, à Rádio Itatiaia. A denúncia de superfaturamento na compra das passagens aéreas surgiu em agosto de 2007, quando o Gama, clube do Distrito Federal, percebeu que os juízes compravam as passagens em valores promocionais e repassavam, recebiam do clube, no preço de tabela cheia.

Copa do Brasil

Atlético-MG volta classificado após aplicar sete no Palmas Rodrigo Fonseca - Portal Uai Time cumpre seu objetivo e assegura vaga antecipada à segunda fase da Copa do Brasil com goleada por 7 a 0 sobre o frágil adversário no Estádio Nilton Santos, avançado à segunda fase da Copa do Brasil sem a necessidade do jogo de volta. Com isso, o Atlético ganha uma data de folga na semana que vem, podendo se preparar melhor para enfrentar o rival Cruzeiro, no dia 9 de março, pelo Campeonato Mineiro. Mas antes, a equipe tem um compromisso pelo Estadual contra o Ituiutaba, neste domingo, no Mineirão. Pela Copa do Brasil, o adversário alvinegro será o Nacional, do Amazonas, que passou pelo Guará, do Distrito Federal. Os Gols: Gérson - 8min 1ºT, Marques - 11min 1ºT, Danilinho - 28min 1ºT, Gérson - 40min 1ºT, Nicácio - 37min 2ºT, Márcio Araújo - 39min 2ºT e Danilinho - 45min 2ºT Democrata-GV vence Bragantino na estréia Bráulio Bianchetti - Portal Uai O Democrata-GV venceu o Bragantino nesta quarta-feira à noite, em casa, por 3 a 2, pela partida de ida da primeira fase da Copa do Brasil e pode até empatar o jogo de volta, na próxima quarta, em Bragança Paulista, para avançar à segunda fase. Na partida desta quarta-feira, o Democrata-GV abriu o placar logo aos três minutos da primeira etapa, com Diego Campos. Zeziel empatou o jogo no primeiro minuto do segundo tempo. Glaidson, aos três, e Niel, aos 10 minutos, colocaram a Pantera na frente. Mas aos 44 minutos, Bruno Casarini descontou para o Bragantino. Se conseguir passar pelo Bragantino, o Democrata-GV vai enfrentar o Vasco, que passou pela Itabaiana. Atlético-GO elimina Ituiutaba Gazeta Press Último campeão goiano, o Atlético-GO fez valer o mando de campo em seu primeiro jogo em Goiânia pela Copa do Brasil. A a equipe do Centro-Oeste precisava vencer o Ituiutaba-MG, já que a partida de ida, em Minas Gerais, terminou empatada sem gols. E os goianos cumpriram sua missão ao vencer por 3 a 2. Madureira e ABC empatam no Rio Madureira e ABC-RN estrearam na competição no Rio de Janeiro e empataram em 1 a 1. Valdir Papel abriu o placar para os potiguares aos 17 minutos do primeiro tempo, mas Muriqui igualou aos 18 minutos da etapa final em cobrança de pênalti. Os dois times voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, em Natal (RN). No Frasuqeirão, o ABC precisa vencer ou empatar sem gols para se classificar. Já o Madureira passa com um empate por dois ou mais gols. Quem passar encara o vencedor de Juventude-RS x Linhares-ES, que fazem o jogo de volta às 20h30 desta quarta-feira. Na ida, no Espírito Santo, houve empate sem gols.

Valério perde em casa para Luziense

O Valério perde em seu primeiro jogo em casa pela segunda rodada do Campeonato Mineiro Módulo II para o União Luziense, por 1 a 0. Apesar do domínio na primeira etapa e perder várias oportunidades de gol, o VEC desperdiçou a chance de vencer e chegar a liderança do campeonato provisoriamente. No segundo tempo, a equipe caiu de produção e cedeu espaço para a União que veio para jogar no contra-ataque. Logo no início do segundo tempo, aos 8 minutos, o atacante Thiago Emílio aproveitou um contra-ataque e fez o gol da vitória. A União Luziense logo depois perdeu o volante Douglas por expulsão. O Valério também perdera o zagueiro Helbert, após mais um ataque da Luziense. O Valério jogo com: Macaé (Rodrigo Mineiro), Bento, Gustavo, Helbert e Jesiel, Leandro Paraná, Cacado e Wander (Bitom), Diego (Rael) e Luis Felipe. Ainda no primeiro tempo o goleiro Macaé levou uma pancada no joelho e foi substituído pelo Rodrigo, que fez sua estréia com a camisa do Dragão. O União Luziense venceu em Itabira no esquema 3-5-2 com: Mateus, Alcir, Paulinho, Evandro, Edinho, Fábio, John, Douglas, Carioca (Diego), Thiago Emílio (Josimar) e Oséias (Gaúcho). Para o treinador Pirulito, o Valério teve um início de jogo muito produtivo, mas no segundo tempo caiu drasticamente. “Fizemos uma primeira parte muito boa, criamos várias chances como no último jogo em Passos, mas no segundo tempo parece que o time sentiu fisicamente e perdeu espaço para a União Luziense que soube aproveitar”. O Valério se reapresenta nesta quinta-feira, às 15h30, no Estádio Israel Pinheiro. No domingo o Dragão recebe o América Mineiro, às 10h30. Wanyson Barcelos Assessoria de Imprensa VEC assessoria.valeriodoce@hotmail.com

CAMPEONATO REGIONAL 2008

CONGRESSO TÉCNICO: REUNIÃO FINAL Definição dos participantes, fórmula da disputa, apresentações e informações gerais. SÁBADO, 01 DE MARÇO DE 2008 – 13:00 horas. Local: Centro de Formação do Professor Av. Getúlio Vargas, 200 – Centro – Juiz de Fora/MG. (Praça Antônio Carlos – Espaço Mascaranhas) PEDIMOS AOS SENHORES PRESIDENTES QUE CONFIRMEM O NÚMERO DE PESSOAS QUE VIRÃO A REUNIÃO REPRESENTAR O CLUBE. INFORMAÇÕES: Liga de Futebol de Juiz de Fora Rua Halfeld, 763 – 3º andar – sala 50 – Centro Tel/Fax: (32) 3216-3060 / 9112-5066 / 8857-6311 Juiz de Fora – MG SITE: www.ligadefutebol.com Blog: www.lfjf.zip.net E-mail: lfjf@bol.com.br

Módulo 2 - Resultados

Quarta-feira - 27/02 Uberlândia 1X1 Araxá Parque do Sabiá - 20h A: Emérson Almeida Ferreira A1: Júnior Antônio da Silva A2: Adenílson Alves Teixeira 4ºA: Wallace Alberto B. Penna (Liga Local) Gols: Ipuã, aos 2'1T(Uberlândia); Dedé, aos 3'1T (Araxá). Público: 2.056 Renda: R$ 13.600,00 Formiga 0X0 Poços de Caldas Juca Pedro - 20h A: Elmivan Alves Andrade A1: Flamarion Sócrates Silva A2: Ricardo Júnior de Souza 4ºA: Juarez Bernardo (Liga Local) Público: 1.637 Renda: R$12.296,00 Caldense 1X2 Itaúna-MG Ronaldão - 20h30 A: Cleisson Veloso pereira A1: Pedro Alcântara Campos A2: Frederico Soares Vilarinho 4ºA: Márcio José Pelegrine (Liga Local) Gols: Stanley, aos 24'2T (Caldense); Simão, aos 16'1T e Anselmo, aos 12'2T (Itaúna). Público: 861 Renda: R$ 3.675,00 OBS: A CONFIRMAR: VALERIODOCE 00 X 01 UNIÃO LUZIENSE Quinta-feira - 28/02 URT X Ideal Zama Maciel - 20h A: Antônio Márcio Teixeira A1: Carlos Henrique Andrade A2: Mauro Antônio Ferreira 4ºA: Antônio dos Reis Silva América X Passense Independência - 20h30 A: André Luiz Martins Dias Lopes A1: Celso Luiz da Silva A2: Marcus Vinícius Gomes 4ºA: Marcus Vinícius Sá dos Santos 5ºA: Marcelo Francisco dos Reis

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Quarta-Feira

Uberaba - Minas Gerais No Dia de Hoje,26 de Fevereiro - Verão 2008: Comemoramos o Dia Nacional do Livro Didático e do Agente Fiscal da Receita Federal. O livro constitui um dos mais importantes suporte pedagógico no trabalho do professor, portanto, um considerável investimento da sociedade na educação pública. O professor é quem vai escolher. A escolha do livro é muito importante. Nesse momento o professor deverá garantir o melhor material para atingir os objetivos propostos no projeto padagógico da escola. Esta escolha deve ser feita pelos professores, reunidos por série e disciplina, através da análise, discussão e avaliação das obras apresentadas pelo guia, numa conversa baseada em tópicos e critérios estabelecidos de comum acordo. Aniversariantes: Claudio Correia e Castro - 80 anos (ator de televisão, cinema e teatro brasileiro); Elizabeth Taylor - 76 anos (um dos grandes nomes do cinema. Participou de vários filmes, entre eles "Quem tem medo de Virgínia Woolf?" e "Megera Domada"); Chelsea Clinton - 28 anos (filha do ex-presidente dos EUA Bill Clinton e de Hillary Clinton); Djalma Santos 79 anos (ex-jogador de futebol. Jogou 121 jogos pela seleção participando das Copas de 54, 58, 62 e 66); Jonh Steinbeck (escritor americano); Lúcio Costa (arquiteto brasileiro) e; Carlos Alberto Parreira - 65 anos (ex-jogador e ténico de futebol brasileiro). RODRIGO TUBARAUM Blog:http://tubaraumradioshow.blogspot.com

INGRATIDÃO

Moacir Júnior troca o Tupi pelo Ipatinga, http://carlosferreirajf.blogspot.com/ INGRATIDÃO é o sentimento do torcedor do Tupi, clube que estendeu a mão e deu ao Senhor Moacir Vieira de Araújo Júnior a oportunidade de, pela primeira vez, dirigir um time na primeira divisão do futebol mineiro. Na Taça Minas foi vice, perdendo todos os jogos fora de casa, com exceção da final, quando vencia por um a zero, faltou ousadia, mexeu errado ao tirar o Robinho, cedeu o empate e perdeu nos penaltis. No mineiro, fazia boa campanha até o jogo contra o Ituiutaba, time que jogou com dez jogadores desde os trinta e oito minutos do primeiro tempo. O Tupi não teve força, coragem e ousadia para vencer o jogo. Quando o torcedor apostava que nenhuma proposta de clube do interior o seduziria, eis que o técnico, que segundo a diretoria, ganhava oito mil reais por mês (está com dinheiro o Tupi para pagar essa quantia a um técnico, até então, desconhecido), vem o Ipatinga, penúltimo colocado no mineiro (se depender de torcida, vai ficar nessa posição até o final) e leva o técnico. Mudança de comando técnico é comum no Brasil, o que incomoda é perder para um time que é penúltimo colocado e, ainda, sem tradição. Que isso sirva de exemplo para a diretoria do Tupi e que quando precisar contratar um técnico, contrate alguém que tenha no currículo alguns títulos de relevãncia. Afinal, campeão do Módulo 2, até o João Batista já foi. O Ipatinga, novo time do Senhor Moacir Júnior, vai disputar a Série A do futebol brasileiro e tem por hábito seguir as atitudes dos clubes da capital, devido a forte influência que Belo Horizonte exerce na região do Vale do Aço. Os clubes da Capital (Cruzeiro e Atlético) na história recente, não são dirigidos na Série A por técnicos nascidos em Minas, exceção a Carlos Alberto Silva (embora nascido em Bom Jardim de Minas, é radicado em São Paulo) e Procópio Cardoso, que quando assume o Atlético, é para tentar tirar o time da degola, nunca para disputar títulos. Vale lembrar que o Senhor Moacir Júnior é mineiro, nascido na cidade de Curvelo. Quanto ao time, cessada a idolatria, cabe a eles, jogadores, provarem para a torcida e para eles também, de que o técnico não ganhava sozinho. Aqueles que estão torcendo e patrocinando o fracasso do Tupi estão sorrindo. Com a resposta, em campo, os jogadores, vencer o Rio Branco em Andradas não é impossível. Eu acredito! Carlos Ferreira Juiz de Fora-MG carlosferreirajf@gmail.com http://carlosferreirajf.blogspot.com/

Moacir Júnior é o novo técnico do Ipatinga

Leandro Mattos Portal Uai O Ipatinga já tem um novo técnico para o restante da temporada 2008: Moacir Júnior, que deixa o Tupi na liderança do Campeonato Mineiro, com 13 pontos conquistados em cinco jogos, para assumir o Tigre, que é o atual vice-lanterna do Estadual, com quatro derrotas, em cinco partidas. A diretoria da equipe do Vale do Aço vinha tratando a negociação em sigilo e ela foi fechada na manhã desta quarta-feira, mas o clube ainda não anunciou, oficialmente, o acerto com o líder do Estadual, que assina contrato até dezembro. Moacir Júnior concederá uma entrevista coletiva no final da manhã desta quarta, em Juiz de Fora, para anunciar o seu desligamento do Galo Carijó. Carreira Natutal de Curvelo-MG, o novo treinador do Ipatinga é um ex-zagueiro, que defendeu Mogi Mirim, Fabril-MG, Rio Verde-GO, Vitória-BA, Augsburg (Alemanha) e Donaufeld (Áustria). Como técnico, Moacir comandou o Social na conquista do título do Módulo II do Mineiro, no ano passado, já trabalhou no futebol capixaba e no interior paulista (LM)

Tabela preocupa o Americano

Desde a morte de Eduardo Viana, ex-presidente da Federação e torcedor confesso do clube, o Americano reclama de perseguição. Ano passado, o time conseguiu se safar do rebaixamento no Campeonato Estadual e em 2008 novamente vem brigando para não cair. E segundo dirigentes do clube, o principal motivo é a própria Ferj, que este ano montou uma tabela totalmente prejudicial ao time. Na Taça Guanabara, a equipe jogou fora de casa as três primeiras partidas, sendo duas contra grandes e no segundo turno o problema irá se repetir, uma vez que os dois primeiros jogos da Taça Rio são contra Duque de Caxias e Flamengo, no Marrentão e Maracanã, respectivamente. Atualmente com a segunda pior campanha entre os 16 participantes, o começo da Taça Rio é considerado de extrema importância por todos no Parque Tamandaré, uma vez que os confrontos são contra um adversário direto na briga pelo rebaixamento e o atual campeão da Taça Guanabara, que já tem vaga garantida na decisão do Campeonato Estadual. Apontado como o Salvador, assim como foi no ano passado, quando chegou no meio da competição e por pouco não classificou o time para as semifinais do segundo turno, o técnico Valter Ferreira evita falar sobre a tabela prejudicial ao Americano, porém aponta isto como mais um obstáculo que a equipe terá que superar. “Com certeza, uma tabela como esta dificulta nosso trabalho, mas não podemos ficar pensando muito nisto e apenas trabalhar para a gente conseguir os resultados que nos interessa, principalmente contra o Duque de Caxias, que é o nosso primeiro adversário e também está brigando contra o rebaixamento”. Tabela – Pela Taça Rio, o primeiro jogo do Americano no Godofredo Cruz será no dia 12 de março contra o Cardoso Moreira, mais um jogo considerado importante, pela proximidade que as duas equipes se encontram momentaneamente na tabela de classificação. Mas depois, o Alvinegro encara uma nova pedreira: o Fluminense, no Maracanã. Nos dias 22 e 26 do próximo mês, pela primeira e única vez no Campeonato Estadual, o time terá uma seqüência de dois jogos em casa contra América e Volta Redonda, respectivamente. Porém, para encerrar a fase de classificação do segundo turno, a equipe viaja para enfrentar Boavista e Macaé Esporte. Treinos – Ontem, o elenco alvinegro treinou em dois períodos. Hoje, na parte da tarde, Valter Ferreira deve comandar um coletivo, com o intuito de começar a definir a equipe para enfrentar o Duque de Caxias. A expectativa é para que os jogadores que estavam entregues ao Departamento Médico participem das atividades normais e assim terem condições de jogarem na Baixada Fluminense.

Cabofriense - Marcão está de volta

Após um ano, jogador volta a Cabo Frio NA terça-feira (25) desembarcou em Cabo Frio o novo reforço da Cabofriense para a disputa do returno do estadual. Trata-se do volante Marcão, capitão da equipe no primeiro semestre do ano passado. Ao retornar ao clube, o ex-jogador do Fluminense encontrou um grupo totalmente diferente da temporada de 2007. Apesar dos 35 anos, o volante acredita que ainda tem muito a oferecer para o futebol. Marcão espera utilizar sua experiência para auxiliar os jovens jogadores do elenco, que são a maioria no grupo, e ajudar a equipe a encontrar o equilíbrio e manter a regularidade durante o segundo turno. Sua reestréia deverá ser contra o Fluminense, no próximo sábado (01/03).

Boa Vista - Saci substitui Anselmo

Com a transferência do atacante Anselmo, artilheiro do Boavista no campeonato estadual com 5 gols, a diretoria do clube agiu rápido para não atrapalhar o desempenho do alviverde na Taça Rio e apresentou na terça-feira (26) o atacante Fábio Saci, de 25 anos. O jogador se destacou na temporada de 2007 defendendo o Bahia, disputou o Brasileirão pelo Náutico, estava no Uberaba-MG, de onde foi dispensado. O curioso apelido é fruto do modo irreverente do artilheiro comemorar seus gols: o jogador veste um capuz vermelho e pula em uma perna só.

Copa do Brasil - Democrata-GV

Depois de 13 anos, o Democrata-GV volta a participar da Copa do Brasil. A Pantera recebe o Bragantino, hoje, às 20h30, no Estádio José Mammoud Abbas. Essa será a terceira vez que a equipe disputa o torneio. A Pantera já fez seis partidas em Copas do Brasil, com duas vitórias, um empate e três derrotas. A melhor campanha foi em 1995, quando, na primeira fase, eliminou o Goiás, então campeão goiano, que tinha o goleiro Cléber, que anos mais tarde jogaria no Atlético, e o volante Romeu, que defende hoje o Villa Nova. Na segunda fase, enfrentou o Vitória, vencendo por 3 a 2 em Valadares, mas perdeu em Salvador por 2 a 0. O time baiano tinha o armador Ramon Menezes, o lateral Rodrigo, que chegou à Seleção Brasileira, e Vanderci, ex-zagueiro do Cruzeiro. A outra participação da Pantera na Copa do Brasil foi em 1992, sendo liminado na primeira fase: empatou por 1 a 1 com o Paraná, em Valadares e perdeu por 2 a 1 em Curitiba. Os 5,5 mil ingressos já estão sendo vendidos.Por decisão judicial, menores de 12 anos não podem ocupar as arquibancadas metálicas. O Democrata é o quarto colocado (em 12 participantes) no Minero, já o Bragantino ocupa o sétimo lugar (em 20 participantes) no Paulista. Democrata: Vilar; Niel, Luís Henrique, Lúcio e Hernane; Glaydson, Sammuel, Elson e Diego Palhinha (Robson Luís); Ely Tadeu e Diego Campos. Técnico: Eugênio Salomão. Bragantino: Gléguer; Vanderlei, Tiago Vieira e Da Silva; Nei Santos, Mário, Moradei, Zeziel e Paulinho; Didi e Malaquias. Técnico: Marcelo Veiga

Copa do Brasil - Ituiutaba

Boa promete atacar o Dragão O Ituiutaba decide sua sorte na Copa do Brasil contra o Atlético-GO hoje, às 15h30, no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, no jogo de volta da primeira fase. Como empatou por 0 a 0 a primeira partida, no Pontal do Triângulo, o Boa tem ligeira vantagem esta tarde. Com um novo empate, desde que com gols, classifica-se para a próxima fase. Novo empate sem gols leva a decisão para a cobrança de pênaltis. Em Goiânia, Nedo Xavier não conta com o volante Machado, expulso no primeiro jogo, e não escolheu o substituto. Prefere anunciar a escalação do time só no vestiário. Não deve fugir, porém, daquela que empatou, também por 0 a 0, com o Tupi, sábado, em jogo do Campeonato Mineiro, no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora. Já o técnico do Atlético-GO, o ex-lateral Zé Teodoro, dispensa o mistério e repete a equipe que perdeu para o Itumbiara, por 2 a 1, sábado, pelo Campeonato Goiano. “Vou manter os titulares e esperar a resposta do time. Acho que jogadores como Pituca, Anaílson, Wesley e Rivaldo têm muito mais futebol para apresentar do que aquele que mostraram até agora.”

Tupi - Moacir Júnior faz as contas

Mesmo debaixo da chuva gelada que caiu na tarde de ontem em Juiz de Fora, os jogadores do Tupi trabalharam duro em Santa Terezinha, se preparando para o jogo do próximo domingo, em Andradas, contra o Rio Branco. Este será o primeiro de uma seqüência de três jogos dos quais o técnico Moacir Júnior quer que sua equipe vença pelo menos dois. "Cumprimos nosso primeiro objetivo, que era afastar o risco de rebaixamento, e conseguimos isso com 13 pontos. Agora, nos próximos três jogos - Rio Branco (fora), Social e Democrata-SL (ambos em casa) -, a meta é fazer de 6 a 7 pontos. Com isso, conseguiremos figurar sempre entre os quatro classificados e estaremos mais tranqüilos para as últimas três partidas, contra Atlético, Villa Nova e Cruzeiro", explica Moacir Júnior. Para o treinador, se o Carijó conseguir três vitórias consecutivas nesse início de segunda metade do Mineiro, o time juizforano estará garantido nas semifinais. "Seria maravilhoso fazer os 9 pontos que vêm agora. Assim, independente de em qual posição terminaremos a primeira fase, já estaríamos classificados para a seqüência do campeonato", analisa o técnico. No treino tático de ontem, o atacante Allan ficou novamente de fora, ainda tratando da panturrilha esquerda. "Ele está fazendo hidroterapia. Já melhorou, mas ainda sente dores", disse o fisioterapeuta Ivo Aleixo. "Não deve ficar fora do jogo de domingo", completou o médico José Roberto Maranhas. outro que não esteve em campo foi o zagueiro Fernando, ainda bastante gripado. ribuna de minas

Ramon se apresenta ao Vitória

Agência Estado O Vitória acertou a contratação do meia Ramon, de 35 anos. O jogador assina contrato até 10 de dezembro e será apresentado após a conclusão dos exames médicos. O jogador era pretendido também pelo Criciúma Ramon conquistou a Bola de Prata, prêmio da Revista Placar, jogando o Campeonato Brasileiro de 2002 pelo Vasco e já defendeu a seleção brasileira em seis oportunidades e marcou um gol, contra a França, dia 7 de junho de 2001, pela Copa da Confederações. Dos seis jogos, cinco fora pela Copa das Confederações, e um amistoso contra o Tóquio Verdi.

Gamarra e Arce

Ex-jogadores assumem time da segunda divisão paraguaia Gazeta Press Bastante lembrados pelas atuações com a camisa do Palmeiras na década de 90, o zagueiro Gamarra e o lateral Arce assumiram o controle da equipe Rubio Ñu, que atualmente pleiteia uma vaga na elite do futebol paraguaio. Ao lado de Ruiz Díaz, também ex-jogador e agora presidente da equipe, Gamarra assumirá as funções de gerente do time, ao passo que Arce será o treinador. Além disso, o trio prevê a participação do ex-jogador Celso Ayala, que teve passagem pelo São Paulo, como assistente técnico. O novo presidente da equipe, acredita que a prioridade da nova diretoria é investir nas categorias de base. 'O primeiro passo é a reestruturação do clube desde as divisões de base até a equipe principal. Queremos fazer bem as coisas, com pessoas que conheçam o futebol', concluiu o ex-goleiro, que teve passagens por equipes da Argentina e do México. Fundado em 24 de agosto de 1913, o Club Rubio Ñu tem sede na cidade de Santíssima Trindad e atualmente disputa a "División Intermedia", equivalente a segunda divisão paraguaia. Embora esteja em um escalão inferior do futebol local, o Rubio Ñu já sagrou-se campeão da segunda divisão por seis vezes (1926, 1941, 1954, 1961, 1963, 1972) e da terceira divisão por três vezes (1941, 1942, 2005). Atualmente, aparece na terceira colocação, com 28 pontos, atrás apenas de General Díaz (32) e Silvio Pettirossi (35).

FENAJ

Projeto que dá à FENAJ poder de conceder registro para exercício da profissão de jornalista está na pauta do Congresso Dos 885 vetos presidenciais a projetos aprovados pelo Congresso Nacional, 65 estão na pauta desde a semana passada. Dentre eles, está o veto integral ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 307/95, que transfere do Ministério do Trabalho e Emprego para a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) a atribuição de realizar o registro prévio, indispensável ao exercício da profissão. Em sua exposição de motivos, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, alega a inconstitucionalidade do projeto argumentando que a delegação dessa atribuição à Fenaj poderia configurar-se em instrumento de coerção para obrigar os profissionais da imprensa a se filiarem à respectiva entidade sindical. Cristina Vidigal / Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

TV PÚBLICA

TV Brasil vai fortalecer produção local, afirma Franklin Martins A TV Brasil deverá destinar quatro horas de sua programação para a produção de emissoras locais e outras quatro horas para produções independentes, afirmou o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, em audiência pública realizada nesta terça-feira (26) na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). A preocupação com a regionalização da programação da TV pública foi manifestada pela maioria dos senadores presentes à audiência. A medida provisória que cria a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), gestora da TV Brasil, deverá chegar ao Senado nos próximos dias. O texto principal da medida provisória foi aprovado pelos deputados, que deverão concluir esta semana a votação dos destaques para votação em separado (DVSs). O ministro informou que a EBC pretende integrar as diversas emissoras estaduais, de forma a constituir uma rede de TV pública no país, a exemplo da inglesa BBC e da francesa France Televison. - Também o modelo de gestão adotado, com a criação do conselho curador, abre a oportunidade para a participação da sociedade, como ocorre em todas as emissoras públicas dos países desenvolvidos - observou ele. A EBC foi criada em 25 de outubro de 2007, pela MP 398/07, para gerir a Rede Nacional de Comunicação Pública, da qual faz parte a TV Pública. A empresa é vinculada à Secretária de Comunicação Social da Presidência da República e surgiu a partir da fusão da Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobrás) e da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto, que coordenava a TVE. Em resposta ao senador Flavio Arns (PT-PR), Martins ressaltou que a TV Brasil buscará conquistar audiência "tratando o telespectador como cidadão e não como consumidor", como ocorre nas emissoras comerciais. Explicou ainda que não haverá competição por incentivos culturais previstos em lei, uma vez que as demandas por programas locais da TV Brasil representará uma porta de acesso para divulgação de pequenas produtoras. No mesmo sentido, a diretora de Jornalismo da emissora, Helena Chagas, ressaltou que a TV Brasil será voltada aos debates de interesse do país, com produções que normalmente não aparecem nas emissoras comerciais, que priorizam o Centro-Sul do país. - Queremos uma TV com sotaque de todas as regiões do Brasil - frisou ela. Também presente ao debate, a presidente da EBC, Tereza Cruvinel, considerou oportuna a alteração feita pelo relator da MP na Câmara, deputado Walter Pinheiro (PT-BA), incluindo recursos do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) no orçamento da EBC. Para ela, a medida deverá conferir maior autonomia à rede pública de TV. Acessibilidade Questionada por Flavio Arns sobre medidas para ampliar o acesso de pessoas com deficiência auditiva à programação, Tereza Cruvinel informou que parte da programação da TV Brasil já conta as chamadas legendas ocultas, ou closed caption - recurso que reproduz em texto tudo o que é falado no programa que está sendo exibido. Ao lembrar o sucateamento das emissoras públicas estaduais, Leopoldo Nunes Filho, diretor de Programação da TV Brasil, ressaltou que a EBC atuará no sentido de reequipar essas emissoras, resgatando a produção voltada à diversidade cultural do país e o desenvolvimento de formatos que não interessam às redes comerciais. - Não há desenvolvimento de séries infantis no Brasil. Já compramos e programamos na TV Brasil as experiências-piloto existentes nos estados - exemplificou Leopoldo Nunes. As possibilidades abertas à produção local pela evolução tecnológica, como a produção digital, também foram lembradas por Marcelo Bechara, consultor jurídico do Ministério das Comunicações. O consultor também elogiou a adoção do padrão japonês para a TV digital no Brasil, que, segundo ele, ampliará os espaços para a veiculação em canais abertos. Iara Guimarães Altafin / Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Previdência Social

Valéria Nader, economista, é editora do Correio da Cidadania. Quem não se lembra da enorme corrida para obtenção de aposentadorias em nosso país entre 1995 e 1998, quando começou a entrar em pauta a perspectiva de uma reforma da Previdência? Foram milhares de trabalhadores que abandonaram suas carreiras, muitas vezes precocemente, para evitar uma possível castração futura. As nossas universidades públicas talvez tenham sido aquelas que mais se ressentiram desse processo, ficando órfãs de alguns de seus mais importantes quadros pensantes. Segundo consta em nossa Constituição, assim como na de grande maioria dos países, desde 1934, existe um quadro funcional na formação da carreira do servidor público, que, diferentemente do que ocorre no setor privado, deve ser financiado com recursos orçamentários. Como lembrado por Eduardo Fagnani, professor-doutor do instituto de Economia da Unicamp, em entrevista ao Correio da Cidadania, havia, inclusive, uma rubrica chamada Encargos Previdenciários da União, EPU. Nesse sentido, não se pode falar de déficit da Previdência no setor público, pois há uma fonte de recursos, que é fiscal, além de constitucionalmente determinada. Ocorre que, com a enorme corrida às aposentadorias acima mencionada, entre 1995 e 1998, mais especificamente, chegou-se a um ponto de inversão na relação entre funcionários públicos ativos e inativos, provocando uma real explosão de gastos na Previdência Pública. Criou-se, daí, realmente, um problema de gasto bastante elevado, que, à época, poderia ter sido mais facilmente contornado. Com os vultosos recursos advindos das privatizações, que tinham como uma de suas justificativas a possibilidade de redução da dívida pública, haveria, por exemplo, a opção de se ter criado um fundo para abater parte dos gastos com a Previdência Pública. Nem abatimento da dívida pública, que sob FHC, mais especificamente entre 1994 e 2002, passou de 28% para 57% do PIB, e nem muito menos, obviamente, fundo para a Previdência. Fato é que o problema foi assumindo escala crescente e, ao assumir em 2003 o novo mandatário da nação, ele já possuía teor explosivo. Um intenso martelar de estatísticas passou a demonstrar um déficit de cerca de 40 bilhões de reais anuais na Previdência Pública – número que, ressalte-se, é bastante polêmico, já que se sabe da existência de estudos de especialistas do ramo que dizem que ele não leva em conta as contribuições que o Estado deveria fazer, e não fez, para os fundos de aposentadoria pública, além de ressaltarem a utilização que se fez do fundo inicialmente criado com os proventos dos servidores para fins diversos dos originais, tais como a construção da ponte Rio Niterói, da Transamazônica etc. Pavimentou-se, assim, o caminho para uma demonização crescente dos funcionários públicos. Obviamente que não se esperava justamente de um presidente egresso dos movimentos sociais a conclusão de uma reforma iniciada no auge do neoliberalismo. Mas a ortodoxia que tomou conta da economia já nos primeiros meses do novo mandato eliminou qualquer dose de surpresa ou frustração que porventura poderia advir da concretização dessa reforma já no primeiro ano de governo. Sob a justificativa básica de "justiça social" - já que, sempre segundo as vozes oficiais, para financiar o déficit da Previdência na área pública, seriam retirados recursos que poderiam ser aplicados em outras áreas, como educação, saúde, saneamento, infra-estrutura etc. -, levou-se a cabo uma reforma formatada para o servidor público, a partir do desenho esboçado nos anos FHC. Sem entrar no mérito de todos os detalhes restritivos aos trabalhadores e das inúmeras regras de transição, já intensamente debatidos à época, foi assim finalmente implantada a idade mínima de 65 anos para homens e 60 para mulheres, ao lado do tempo de contribuição de 35 anos para homens e 30 para mulheres, sendo que essas duas exigências deveriam, a partir de então, ser conjuntamente supridas.

Segunda Divisão Mineira

Exigências para disputar a Segunda Divisão/2008 BOLETIM DE NOTIFICAÇÃO O Chefe do Departamento de Futebol da Federação Mineira de Futebol, no uso de suas atribuições legais, NOTIFICA e COMUNICA às associações praticantes do futebol profissional do Estado de Minas Gerais, integrantes ou não da Segunda Divisão de Profissionais, que desejam disputar o campeonato na temporada de 2008, deverão oficializar à Entidade, até 31/março/2008, manifestando seus interesses acompanhados das seguintes documentações:- I – LAUDO DE VISTORIA do estádio firmado pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sanitarista da Prefeitura Municipal e Engenheiro Civil, contendo obrigatoriamente o período de validade, data da expedição e a capacidade de público(torcedores pagantes); II – CERTIDÃO fornecida pela Liga a qual é filiada a associação, informando que se encontra em dia com suas obrigações; III – COMPROVAR a posse da Licença de Funcionamento emitida pela Federação Mineira de Futebol e o Cadastramento Anual junto a Confederação Brasileira de Futebol, para exercício de 2008; IV - Ficam CIENTES as associações interessadas que conforme decisão soberana da Primeira Divisão de Profissionais – Módulo II, somente terão acesso na temporada de 2009, para a divisão referenciada as 02(duas) associações, campeã e vice – campeã, salvo motivo superveniente. Anote-se, Afixe-se, Registre-se e Cumpra-se Belo Horizonte, 26 de Fevereiro de 2.008

Módulo 1 - Arbitragem

Villa Nova X Democrata/SL Quinta-feira - 28/02/08 19h30 Estádio Municipal Castor Cifuentes Nova Lima A: Álvaro Azeredo Quelhas A1: Jair Albano Félix A2: Eduardo Henrique Vieira Campos 4°A: Adílio Ribeiro da Silva (liga local)

TV Pública terá sede em Brasília e produção no Rio

O Plenário aprovou hoje, em votação simbólica, uma nova redação que trata da sede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), criada pela Medida Provisória 398/07. Pelo acordo acatado por todos os deputados, a TV Brasil terá sede e foro em Brasília, mas o Rio de Janeiro continua sendo seu principal centro de produção. Em seguida, o Plenário passou a discutir destaque para votação em separado (DVS) do DEM que tem o objetivo de retirar do texto os casos previstos de dispensa de licitação para os contratos da TV Brasil. Mais cedo, o Plenário rejeitou o DVS do PSDB que tinha o objetivo de incluir, no texto do projeto de lei de conversão da MP 398/07 a proibição de a TV Pública veicular nomes, símbolos e imagens que caracterizem promoção pessoal ou partidária de autoridades, servidores públicos e cidadãos em geral. Reportagem - Eduardo Piovesan Edição - João Pitella Junior (Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara') Agência Câmara Tel. (61) 3216.1851/3216.1852 Fax. (61) 3216.1856 E-mail:agencia@camara.gov.br

Sistema Monista e Dualista

Sistema Monista considera a contabilidade da empresa como uma só. As contas internas e externas são lançadas em um só livro, sendo entrelaçadas entre si. É utilizada nos países americanos e se divide em: * Sistema único indiviso ou sistema monista radical - a contabilidade externa e interna são registradas no Razão Geral constituindo uma unidade * Sistema único diviso ou sistema monista moderado - este sistema também considera a contabilidade interna e externa como uma unidade, entretanto acompanha a parte interna de uma forma superficial, sendo analisada por processos extracontábeis, fora do Razão Geral. a. Sistema Dualista - neste caso as contas são separadas em dois sistemas distintos. As contas internas são registradas em Razão Especial, separado do Razão Geral, porém não perdem seu caráter de unidade. É utilizada nos países europeus e se divide em: * Sistema duplo contábil - a contabilidade interna e externa são tratadas como um sistema especial de contas independentes. Há a necessidade de se criar um sistema de contas para que se possa fazer a abstração das operações internas do Razão Geral para registra-las no Razão Especial. * Sistema duplo misto excluem-se as contas que não interessam do Razão Geral à determinação do rédito de exercício. As operações internas são registradas por processos estatísticos, que não obedecem aos rígidos princípios contábeis.

A bela dragoa

Jayme Copstein

Quem apelidou os travestis refinados de “drag queens”, como são conhecidos em toda a parte, e por que o fez? Com toda a certeza não é invenção do “show business” norte-americano, como geralmente se pensa. Já no século 18, o diplomata Pierre de Beaumarchais chamava seu rival, Charles d’Eon, ambos espiões franceses na Inglaterra, a serviço do rei Luiz XV, de “vieille dragone”, “dragoa velha”, megera. Era um trocadilho malicioso porque o colega fora oficial do Regimento de Dragões. Antes disso, porém, já se consagrara como travesti. Não terá sido o primeiro da história do mundo, mas tem o primeiro lugar no pódio: só depois de morto, a autópsia comprovou que era realmente homem. Enquanto viveu, Charles d’Eon foi centro de polêmicas e apostas – era homem ou mulher? Despertou ciúmes e ódio a Madame Pompadour, que nele viu uma rival, disputando os amores de Luiz XV. Começou sua carreira espetacular em uma molecagem planejada pelos amigos. Vestido de mulher, penetrou em um baile de máscaras em Versalhes e chamou a atenção de todos os homens, particularmente a do rei. Ninguém conseguia identificar a beldade. Luiz XV ordenou que ela fosse conduzida a um aposento privado, e não se precisa dizer com que intenções. Mas rei é rei, e o rapaz temeu que a brincadeira tivesse ido longe demais e quem perdesse a cabeça fosse ele próprio, na guilhotina. Antes que o monarca descobrisse o logro com as próprias mãos, Eon revelou ser homem – dizem que foi necessária muita argumentação – e tudo terminou em gargalhadas. Mas Luiz XV viu outra utilidade na perfeição do travesti. Remeteu-o como “uma jovem dama da nobreza francesa”, acompanhada de um tio – outro agente secreto – para viver na corte russa. Em Moscou, a “moça” logo se insinuou na intimidade da própria imperatriz Isabel, que a nomeou sua “leitora privada” e entrou a lhe fazer confidências. Quando Luiz XV recebeu os primeiros relatórios, temeu que o eventual desmascaramento da beldade pudesse gerar uma situação diplomática difícil. Enviou correspondência à czarina, contando a verdade. Dizem, também, que em vez de se zangar, Isabel divertiu-se com o equívoco e manteve a amizade com Eon, valendo à França uma aliança com a Rússia. A carreira da “vieille dragone” foi longa e proveitosa para a diplomacia francesa. Posteriormente foi designado para Londres, onde desencadeou a polêmica e ganhou o apelido ao recusar uma negociata: como os ingleses se engalfinharam em apostas sobre seu verdadeiro sexo, Beaumarchais lhe propôs “vender” o segredo a alguns apostadores e “racharem” os lucros. Eon confundiu e manipulou Beaumarchais, ao ponto de fazê-lo apaixonar-se, quando se insinuava como mulher. Assumia a personalidade masculina, para afastá-lo, quando os arroubos do “Romeu” tornavam-se por demais ardentes. Assim ridicularizado, Beaumarchais tornou-se seu inimigo. Charles d’Eon ainda viveu outras peripécias, antes de envelhecer e entrar em decadência. Morreu na miséria em 1810.
Fonte: www.coletiva.net

Módulo 2

Formiga A derrota por 1 a 0 para o Araxá, na primeira rodada do Módulo II, não desanimou o técnico do Formiga, Paulo Rogério. “Apesar disso, fizemos um bom jogo, melhor do que eu esperava. O time teve uma pegada muito forte, demonstrou vontade, mas, por infelicidade, sofremos o gol no fim.” A equipe tem a chance de se reabilitar diante de sua torcida, amanhã, contra o Poços de Caldas, às 20h, no Juca Pedro. Valeriodoce Após um empate sem gols contra a Passense, pela primeira rodada do Módulo II, o Valério recebe nesta quarta-feira, a União Luziense, de Santa Lúzia, às 16h, no Estádio Israel Pinheiro. O técnico Pirulito já tem o time definido para o primeiro jogo em casa. O Dragão começa com: Macaé, Bento, Helbert, Gustavo, Jesiel, Leandro Paraná, Cacado, Wander, Robertinho, Diego e Luis Felipe. Na suplência ficam Rodrigo Mineiro, Riva, Reinaldo, Hugo, Kika, Rael e Bitom. Rodada A segunda rodada do Módulo II começa nesta quarta-feira, com quatro jogos. Em Itabira, o Valério enfrenta o União Luziense, às 16h. O Uberlândia tenta a segunda vitória, contra o Araxá, às 20h, no Parque do Sabiá. A Caldense recebe o Itaúna, às 20h30, no Ronaldo Junqueira. O Poços de Caldas visita o Formiga. Quinta-feira, haverá dois jogos: URT x Ideal, em Patos de Minas; América x Passense, no Independência.

Módulo 1

Villa Nova O presidente do Villa Nova, João Bosco Pessoa, ainda mostra revolta pela atuação do assistente Marco Antônio Gomes na derrota para o Cruzeiro, por 3 a 2, de virada, no Mineirão. “Ele foi parcial e incompetente. Infelizmente, não temos recurso contra esse caso. O melhor é nos preocuparmos com o próximo adversário.” Contra o Democrata-SL, quinta-feira, em casa, o Leão não terá os zagueiros Rodrigão e Carciano, que receberam o terceiro cartão amarelo. Social O técnico do Social, José Ângelo, tem problemas para escalar a equipe contra o Cruzeiro, sábado, às 16h, no Ipatingão. Perdeu os armadores Conrado e Renan, expulsos contra o Jacaré, e pode ficar sem os atacantes Luís Eduardo e Alexandre Goulart, com cansaço muscular. Tupi Depois do 0 a 0 com o Ituiutaba, sábado, em casa, o técnico do Tupi, Moacir Júnior, já se preocupa com o jogo contra o Rio Branco, domingo, às 16h, em Andradas. Para ele, o Azulão é um dos melhores times da competição quando atua com apoio da torcida. Uma derrota ameaçará a liderança da equipe de Juiz de Fora, que só tem um ponto a mais do que o Cruzeiro, que tem uma partida a menos. Rio Branco Regis Pitibul não mais é atleta do Rio Branco, o jogador foi dispensa, segundo a diretoria, por indisciplina. O Rio Branco está em queda no campeonato, empatou em casa com o Villa Nova, por 01 a 01 e perdeu para o Democrata-GV, em Valadares, por 01a 00 e o próximo jogo vai ser contra o líder da competição, o Tupi de Juiz de Fora, em Andradas. Uberaba Lanterna do campeonato, com apenas 2 pontos em cinco jogos, o Uberaba poderá contar com o zagueiro argentino Leon diante do Ipatinga, domingo, às 18h15, no Vale do Aço. O jogador, que viajou a seu país para regularizar a documentação, será inscrito quinta-feira na Federação Mineira de Futebol. Contra o Tigre, substituirá Salatiel, expulso na derrota para o Atlético por 1 a 0, em casa. O zagueiro Rogério, expulso, e o armador Zé Maria, que recebeu o terceiro cartão amarelo, também cumprirão suspensão.

Proíbido Fumar

Fumaça do mal continua fazendo seus dependentes Apesar de toda divulgação sobre os malefícios do cigarro, a cada dia cresce mais o número de fumantes Ana Ruth Manhães http://www.monitorcampista.com.br/ Os males do fumo são sempre divulgados, mas ainda assim, o cigarro continua presente na sociedade. Se o Projeto de Lei que será encaminhado este mês ao Congresso Nacional for aprovado, o espaço para quem fuma ficará ainda mais restrito do que já é. Se hoje, eles têm um espaço reservado em alguns lugares, com a proibição do fumo em ambientes fechados, restará aos fumantes apenas locais abertos. Para quem não fuma, a convivência com os fumantes nem sempre é fácil. A vendedora Luciana Teixeira de Lima, 27 anos, disse que chegou a terminar um namoro por causa do cigarro. "Mostrei de todas as formas que ele deveria parar, mas ele insistiu e eu não suportei mais", disse. Luciana explicou que tinha alergia à fumaça do cigarro e, por isso, não conseguia ficar perto quando o ex-namorado começava a fumar. Em ambientes de trabalho, onde não há como "pôr um fim na relação", a saída para uma convivência em paz entre o grupo dos fumantes e o dos não fumantes é o bom senso. A escrevente Márcia Valéria Chagas, 47 anos, atualmente está do lado daqueles que não usam o cigarro, mas já esteve do outro lado. "Fumei durante 30 anos, mas parei há dois. Hoje, não suporto a fumaça do cigarro", contou. Das 10 pessoas que trabalham junto com ela, duas fumam. "Mas, ninguém fuma na área interna. Quem quer, vai acender o cigarro do lado de fora. Eu também agia dessa forma na época que eu fumava. Para mim, o mais importante é respeitar quem está ao nosso lado", comentou. Márcia disse que tomou a decisão de parar de fumar quando começou a sentir os efeitos do cigarro em sua saúde. "Estava sentindo um pouco de falta de ar. Vi que não estava bem e que precisava me livrar do cigarro. Decidi e parei de vez". ENTRANHADA Agora, a ex-fumante revela que não gosta nem mesmo do cheiro que acompanha as pessoas que fumam. "Parece que a fumaça fica entranhada até na roupa da pessoa". Com relação à proposta do governo, ela acha que será preciso expor o alerta para que as pessoas sigam a determinação a partir da própria consciência. Onde Márcia trabalha, há vezes em que os clientes acendem cigarro na área interna. "A gente não chama atenção porque eu acho que caberia ao bom senso de cada um", comentou. E por falar em bom senso, os outros dois colegas de trabalho de Márcia tomam a atitude de ir à área externa para fumar mesmo sem precisar de qualquer lei. "Sei que tem gente que não gosta. Nunca fumo em local fechado", contou a atendente Renata dos Santos Rangel, 28 anos. O office-boy Luiz Maurício França tem apenas 18 anos, mas já integra o grupo dos fumantes. "Só que no trabalho, eu praticamente não fumo. Quando acontece, só do lado de fora, em área aberta". A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, a cada dia, 100 mil crianças tornem-se fumantes em todo o mundo. Cerca de 4 milhões de pessoas morrem, por ano, no planeta vítimas do uso do tabaco. Se os números continuarem neste patamar, a tendência é que a estatística torne-se ainda mais grave. Nesse ritmo, até 2020, o número de vítimas fatais subirá para 10 milhões de mortes ao ano. Isso porque o tabagismo está ligado a 50 tipos de doenças, como câncer de pulmão, de boca e de faringe, além de cardiopatias. Segundo a OMS, o fumo é uma das principais causas de morte evitável, hoje, no planeta. Um terço da população mundial adulta - cerca de 1,3 bilhão de pessoas, entre as quais, 200 milhões de mulheres - é de fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% da população masculina e 12% da população feminina no mundo fuma. Ainda de acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde, nos países em desenvolvimento, os fumantes somam 48% da população masculina e 7% da população feminina, enquanto nos desenvolvidos, a participação das mulheres mais do que triplica, num total de 42% dos homens e 24% das mulheres. No Brasil, uma pesquisa realizada recentemente pelo Ministério da Saúde junto com o Instituto Nacional de Câncer mostrou que 18,8% da população brasileira é fumante (22,7% da população masculina e 16% da feminina). A partir deste número, é possível observar que houve uma redução. Em 1989, de acordo com a Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição, este percentual era de cerca de 32%. O cigarro tem mais de três mil substâncias tóxicas. No Brasil mais de 250 mil mortes por ano estão associadas ao cigarro e suas substâncias Este projeto que será encaminhado pela Casa Civil é mais uma tentativa do governo para reduzir o número de fumantes no país. Dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer) apontam que mais de 250 mil mortes anuais, no Brasil, estão associadas ao fumo. A extinção dos ambientes reservados aos fumantes, os "fumódromos", está no programa Mais Saúde, do Ministério da Saúde. O Governo Federal também estuda a possibilidade de criar uma taxa adicional para os produtos derivados do tabaco, como uma medida para inibir o seu consumo. Além de buscar a redução das vendas com um preço mais alto do cigarro, o governo também pretende aumentar a arrecadação, já que é grande o gasto com tratamento de doenças provocadas pelo fumo. A fumaça que sai da ponta do cigarro contém, em média, o triplo de nicotina e monóxido de carbono, e até cinqüenta vezes mais substâncias cancerígenas do que a fumaça que entra pela boca do fumante depois de passar pelo filtro do cigarro. Por isso, a intenção de evitar a fumaça em ambientes fechados, para que as pessoas que não fumam não sofram os efeitos do cigarro. Pesquisas nacionais e internacionais indicam que os fumantes passivos têm um risco 23% maior de desenvolver doença cardiovascular e 30% mais chances de ter câncer de pulmão. Além disso, tem mais propensão à asma, redução da capacidade respiratória e 24% a mais de chances de infarto do miocárdio.

Terça-Feira 25 Fevereiro

Verão 2008: Comemoramos o Dia Nacional da Criação do IBAMA. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis é o orgão federal criado em 1989, com o objetivo de cuidar das florestas, fauna, flora e parques nacionais, garantindo a aplicação das leis ambientais. Aniversariantes: Victor Hugo - 206 anos (escritor, romancista e político francês); Yara Lins - 78 anos (atriz de rádio, cinema e radialista brasileira); Erykah Badu - 37 anos (cantora de R&B); Tony Randall - 88 anos (ator americano); Michael Bolton - 55 anos (cantor americano). RODRIGO TUBARAUM Blog:http://tubaraumradioshow.blogspot.com

Elói Mendes-MG

Pedro Bueno buenp@oi.com.br Quem conhece Elói Mendes, que fica no Sul do Estado de Minas Gerais, sabe da verdade quanto a altura da torre dessa Igreja , que é de 60 metros. Elói Mendes fica distante do Rio de Janeiro 400 km. e de São Paulo 320 km e da mesma distância de Belo Horizonte. Quem mora no Rio tem o privilégio de passar por algumas estâncias hidro- minerais, como por exemplo Itanhandu, São Lourenço, Caxambu, Lambari, Cambuquira e finalmente também passar pela cidade onde nasceu Pelé, que é Três Corações. Breve Elói Mendes também terá uma estátua de Cristo medindo 40 metros de altura, sendo portanto, mais alta que o Cristo localizado no Rio de Janeiro. Esses são ligeiros cometários de minha terra Natal, por onde quando criança andava descalço, jogava bola de gude, bola de meia,pulava quintal das casas de conhecidos para chupar manga, jaboticaba e outras coisas mais. Quando meus pais eram avisados levava uns tapinhas, quando não, ficava sem poder sair com os amiguinhos. Também ia tomar banho no pequeno riacho que passa perto da cidade e se escondia quando passava a jardineira (ônibus), caçava passarinho com estilingue, que hoje não aconselho, claro, ia para roça de parentes nos finais de semana, na terça ia ao cinema ver filme do Fumanchu ou de mocinhos, que adorava como Roy Rogers e outros. Estudei no Grupo Escolar Targino Nogueira, tive como Professoras D. Zilda, Maria Luiza Pereguinete e D. Maria José Penha, que tinha uma uma mania de dobrar o dedinho mindinho dos mais levados, mas eu.... Estava me esquecendo, também fui coroínha no tempo do Padre José, que nos dava bons conselhos. Adorava subir na torre da Igreja para tocar o sino anunciando qualquer evento, sendo que certa vez toquei mais tempo que devia, avisando a entrada da missa, mas estava tão bom que fiquei uns 15 minutos a mais. Quando desci e chegava perto da Sacristia, recebi um recado do Padre José de que assim que ele terminasse de rezar a missa desejva falar comigo. Quer saber o resuldado? Quer mesmo? Padre José está me esperando até hoje! Nunca mais voltei para ajudar nas missas. Só sei de uma coisa, Ele hoje está junto do Senhor.Foi um grande Pastor aqui na terra. Fonte: http://bueninho-oquepensabueninho.blogspot.com/

TROFÉU BOLA DE OURO - O OSCAR DO JORNALISMO ESPORTIVO

OS AGRACIADOS COM A BOLA DE OURO (O OSCAR DO JORNALISMO ESPORTIVO - IDEALIZAÇÃO DO CONCEITUADO JORNALISTA JOSÉ JORGE) - 34ª EDIÇÃO OS PREMIADOS: 1-João Havelange. 2- Mauricio Azedo, 3-Doalcei Camargo, 4-José Carlos Araujo, 5-Rubem Leão, 6-Joel Santana, 7-Kleber Leite, 8-Augusto Junior,9-Carlos Alberto Galvão, 10-Euclides Neto, 11-Toni Verdramini, 12-Luiz Ribeiro, 13-Wanderley Peres Junior, 14- Jose Sebastião Bastos, 15-Valdair Queiroz, 16-Andre Luz, 17-Pedro Costa, 18-Izrael Gimpel, 19-Jose Carlos Lippi, 20-Amandio Agueiras, 21- Maria Rosa Filha, 22-Ronaldo Correa, 23-Edna Saiol,24-Loris Baena.25-Geraldo Pedroza, 26-Amarildo -CAMPEÃO DO MUNDO, 27-Aldeci Lima, 28-Carlos Alberto Oliveira, 29-Homero Lacerda, 30-Tony Gel, 31-Cabral Neto, 32-Eri Santos, 33- Theones Batista, 34-Alfredo Martineli35- Andre Luiz -Pernambuco, 36- Yatta Junior, 37-Jota Santos, 38-Sócrates da Silva, 39-Anderson Gomes, 40-Rodrigo Raposo, 41- Rembrant Junior, 42-Sabrina Rocha, 43-Gilberto Monteiro, 44-Francisco da Silva, 45-Glson Ricardo, 46-Felipe Cardoso, 47- Luiz Mendes, 48-Francisco Aielo, 49-Eraldo Leite, 50-Gerson Bunes, 51-Helio Caracena, 52-Jorge Nogueira, 53-Wilson de Caevalho, 54- Jorge Roberto Rabelo, 55-Jose Ferreira de Paiva 56-Fábio Tubino, 57-Claudio Neves, 58-Édson Mauro, 59-Waldir Luiz, 60-Carlos Borges, 61-Mário Silva, 62-Mauricio Aragão,63-Paulo Borelli,64Claudio Perrot, 65-Iata Anderson. 66-Fernando Bonan, 67-Cesar Rizzo, 68-João Hadad, 69-Antonio Clemente, 70-Paulo Vitor. 71-Weber Magalhães, 72- Paulo César Araujo, 73- Teixeira Heizer, 74-Luiz Carlos Xavier, 75-Fábio Santos, 76-Carlos Nascimento, 77-Merlon Nascimento, 78-Neder Cassio Pimenta, 79-Marcelo Ramos, 80-Eduardo Castro, 81- Wellington Cmapos, Ana Claudia de Lima, 83-Ramona Dias. 84-Fabiano Resende, 85-José Silvério, 86-Luciano Durte, 87-Mtheus Sukar, 88- Claudenir Gomes, 89-João Pedro de Sousa. 90-Salomão V. de CARVALHO, 91-João Guilherme, 92-Jorge Barcelos - técnico, 93-Sandro Gama, 94-Renato Mauricio Prado, 95-Orlando Duarte, 96- Paulo Roberto Florencio, 97-Valerio Aleixo,98-João de Sousa. 99- Dalton Gadelha, 100- Adriano Aquino, 101-José Carlos Costa. 102- Adenilson Lima, 103-Geovaldo Carvalho, 104-Fernando Heleno, 105-Dalton Gadelha ,106-Frank Sousa. 107-Pio Netto ,108-Valmir Rodrigues Costa, 109-Marcos Mendes da Rocha, 110-Maria de Fátima Cassol, 111-Juliana Monteiro, 112-Mario Morango - BAND, 113-João Pedro de Sousa, 114-Salomão V. de Carvalho, 115- Kiyomi Fujjiwara Nakamura e 116- Jorge Ventura. GERALDO PEDROZA fgeraldopedrosa@uol.com.br

Livro: "Anedotário do Rádio Brasileiro"

Quem ama o Rádio não pode ficar sem ler o "Anedotário do Rádio Brasileiro", escrito por Edison Rodrigues Filho, que apurou alguns relatos de profissionais do meio. No livro estão reunidos alguns momentos inesquecíveis, gafes, improvisos, imprevistos, situações trágicas e hilárias deste que é o mais querido e romântico dos veículos de comunicação. Em uma das passagens do livro, Carlos Maglio (da Rádio Globo - SP) conta. "A produção conseguiu colocar o Didi pra falar, o eterno Didi Folha Seca, da Seleção Brasileira de 1958. Olha! O Didi tá na linha. O âncora chamou o bloco comercial... Em rede, o âncora voltou: Ele alegra as crianças, é um verdadeiro embaixador do Brasil, do humor, o nosso querido e grande palhaço! Nosso querido Didi. Fala aí, Didi Mocó!". O livro está a venda na Livraria Cultura. GLOBO PIRACICABA A Rádio Globo Brasil pode perder sua emissora em Piracicaba, no interior paulista. Tudo indica que um novo grupo, que assumiu a emissora, deverá lançar nova programação. A emissora passaria a se chamar Rádio Onda Livre AM. GLOBO/CBN CAMPINAS Otávio Pimentel, o "Caboclão", que comandava o programa "Globo Cidade" em Piracicaba (interior paulista), se transferiu para a Globo/CBN de Campinas (AM 1.390 kHz e FM 99,1 MHz - Campinas/SP). bastidores do rádio

Ideal 00 x 01 América

América estréia com vitória no Módulo II Vicente Ribeiro - Portal Uai O América estreou bem no Campeonato Mineiro do Módulo II. Em seu primeiro compromisso na luta para retornar à divisão de elite do futebol estadual, o Coelho derrotou o Ideal por 1 a 0, nesta segunda-feira, no Estádio Ipatingão, no Vale do Aço. O gol só saiu aos 28min do segundo tempo, quando o atacante Douglas balançou as redes do time local. Com o resultado, o América divide a liderança do Módulo II com Caldense, Uberlândia e Araxá, que também venceram na rodada de abertura e somam três pontos. O Ideal se juntou ao grupo dos que não pontuaram, ao lado de União Luziense, Formiga e Poços de Caldas. O próximo compromisso do América será contra a Passensse, nesta quinta-feira, às 20h30, no Independência. O Ideal, por sua vez, sairá para pegar a URT, na mesma data, às 20h, no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas. Ficha técnica IDEAL - Conrado, Daniel (Elder), Reginaldo, Alexandre Nunes e Emílio; Dênis, Samis, Wander e Bruno César (Emílio); Berg (Leonardo) e Beto. Técnico: Marco Antônio Milagres AMÉRICA - Flávio, Tiago, Preto, Fabrício Soares e Jean; Dudu, Wellington, China (Maranhão) e Thiago Silva (Luciano); Euller (Márcio) e Douglas. Técnico: Alemão Árbitro: Antônio Alves Costa Júnior, auxiliado por Marco Antônio da Silva e Marley Leite Silva. Com informações de Renato Gonçalves, do Diário do Aço.

Madureira - Copa do Brasil

Tricolor suburbano está confiante para estréia na Copa do Brasil O treino do Madureira mostrou que o grupo está pronto para a estréia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (27), contra o ABC-RN. A partida acontecerá no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita-RJ, já que os estádios de Moça Bonita e Conselheiro Galvão não foram liberados por falta de laudo. O técnico Carlos Tozzi está otimista para a estréia e confia no intenso período de treinamentos a que o elenco foi submetido com o término no campeonato estadual para surpreender a equipe potiguar: "Pelo que o grupo mostrou nos treinos e nos amistosos nestas duas semanas que ficamos sem jogar oficialmente, tenho certeza de que iremos bem nesta partida de quarta-feira. Temos o objetivo de passar de fase e vamos lutar muito por isso", garante o treinador. A equipe da zona norte do Rio de Janeiro começa a escrever seu nome na história da competição. A única participação da equipe na Copa do Brasil se deu na temporada passada. Ainda comandado por Alfredo Sampaio, o tricolor suburbano perdeu as duas partidas para o Figueirense; em casa por 3 a 2, no Rio, e por 2 a 0, em Florianópolis-SC. Mercadão de Madureira A diretoria do tricolor suburbano rescindiu o contrato do volante Emerson, a pedido do jogador e dispensou o meia Maycon Aperibé. Alguns atletas foram emprestados a clubes das divisões inferiores do futebol estadual. É o caso do atacante Dieguinho e dos volantes Nelson e Wilson Lino, que foram para o Villa Rio. Os atacantes Deivid e Vivinho tiveram a cidade de São João de Meriti-RJ como destino e foram para o Sendas. Os cinco atletas cedidos pelo clube disputarão a Copa Rio e o campeonato estadual da segunda divisão. Mas nem só de dispensas vive o Madureira. O clube contratou o volante Douglas, de apenas 19 anos, que vem do Bonsucesso por empréstimo de três meses e o atacante Júnior Negão. Os dois já estão à disposição do técnico Carlos Tozzi e podem ser utilizados na partida contra o ABC-RN. ABC Adversário do Madureira na primeira fase da Copa do Brasil, o ABC deve contar com força máxima na estréia. A única dúvida paira sobre a presença do lateral Bosco, que sofreu lesão no músculo adutor da coxa direita, mas se recupera bem. O alvinegro venceu o Santa Cruz por 3 a 0 no último dia 20 e se sagrou campeão da Copa Rio Grande do Norte, o primeiro turno do campeonato potiguar. Dia 23, com uma equipe repleta de juniores e reservas, o ABC venceu o Corinthians de Caicó por 2 a 1, na abertura do segundo turno do campeonato estadual. O técnico Ferdinando Teixeira comanda a equipe em mais um coletivo na manhã desta terça-feira e às 14h30m a delegação se apresenta para embarcar para o Rio de Janeiro. http://www.tribunadabola.com.br/

Friburguense - Taça Rio

Frizão pede apoio da torcida O Friburguense até que faz uma campanha regular no Estadual de 2008, mas o que vem tirando o sono da diretoria da equipe serrana não está nos gramados, mas sim nas arquibancadas do Estádio Eduardo Guinle. Neste ano, nos três jogos em que atuou em casa, o récorde de público foi nada mais que 317 pagantes, gerando prejuizos nas contas do tricolor serrano. No último jogo da Taça Guanabara contra o Resende(10/02), a diretoria tentou minimizar os impactos convocando a torcida com constantes pedidos na mídia falada, escrita e televisada, mas não teve jeito. O público pagante somou apenas 248 pessoas, gerando uma renda de R$ 2.900. A diretoria espera que o torcedor volte a prestigiar o clube que desde 1998 na primeira divisão. O que chama atenção, é que neste ano o tricolor serrano está invicto dentro de casa com duas vitórias e um empate. Em 2007, nos confrontos contra os pequenos, a clube ficou com 100% de aproveitamento. Abaixo segue o público e a renda nos jogos de 2007 e 2008. Público e renda em 2008: 10/02 - Friburguense 2 x 0 Resende: 248 pagantes, R$ 2.900 02/02 - Friburguense 1 x 1 Mesquita: 317 pagantes, R$ 3.760 20/01 - Friburguense 1 x 0 Americano: 311 pagantes, R$ 3.770 Público e Renda em 2007: (Jogos com os pequenos) 25/03 - Fri 3 x 2 Boavista: 224 pagantes, R$ 3.220 18/03 - Fri 1 x 0 Americano: 279 pagantes, R$ 3.210 11/02 - Friburguense 3 x 2 Nova Iguaçu: 454 pagantes, R$ 4.840 04/02 - Friburguense 1 x 0 Volta Redonda: 666 pagantes, R$ 7.200

Mesquita - Taça Rio

Ataque titular de volta aos treinamentos Se a semana passada terminou com boas notícias, a que se inicia agora não fica para trás. E o motivo de alegria desta vez é a volta da dupla de ataque titular do Mesquita. Fábio Costa e Leandro Netto estiveram de fora durante toda a semana passada, quando o clube disputou dois amistosos, devido a lesões. Porém, nesta segunda-feira (25/02) os dois já treinaram com os companheiros, visando a estréia na Taça Rio no próximo domingo, contra o Volta Redonda, no estádio Raulino de Oliveira. Nesta terça-feira, haverá outro treinamento em tempo integral no Louzadão. O retorno dos atacantes é quase certo, mas o volante Índio recupera-se de dengue e ainda não poderá treinar.O treinador Mário Marques ainda quer marcar mais um jogo-treino, para melhor avaliação do período de treinamentos."Estamos tentando marcar um amistoso para quarta ou quinta-feira, para avaliarmos melhor este período em que ficamos treinando, visando o jogo de domingo contra o Volta Redonda. Ficamos na dependência dos retornos do Fábio Costa e do Leandro Netto", afirma o treinador. A ausência certa ficará por conta do volante Dé, suspenso pelo terceiro cartão amarelo na última partida da Taça Guanabara. Cara nova no Louzadão O Mesquita acertou a contratação do lateral-direito Luiz Renato, de 26 anos. O jogador estava no Artsul e chega para a disputa da Taça Rio. http://www.tribunadabola.com.br/

Resende - Taça Rio

Novos contratados deixam dirigentes otimistas O Resende vem se reforçando para a disputa da Taça Rio. Na última semana foi a vez do meia Bruno Reis (ex-Duque de Caxias e Vasco)chegar ao Sul Fluminense. Mas a diretoria ainda acredita que o clube precisa de um lateral-esquerdo e, aí sim, fechar o elenco para o returno do campeonato estadual. O gestor do clube, Alberto Macedo, e o técnico Antônio Carlos Roy se mostraram satisfeitos com a vitória por 2 a 0 no amistoso contra a Cabofriense, em Cabo Frio, e já começam a ver uma evolução na equipe. Vale lembrar que as 2 equipes já se enfrentaram na Taça Guanabara e o alvinegro das agulhas negras foi derrotado por 4 a 1. "Fiquei muito otimista depois dessa vitória. Os novos contratados têm correspondido às nossas expectativas e temos tudo para realizar um grande segundo turno. Mas o ciclo de contratações ainda não está fechado e estamos tentando a contratação de mais um lateral-esquerdo. Este é o nosso primeiro ano na elite do futebol do Rio de Janeiro e o objetivo é fazer uma boa campanha. A Taça Guanabara serviu como adaptação e agora vamos partir para vencer todos os jogos que pudermos e terminar a Taça Rio na melhor colocação possível", disse Macedo. Roy falou sobre o Flamengo, campeão da Taça Guanabara e adversário de estréia do Resende no returno do estadual. O comandante acredita que o rubro-negro pode ir a campo com um time misto, já que dará maior importância a Taça Libertadores. Apesar disso, ele afirmou que intensificará os treinamentos durante a semana, independentemente da formação de seu oponente. "Ainda não sei o que o Joel Santana irá fazer agora que conquistou a Taça Guanabara, se irá poupar os titulares, ou não. De qualquer forma, o elenco do Flamengo é muito forte e será difícil vencê-los, seja qual for a escalação. Teremos uma semana de trabalho pesado e estaremos preparados para a partida", afirmou. http://www.tribunadabola.com.br/

CUBA - UMA BREVE HISTÓRIA DE UM POVO DE CORAGEM - II

Laerte Braga Fulgêncio Batista era um sargento estenógrafo quando encabeçou um golpe militar contra o presidente Gerardo Machado, em 1933. Era mulato e assim o primeiro descendente afro a chegar ao poder. Num primeiro momento isso lhe valeu as simpatias populares que ampliou com medidas contrárias aos norte-americanos. Passada a lua de mel e percebidos os verdadeiros propósitos de Batista, o general, se auto promovera, foi deposto e retorna eleito em 1940. Promulgou uma constituição de cunho liberal, foi novamente deposto e em 1952 dá novo golpe de estado com apoio de forças populares no pressuposto que o general retomaria as primeiras linhas de seu primeiro governo. Cuba transforma-se numa sucursal das grandes companhias dos EUA. No campo o controle dos “negócios” do açúcar e do tabaco. Na cidade dos cassinos e bordéis. A "indústria” da prostituição passa a ser a mais rentável da ilha. O governo de Batista suprime liberdades individuais, associa-se às máfias norte-americanas, aos grandes empresários do Norte e não demora a surgir a reação popular ao regime de terror e barbárie do general Fulgêncio Batista. A própria classe média começa a abandonar Batista. A violência e corrupção do regime eram às claras. As prisões estavam lotadas dos adversários de Batista e por um breve período, dentre eles, o advogado Fidel Castro, nascido em família de alta classe média. A área urbana possuía forte infra-estrutura e o capital proveniente do submundo ítalo-americano (dos Estados Unidos) financiava grande parte da economia. Batista era senhor de um grande bordel. Registre-se que àquela época o BBB ainda não havia aparecido, tudo era ao vivo em Havana e nem Boninho havia nascido. Só os predecessores. Em março de 1953 um grupo de estudante liderados por José Antonio Etcheverria criam um Diretório Revolucionário e um grupo armado tenta invadir o palácio presidencial. Etcheverria foi assassinado e o grupo se dispersou. Um outro grupo de estudantes iniciou novo movimento. Eram liderados pelo estudante de direito FIDEL ALEJANDRO CASTRO RUZ. A primeira ação do grupo foi uma tentativa de tomada do quartel de La Moncada. Muitos foram mortos, Fidel preso e condenado a 15 anos de prisão. Solto por interferência de alguns religiosos fugiu para o México e lá conhece Ernesto Guevara, o Chê. Começam a formar um movimento que chamam de Movimento 26 de Julho e iniciam a luta contra Batista. Foram 25 meses de guerrilha. Em novembro de 1958, ERNESTO GUEVARA LINCHI DE LA SERNA inicia sua marcha para Havana e no dia 1º de janeiro de 1959 Batista e seu governo fogem do país. O curioso é que os comunistas tradicionais apoiavam Batista e viam Fidel com desconfiança. Foi assim anos mais tarde na Bolívia, onde fracassaram e não cumpriram os acordos feitos com a guerrilha de Guevara naquele país. Fidel mobiliza a juventude, elimina o analfabetismo (40% da população) em um ano valendo-se de 100 mil jovens, faz a reforma agrária, desapropria propriedade de norte-americanos, indenizados pelos valores que declaravam ao imposto de renda cubano, cria atritos, por isso, com os Estados Unidos que, já no primeiro momento da revolução treinam militares de Batista para tentar derrubá-lo. Fidel, que até então não era comunista aproxima da União Soviética e em dois anos declara marxista o governo de Cuba. Em abril de 1961 cerca de mil e quinhentos exilados cubanos recrutados e patrocinados pela CIA (AGÊNCIA CENTRAL DE INTELIGÊNCIA), tentam uma invasão na Baía dos Porcos. Foram derrotados, 300 deles morrem e um mil e duzentos são feitos prisioneiros. Fidel leva-os a julgamento num estádio e a multidão de cubanos exigia que fossem fuzilados aos gritos de “paredón”. Castro, no entanto, troca-os por tratores e 50 milhões de dólares em alimentos e medicamentos. A nova crise com os EUA surge quando os soviéticos implementam um conjunto de bases em Cuba, com mísseis nucleares e Kennedy, presidente dos EUA, bloqueia o país, impedindo os cargueiros da URSS de ali chegarem. Um acordo põe fim à crise. A União Soviética desiste das bases e os norte-americanos aceitam respeitar a soberania da ilha. A totalidade dos investidores dos EUA em Cuba, quando do regime Batista, declarava seus bens ao imposto de renda em valores irreais, abaixo, muito abaixo do que de fato possuíam. Castro quando desapropriou as terras e empresas dos EUA valeu-se desses dados e isso provocou revolta entre os latifundiários e empresários, levando os Estados Unidos a decretar um bloqueio econômico, a forçar países latino-americanos a aceitarem a expulsão de Cuba da OEA (Organização dos Estados Americanos). Esse tipo de reação de organizações terroristas como a Casa Branca persiste até hoje. É parte intrínseca do capitalismo. A sonegação, a exploração do homem pelo homem não é privilégio da FIESP (Federação das Indústrias de São Paulo) e nem da DASLU. Vem de longe, aqui é um dos braços das máfias centrais. A “Emenda Platt”, que no início do século passado, tornou Cuba um protetorado dos EUA, assegurando o direito de explorar a ilha, deixou ressentimentos e o anti-americanismo dos cubanos ganhou força com as posições dos sucessivos governos daquele país contra Fidel. Cuba possui um serviço de saúde universal, a rigor não tem desemprego, educação de boa qualidade a todos os cubanos (não existe analfabetismo) e com a ascensão de governos de esquerda (Chávez, Lula, Morales) em países da América do Sul, o retorno dos sandinistas ao poder na Nicarágua (Daniel Ortega), começa a romper o bloqueio norte-americano. Um detalha importante. EUA e Espanha são aliados hoje em ações contra Cuba e o governo socialista. Os níveis de crescimento de Cuba na atualidade são altos e as perspectivas de melhoria na economia são reais, o que mantém preservadas as bases do socialismo lançadas e consolidadas por Fidel. O prestígio do líder cubano foi fator de preservação do movimento revolucionário. A era RAUL CASTRO que se inicia a rigor hoje, como disse o próprio presidente, mantém intactos os ideais revolucionários. Cuba foi decisiva na consolidação da independência da Angola, ameaçada pelos portugueses e norte-americanos e o fascínio da revolução, na década de 60 do século passado, levou os Estados Unidos a patrocinarem e a fomentar golpes militares de extrema-direita na América Latina. Ditaduras cruéis a sanguinárias instalaram-se em países como o Brasil, o Chile, a Argentina, outras foram mantidas como no Paraguai, na Bolívia e na América Central, enquanto a “democracia” mexicana era administrada por Washington, até a conquista definitiva da colônia com o NAFTA (tratado de livre comércio entre México, Canadá e EUA). Fernando Moraes no seu livro “A Ilha”, best-seller até hoje, amigo pessoal de Fidel, narra um fato interessante. Nos primeiros momentos da revolução o governo importou um touro reprodutor do Canadá para criar um rebanho em Cuba. O touro não funcionou e custaram a perceber que o dito cujo viera de um país frio para um país onde o calor é permanente. Um curral com ar condicionado e a temperatura do Canadá permitiu que o rebanho cubano fosse criado.